InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Começar de Novo || Capítulo 4

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
valdir sales pitombeira

avatar

Idade : 49
Cidade : ARACAJU

MensagemAssunto: Começar de Novo || Capítulo 4   16.02.13 9:53

QUARTO CAPITULO

Todos ainda estavam sem entender o que estava acontecendo e Eleildes aproveita e solta o verbo perante a todos.
___Vocês já se conheciam? ___ Luciana calada ,Breno se antecipa
___ claro que Sim...a senhora Luciana e eu já nos conhecemos, ela tem uma ONG e eu já mandei uma doação em nome da empresa.____ Breno olha para Luciana e ela fica sem jeito em mentir
___è verdade __Eleildes olha para ela incredula.
Eleildes pára...não entendia a reação de Breno.
___É como eu sempre digo...É ajudando aos outros que se empresta a Deus, belo trabalho meu filho, eu não conhecia esse seu lado humanitário, parabéns__ Cumprimentava Otto a Breno.Eleilde fica tensa, olha para Luciana que continua sem dizer nada.
___Engraçado, eu nunca soube dessas doações?___Indaga Eleildes.
___Na verdade, as doações foram feitas,por mim mesmo Eleildes,eu decidi doar da minha conta privada e não da empresa.
___Mais isso é que eu digo...são de homens assim que este país precisa.__Insistia Otto na frente de todos,para ódio de Elieldes
___Eu me sensibilizei com a causa de Luciana...o senhor tem que ver o trabalho que ela desenvolvi.
___Adoraria conhecer sim, seria muito bom para a empresa e para a ONG, gostaria de conhecer seu trabalho senhora...como é mesmo o seu nome?
___Luciana Palmer...eu vi o trabalho dela na internet e achei que a empresa poderia muito bem ajudar, é um trabalho extraordinário...por isso eu resolvi traze-la aqui para que ela mesma, possa expor as suas ideias e mostrar como esta sendo o desenvolvimento da empresa.
___Boa ideia Eleildes....mais a moça..não fala nada...
Luciana engoli a seco...mal conseguia olhar para Breno.
___Bem na verdade,o meu trabalho é voltado para as crianças carentes,quando a senhora Eleildes me procurou ___ Breno olha para Eleildes,percebia ali que algo esta acontecendo __ Eu pensei que seria muito bom para a ONG um apoio de uma empresa de Renome como a de vocês.
___Vamos a minha sala...vamos todos...eu quero que você me explique tudo,desde do inicio...você deve ter trazido algum material para nos mostrar.
___Claro...eu trouxe uns slides...documentos, fotos
___Ótimo...vamos...eu vou adorar ver esse trabalho social...temos algumas instituições que ajudamos...é sempre bom ajudar a quem precisa...por aqui ___ Otto dá a mão a Luciana e a leva a sua sala...Breno olha com um olhar fico para Eleildes,que sorrir amarelo,ambos seguem para a sala de Otto.

MINUTOS DEPOIS
Luciana dava explicações a todos os diretores da empresa, enquanto ela falava Breno mal prestava atenção, em sua mente só vinha uma pergunta,como Eleildes conseguiu encontra-la,será que ela já sabia demais? Questões que Breno precisava descobrir,antes que seu passado venha a tona.
ENQUANTO ISSO
Na mansão, Viviane descia as escadas olhando o anel que ela tinha ganho de Breno,um mordomo a esperava em baixo da escada.
___Bom dia Alfred..não é lindo o anel que meu noivo deu?
___Lindo mesmo senhorita....muito bonito.
___E caro...ah é muito bom ganhar presentes bons,
___A senhorita tem visitas, a senhora Brunelly esta na piscina com a senhora sua mãe...
___Ok...ah Alfred...me prepare um bom suco de Laranja sim,estou com muita sede...leva na piscina.
NA PISCINA
___Brunelly my Darling ___Se beijam formalmente __Veja o que ganhei ___ Brunelly observa o anel,com cara de desgosto ___Não é lindo!! Breno tem um bom gosto pra joias....
___É muito bonito mesmo...estive na estilista..o vestido ficou pronto,eu o trouxe para lhe mostrar.
___Ótimo...depois que eu tomar meu café da manhã...a gente olha,mais com certeza deve estar divino...afinal de contas...a Bety é a maior estilista dessa cidade, sabe que eu não economizo...esse casamento...será a sensação do ano.
___Sim,eu falei com a minha empregada e ela disse que não conehece nenhuma bordadeira lá no bairro.
___Ah foi...acho que peguei o endereço errado.
___Bordadeira filha? O que esta pensando em bordar?
___Eu estava pensando assim nos travesseiros, colocar o meu logotipo e o de Breno...além de ser um charme...é muito chique...vi isso em alguma revista de decoração.
___Com certeza filha....apesar que eu acho um desperdício de dinheiro.
___Mamãe nunca foi com a cara de Breno...imagine Brunelly se eu poderia ter um homem melhor do que ele?___Brunelly sorrir amarelo.
Dora levanta-se da mesa.
___Pois eu ainda acho o Lealdo, muito mais interessante.mas parece que você não quer ver o óbvio.esse Breno nao a ama,como o Lealdo te ama, deveria pensar nisso.
___Ah mamãe o Lealdo...um simples empregado da empresa,E eu sou a herdeira do grupo Maldonatto casando-se com um qualquer, imagina! Logo eu ! O que iriam dizer as minhas amigas, a imprensa? O Breno é vice presidente do grupo e o Lealdo não passa de um simples membro do conselho...são patamares completamente diferentes.
___Eu não sabia da sua implicância com o Breno,senhora Dora.por que essa sisma?
___Não é uma questão de implicância. Mais eu não vejo nesse Breno um homem ideal para Vivi se casar, na verdade ele pra mim,não passa de um caça dotes,mas se até o meu marido...o ver como um herói o que eu posso fazer? Agora aceitar...não...isso eu não aceito.
___E quem é a senhora pra aceitar alguima coisa.
___Viviane o que é isso!!___Indagava Brunelly
___Era só o que faltava, eu ter que escolher o meu casamento,só porque ela,tem implicancia com o Breno.
___Não é implicancia minha filha.

___O que a senhora tem é implicância gratuita por ele isso sim.só porque papai o trata como um filho...um filho...que ele não teve.por que a senhora tem um utero seco.
___Viviane não fala assim da sua mãe.
___Eu não quero falar nesse assunto filha.
___Mas é a verdade...papai tem o Breno como filho,uma vez ele me disse que se tivesse um filho, seria igual ao Breno..ambicioso...competente...determinado,eu lamento mamãe que a senhora só teve a mim,como filha...graças a Deus...se não eu seria irmã do Breno...imagine só...eu irmã do Breno,onde eu iria achar um homem como ele...
___Vocês me dão licença..esse sol..esta forte..vou entrar um pouco sim__ Dora sai rapidamente.
___Vivi...não devias falar com a sua mãe assim, sabe que ela perdeu seu filho ainda na gravidez, deve ser muito desagradável pra ela ver você falar assim.
___Mas é a verdade...ah mamãe odeia o Breno, porque papai o ama,ela nunca se conformou em não ter dado um filho homem ao papai e agora fica ai toda magoada quando a gente fala nisso....o Breno tem culpa afinal porque mamãe tem um útero seco e não pode mais engravidar,depois do ultimo aborto....bem feito...quem manda.
Bunelly fica observando a amiga, enquanto isso a porta do quarto se abre,Dora entra aos prantos caindo sobre a cama, estava decepcionada,angustiada com o que acabara de ouvir.
___Meu Deus! Eu criei essa menina como se fosse minha filha e ela me trata assim, porque? Porque eu tenho que me afastar do meu verdadeiro filho e ter que conviver com uma que eu não gerei...porque? porque?
ENQUANT O ISSO DE VOLTA A EMPRESA
A explanação de Luciana chegava ao fim.
___Bem senhores...essa é a semente do amanhã, espero que tenham gostado.___Todos batem palmas em pé...Breno no canto só observava,Eleildes do outro lado não tirava os olhos dele.
___Bravo! Bravíssimo ! é um excelente trabalho senhora Luciana, a nossa empresa terá a maior honra em cooperar...Breno..você deveria ter nos contatos sobre esse projeto...___Otto a cumprimenta
___Eu ainda estava vendo a possibilidade de traze-la aqui,mas a nossa companheira Eleildes adiantou o meu trabalho __Sorri amarelo para ela___ Indagava Breno
___Eu sabia que os senhores iriam gostar.
___Pois adoramos...pode ficar certa querida, que a Second Life entrará com um belo apoio financeiro...acho que são ideias dessa que devem ser apoiadas,não concorda comigo Breno?
___Claro...claro senhor!
___Muito muito bem...Breno eu deixo a seu critério...dona Luciana,quero dizer...senhorita Luciana, eu deixarei a senhorita nas mãos de Breno,tenho certeza que ele saberá como ninguém lhe ajudar nessa sua obra...por favor Breno,faça as cerimônias da casa,mostre as instalações a ela..e não economize nada entendeu,quero que essas crianças tenham o bom e melhor, afinal de contas são as crianças que tomaram o mundo no futuro.
___Pode deixar senhor Otto...por aqui dona Luciana __ Breno abre a porta e Luciana passa, na sala, Eleildes olhava com um olhar feliz para Lealdo.
NA CASA DE LEALDO
___Noivos...eles eram noivos?
___Isso mesmo que você ouviu Lealdo...o c Breno disse a ela que seria apenas um estagio de 6 meses, e deixou ela esperando por 15 anos, ah mais quando Otto souber que o noivo da filha dele já foi noivo,eu quero ver só a cara que ele vai fazer eu sabia que esse cara escondia algo...
___Mas você precisa de provas.
___E isso aqui não é ___Eleildes mostra a foto de Breno e Luciana e estava escrito “ O nosso noivado foi maravilhoso “ ___Então isso é ou não é uma prova cabal que ele enganou a todos?
___Mais já se passaram 15 anos...esse noivado praticamente não tem mais relevância nenhuma...eu não acho que isso venha a interferir muito na decisão de Otto
___A dele não,mais imagine quando a Vivi souber que o noivo dele tem uma noiva e pior..que ela esta aqui, a essa altura na sala dele,se eu a conheço..Vivi não vai gostar nada de saber disso.
___E você pretende avisá-la?
___Claro que sim! Eu disse Lealdo...de um jeito ou de outro eu quero ver esse Breno quebrar a cara e eu vou,pode apostar nisso.
NA SALA DE BRENO
Luciana e ele entram,o clima estava tenso e os dois estavam visivelmente abalados com o encontro,Breno tenta disfarçar a situação.
___Está é a minha sala...pequena ...mas...
Luciana olha toda a decoração,Breno insiste falando sem parar ___ Eu vou fiquei muito feliz em ter te encontrado...na verdade.
___Na verdade foi uma surpresa pra mim também, ao contrário de você eu não estou nada feliz em ter te encontrado. Eu não imagine que o convite de Eleildes fosse justamente na sua empresa, sinceramente...eu não teria vindo.
___Luciana acho que precisamos conversar ___Breno se aproxima,mas Luciana se afasta indo ao outro lado da sala. ___Temos muito a conversar
___Não...não temos nada...a não ser a ajuda que a sua empresa dará a ONG, quanto ao resto...ficou enterrado...há 15 anos atrás,quando você trocou os nossos sonhos,pelo seu sonho...pelo visto você conseguiu...doutor Breno Sherman...você chegou lá
___Ainda não...ainda me falta uma coisa....me faltou você durante esses anos todos.
___Pelo visto,você continua ambicioso, não bastava a vice presidência do grupo você quer mais? A presidência é claro!! Mais isso é fácil pra você,você consegui sempre o que,quer...não é mesmo Breno.
___Eu entendo a sua raiva
___15 anos...15 anos que eu espero uma ligação sua...uma carta,sei lá...mas não o grande empresário estava ocupado demais,galgando postos não ia se importar com uma provinciana não é mesmo...
___Não é assim...ao menos esse não foi o meu objetivo,é que aconteceram tantas coisas,durante esses anos, mais eu nunca deixei de pensar em nós um só minuto durante esses anos,acredita em mim.
___Eu não acredito!!...acredito sim!! que você tinha outros planos em sua vida,como o noivado com a filha do dono da empresa...fiquei sabendo ,que será o casamento do ano.
___Não acredite no que Eleildes te disse.
___Oh Breno Sherman...eu não preciso que ninguém diga nada a mim, muito me admira você um homem tão importante...já saiu em todos os jornais,até lá em smalltown tem jornais sabia...todos lá sabem que o magnata esta prestes a se casar ,sabia que você é uma celebridade por lá, todos falam de você todos os dias...como você conseguiu o que quis...fica difícil esquecer você se todos falam como você se tornou um vencedor. Todos lembram de você...ao contrário...foi você quem esqueceu de nós...da sua cidade do seu povo.
___Você está enganada....Luciana eu me lembro de você sim.
___Lembra, como? Nos preparativos do seu casamento. Breno por favor, eu não vim aqui, ouvir as mentiras....a ultima mentira que eu ouvi foi há 15 anos ,naquela rodoviária,quando você me disse que ia voltar pra me buscar .e a onde eu te encontro? hein? as vesp espera do seu casamento .por tanto...poupe de suas mentiras , eu não vim aqui pra isso....
___Você não esta me entendo , eu sei que parece um absurdo, mas acredite em mim ___Ele se aproxima de Luciana ___ tudo que eu fiz. Tudo que eu faço e o que eu vou fazer , só tem um objetivo...nós dois...sim nós dois, porque depois que eu conseguir tudo o que eu quero....eu volto pra você.
___Mas... é um absurdo...eu não consigo entender, como uma pessoa chega a esse ponto....Breno, eu até acreditar nas pessoas, mais depois do que eu ouvi aqui,como é que você tem a cara de pau, de mim dizer tudo isso, estando noivo e prestes a se casar....eu...eu estou ....sem palavras Breno....meu Deus, como o dinheiro o poder muda as coisas, eu sabia que você era ambicioso, mais que chegasse a tanto... eu vou embora.
Breno a segura pelo braço.
____Espera....acredite em mim, eu te amo. Sempre te amei.___Tenta beija-la a força,.mais ela resisti.
___Me solta___Ela o empurra ___....eu não quero ouvir nada,aliás...nada do que vier de você me interessa senhor Breno Sherman... o que você pensa? Que pode manipular as pessoas assim, que basta uma conversa bonita e as pessoas esquecem tudo que passaram, foram 15 anos...15 anos de espera...todas as tardes eu ficava vendo o ônibus chegar,pra ver se você descia nele...mais eu fui uma boba ___ Luciana se emociona ___Como..como você pode fazer isso comigo? Eu não queria nada de você....nada!! a não ser que você me amasse,como eu te amei...que fossemos um casal....mais não!...a sua ambição falou mais alto,sempre falou não é verdade..durante esses anos..uma carta, não me escrevestes...uma só linha, um só telefone, depois com o passar do tempo...a ficha caiu, eu percebi que você não vinha,que não era e nunca foi seu plano voltar e me buscar...eu demorei muito percebendo isso, quando eu vi nos jornais a sua ascenção...o homem de sucesso...capa da forbes, até que eu vi a matéria falando do seu casamento,com a herdeira do grupo Maldonatto...eu fui tão burra que nem me dei conta que eu vinha pra ca...mas não pense que fosse te encontar,muito menos que você tivesse esse tipo de atitude.
___Você não vai me perdoa nunca, não é?
___Eu já te perdoei.... agora você tem que pedir perdão a Deus...porque se eu te conheço Breno...voce deve ter pisado em cima de muita gente pra chegar aqui,eu só espero que um dia...você se arrependa de tudo isso....porque se não será, tarde demais ___ Luciana pega a bolsa e sai...Breno ainda tenta ir atrás, mais acaba parando, ficando sozinho no escritório ele anda de um lado a outro...esmurra a mesa com fúria.
___Droga!!! Droga, droga ,droga ,droga... isso não podia acontecer ,não agora...se a Viviane descobrir essa mulher, pode colocar tudo a perder, eu preciso fazer alguma coisa, antes que eu perca o controle....eu preciso fazer alguma coisa e rápido...muito rápido.
ENQUANTO ISSO
Gessica ouvia tudo atrás da porta, depois ela entra assustada em sua sala.
___Meu Deus! Eu não acredito no que eu ouvi....que homem é esse? Que homem é esse meu Deus! ___Gessica fica paralisada.
NA SALA DE ELEILDES:
Ela estava em seu computador, quando a porta abre e entra Breno super nervoso
___Eu preciso falar com você Eleildes...e tem que ser agora?
___Nossa! Parece que viu um fantasma?
___Eu não estou pra brincadeira, é serio! Muito sério!!
Eleilde já sabia do que se tratava ,mais ficava calma, esperando apenas Breno disser ao que veio.
ENQUANTO ISSO:
Luciana entrava num quarto de hotel, estava nervosa...não conseguia ficar parada ,a conversa com Breno, havia te tocado muito...ela abre a porta do armário e pegas a mala ,joga na cama,mas ao mesmo tempo que ela joga as roupas na cama, ela desaba em lágrimas ajoelhando-se no canto da mesa.
___Porque meu Deus!! Por que?___ Luciana chora compulsivamente no canto da cama.
JÁ E NOITE
A conversa entre Breno e Eleildes estava acirrada.
___Você sabia sim, você fez de proposito.
___Ora Breno...como eu ia saber que você era noivo.
___Você não me engana, eu sei que você foi atrás dela, eu só não entendo o que você ganha com isso...você quer impedir o meu casamento com Viviane, é isso? Você quer conturbar o meu relacionamento?
___Ora Breno...você não é o centro do universo...eu nunca iria imaginar que você fosse noivo...o que eu ganharia com isso? Hein...me diga.
___Eu não sei...mais eu te conheço...você nunca se conformou em eu ter me envolvido com a Viviane...
___Ah não!! Você acha mesmo que é isso? Que eu estou com ciúmes de você com a Vivi...era so o que me faltava....olha aqui Breno...nunca, mas nunca ouvi, nem em meus piores pesadelos ..eu e você juntos? ___Eleildes começa a rir ironicamente
___Você sabe o que poderíamos ter vivido.
___Nunca!!! Eu e você juntos...olha aqui Breno....você pode ter caído nas graças de otto, mas quanto a mim...como homem...nunca...nunca ouviu bem...nunca me passou pela minha cabeça me envolver com você... saia da minha sala agora ,você pode ser o vice presidente da empresa, mais isso não te dá o direito de vir a minha sala com esse tipo de comportamento...por tanto ___ Eleildes abre a porta da sala ___ Saia agora...
___Pode apostar que se eu descobrir, que você esta por tras disso Eleildes,eu não respondo por mim.
___Isso é uma ameaça?
___Não ...é apenas um aviso... ___ Breno sai, Eleildes fecha a porta e começa a rir sozinha.
___Eu apaixonada por Breno...era só o que faltava..eu...eu...___Ela para de rir e fica seria __ É pelo visto a visita de Luciana mexeu muito com ele...isso é muito bom.
CORTA PRA
Em seu carro, Breno dirigia em alta velocidade, em sua mente esta as frases que Luciana tinha lhe dito, ele não respeita os sinais, ultrapassa os carros, cria situações complicadas, estava completamente sem noção do que estava fazendo.
NA MANSAO:
Otto chega a mesa e só encontra Viviane e Brunelly sentadas.
___Ué...a onde está Dora?
___Disse que estava com enxaqueca e não desceu.
___Eu vou falar com ela.... ___Otto sai
___Vivi...eu acho que você pegou muito forte com a sua mãe.
___Ah...quem manda ela se meter no meu casamento.. bem feito...e eu não disse nada de errado...disse.
___E se ela contar ao seu pai?
___Eu conheço meu pai, ele sempre fica do meu lado..sempre...hum nossa esse risoto esta uma delicia ___Vivi parece que nada aconteceu,mais Brunelly fica pensativa.
QUARTO DE DORA
Ela estava em pé,com um cigarro na mão...vestia um robe preto de cetim..a porta a bre,entra Otto.
___Não desceu pro jantar, fiquei preocupada.
___Sua filha...não contou?
___Mais uma das suas briguinhas...ora por favor Dora, eu pensei que já tivessem superado isso.
___Eu até tentei...mais a sua filha...ela...ela simplesmente tem o prazer de me ver por baixo, de me magoar...de jogar na minha cara, coisas ..meu Deus...eu criei essa menina como se fosse minha filha e o que eu ganhei com isso.
___Fale baixo...você não quer,que ela ouça.
___Por mim...pouco me importa...se ela vier a descobrir ou não, eu estou farta Otto ..farta das crueldades da sua filha...dessa mania que ela tem de se achar a melhor entre outras, e nem mim, que ela pensa que eu sou a sua mãe, ela me trata dessa maneira...meu Deus...esse casamento é uma loucura, ou melhor um capricho dela sim, de uma menina e mimada que sempre teve o que , e quer agora quer um marido.
___Vamos mudar de assunto. Eu não quero que ela descubra isso, temos um acordo. .esqueceu ?
___Não, não esqueci...todos os dias da minha vida, eu lembro desse acordo.eu troquei o meu filho...por sua filha.eu abandonei o meu filho legítimo pra criar a sua filha bastarda como alguém pode esquecer isso. Hein...como? me diga?__ Dora desabafa na frente de Otto que não tem palavras para ir de encontro a ela.
ENQUANTO ISSO
Breno continua tentando achar uma saída para a presença de Luciana nas empresa,temia que se alguém soubesse de seu noivado,poderia estragar seus planos,desnorteado,ele desce do carro e nem sente a chuva que caia torrencialmente na cidade, ele anda sozinho,desolado numa praça, em sua mente as frases que Luciana havia lhe dito “ eu imagino as pessoas que você pisou pra chegar a onde chegou “ era evidente que Breno estava ao mesmo tempo chateado com a presença dela,e ao mesmo tempo,um sentimento que ele havia guardado a 15 anos,estaria voltando, estaria ele sentindo algo por Luciana, ou era apenas medo que ela venha a estragar seus planos...a chuva aumenta e ele se encosta numa marquise e encontra um mendigo.
___Um esmola por favor...to com fome
___Vai trabalhar vagabundo....
___Mas eu estou com fome.
___E o que me importa? O mundo caindo na minha cabeça e vou me importar com um zero a esqueça...que morra de fome se depender de mim.
___O mundo pode estar caindo sobre a sua cabeça,mas a escolha foi sua.
Breno para e olha para o mendigo.
___O que você disse?
___Que no mundo há dois caminhos...o estreito que leva a Deus e o Largo que leva ao inferno, você quis o largo,conseguiu tudo o que queria,menos o que mais gostava.
___O que você sabe de mim, seu....desgraçado! quem é você?
___Posso não ser nada, mas também sei que você não é quem diz ser.
___Você não me conhece,não sabe nada da minha vida...
___Sei muito mais do que imagina ! sei que você fez uma escolha, certa ou errada...só você pode avaliar. Na vida as vezes nem tudo que queremos nos é permitido,porque nem sempre aquilo,que nos queremos não é aquilo que nos faz bem.voce fez a sua escolha...agora resta apenas avaliar se foi a certa ou não.
___Quem é você pra falar de mim assim, não me conheces,eu sou um homem muito poderoso, eu tenho tudo o que eu quero...você não passa de um João ninguém,um trapo humano...o que você pode saber de mim? Da minha vida hein? Eu sou rico entendeu!
E você...tem uma vida miserável...o que podes saber da vida...se você nem se quer tem uma você não passa de um pobre desgraçado.eu não! Eu sou um homem realizado.voc~e nem imagina a vida que eu tenho.voc~e mal tem o dia e a noite,olhe pra você...quem é você comparado a mim?

___Mas não sou eu quem esta andando na chuva de cabeça quente tentando resolver um problema.será que você é tão realizado assim?ou está com medo que seus planos não deem certo...há certos segredos....que deveríamos ficar guardado no passado,não é senhor rico?
___Escuta aqui?___ quando Breno vira-se para falar com o tal homem, não havia ninguém no local...ele se assusta, procura pelos cantos, mais nem sinal do homem __O que esta acontecendo comigo?___Breno fica tentando o que acabara de ouvir.tenso ele fixa o olhar no canto onde o tal homem estava, aquelas palavras estavam mexendo com a cabeça dele.
VOLTANDO AO QUARTO DE DORA
___Você não precisa jogar isso na minha cara, fizemos um trato..e seu filho está muito bem de vida.
___Pode ser...mais quem criou ele,foi a minha irmã, eu perdi os melhores anos da vida dele, não vendo ele caminhas, dar os primeiros passos,a primeira fala,enquanto a sua filha...eu dediquei muito mais a ela do que ao meu filho e o que eu recebo? Só engratidão ,desprezo . [..ela não me ver como uma mãe.
__O seu problema é que você fica implicando com ela...deixe a menina andar por suas próprias pernas.
___O seu mal é isso...você criou essa menina como um rainha,sem limites,ela não tem censo de certo e errado..ela acha que pode ter tudo o que,quer, você educou muito mal a sua filha e veja no que deu? Uma menina mimada,prepotente que acha que o mundo vive aos seus pés.
___Viviane é a única filha que eu tive...você nunca me deu outro filho,é natural que eu depositasse nela todas as minhas esperanças.
___Você sempre me acusa disso, eu tive culpa, depois do parto do meu filho,as pressas, eu tive complicações e nunca mais pude engravidar,mas isso não dá o direito de sua filha me humilhar...eu sempre fui uma boa mãe...
___Eu nunca disse ao contrário...mais Viviane esta nervosa com a festa do casamento é isso...tenha um pouco de paciência.
___Paciência ! ela me trata como se eu não fosse um nada!..eu não aguento mais ___Dorta abraça Otto Chorando.
___Calma...eu vou falar com ela,você vai ver, tudo vai voltar ao normal.___Os dois ficam abraçados no quarto.
APARATMENTO DE BRENO>
Ele chega todo molhado...após se enxugar..ele abre o armário rever as fotos de Luciana, depois pega seu telefone e disca rapidamente.
___Gésica...sou eu...eu quero saber a onde Luciana esta hospedada? Isso....E eu quero saber agora...eu espero ___Breno fica esperando __Ah no Wandorf Astória...ok obrigado__Desliga..imeditamente ele troca de roupa e sai..em seu carro ele estava pensativo no que ia dizer a ela...ele pára diante do hotel...fica alguns minutos,depois entra...na recepção.
___Boa noite, eu gostaria de saber se há uma hospede com o nome de Luciana Palmer.
___Um momento senhor ___A recepcionista reconhece Breno__Senhor Breno..a quanto tempo....
___Bom dia Kátia, eu preciso falar com Luciana Palmer ela está hospedada aqui.
___Um momento senhor...ela está no 116
___Não precisa interfonar não,eu vou direto...e quanto aquele seu pedido...não se preocupe...estou vendo um cargo a sua altura.
___Eu agradeço senhor.
Breno segue até o elevador....ao entrar ela olha o relógio..e observava a chegada do andar...a porta do elevador abre..Breno passa pelos corredores até chegar a porta. Ele hesita um pouco e bater a porta. Dentro do quarto de hotel...Luciana sem esperar vai abrir a porta.
___Luciana precisamos conversar.
Luciana pára diante de Breno ali na sua frente. Clima tenso entre os dois.

PRÓXIMO CAPÍTULO:
Breno tentará de tudo para impedir que Luciana conte sobre seu passado com ela..em contra partida Dora não aguenta mais as insinuações de Viviane e decide revelar o seu grande segredo,para desespero de Otto...Já Breno nem imagina que Lealdo e Luciana passaram a ser grandes amigos e um sentimento começa a nutri entre os dois, Breno se sente ameaçado e um certo sentimento de Ciúmes começa a aparecer no coração duro do ambicioso empresário




Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Começar de Novo || Capítulo 4
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Webs Encerradas :: Finalizadas :: Começar de Novo-
Ir para: