InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Salamandra/ 23° Capítulo- Sapatona planeja fazer uma rebelião na Penitenciaria não percam!!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Wilson Bernardo

avatar

Idade : 34
Cidade : Santa Isabel

MensagemAssunto: Salamandra/ 23° Capítulo- Sapatona planeja fazer uma rebelião na Penitenciaria não percam!!!   20.07.14 23:40



Salamandra
23° Capítulo
1° parte:
Externa, Plano Geral, Interna, Penitenciária Sant’ Ana, noite, Fundo Musical de: “James Newton Howard/Goodnight”.
Sapatona segura firme no braço de Roberta, muito suspense, clima de tensão, cores frias predomina a cena.

Roberta- Será que nada comove este coração? Será que você não tem sentimentos? Eu não posso usar essa droga, eu não quero!

Sapatona- Me dando lição de moral sua cadela? Quem? Quem você pensa que é? Sua mala sem alça olha aqui sua muquirana, se quiser sobreviver por aqui tem que ser do meu jeito, do jeito que eu sempre ordenei que fosse, porque aqui nessa merda eu mando, eu dos às cartas, firmeza? O que ta achando, aqui neste bagulho ninguém tem vida mansa, agora chega e cheira isso!

Roberta- Não! Não! Por favor, não me torture assim. (Roberta então torna a chorar se ajoelha). ...Eu imploro por tudo que você ama ou amou nesta vida não me obrigue a fazer isso, eu te peço de joelhos. (Sapatona da varias gargalhas e empurra Roberta ao chão).
Sapatona- Imprestável! Sua vadia dos infernos, burra! (Sapatona chuta Roberta sem piedade). ...Pode passar dia pós dia eu sempre serei sua sombra onde quer que esteja eu sempre vou estar presente e jamais ficara livre, Hahaha !!! Hahaha!!! Hahaha!!! (Corta Para):


CTA, Externo, Noite, Plano Geral, Câmera Aérea passa para Plano Médio, Interno, Departamento Pessoal, Fundo Musical de: Maldição do Mal/ Alberto Rosenblit.
Mônica tira cópias dos memorandos de Gerald ela pega uma folha.

Mônica- O que? Mas o que ele... Estes memorandos nunca foram enviados ao Departamento Judiciário, Gerald esta sonegando impostos! Desviando rendas a uma conta bancaria? Retendo dividas interna na CTA? Memorandos com assinatura de Roberta Marques? Mas como a... Impossível que a Dona Roberta tenha coragem de ter assinado memorandos colaborando com esta sonegação? Vou pegar todas as copias! (Câmera se Mexendo, suspense Mônica pega as copias e coloca em sua pasta, Corta Para):

   Mansão Pellegrini, Noite, Externa,  Jardim, Fundo Musical de: “Dead Can Dance/ Persephone”.



Annetta fecha as portas da Mansão, hesita, suspira decidida e coloca um negro véu sobre a cabeça e na calada da noite se vai a meio a serração que se forma entre a negra fria noite, atenta olhando para traz e do outro, Interna, Interna, Sala de Estar.
Carmela olha para os lados, percebe que não há ninguém na Mansão, sobe as escadas em seu quarto tranca a porta, olha para seu closet se desprende da porta caminha lentamente até seu closet e abre joga seus sapatos sobre o chão colocando as luvas sobre mãos, Câmera Detalhe nas mãos de Carmela que pega uma pasta negra e fica a olhar para a pasta.

Carmela- Esta aqui! Esta pasta nunca pode sumir, preciso encontrar outro lugar para ela, eu preciso guardar esta pasta num lugar onde ninguém jamais saberá o que nela tem se após a vida existe a morte, se do homem vira ao pó, então?... (Carmela hesita levanta-se Foco em Zoom In em Plano Fechado em Carmela que abraça a negra pasta). ...Preciso enterrar este mistério, este passado em troca da minha das outras vidas, segredos terríveis estão por aqui!

2° parte:
Externa, Plano Geral, Interna, Penitenciária Sant’ Ana, noite, Fundo Musical de: “James Newton Howard/Goodnight”.





Lena chega e interrompe as gargalhadas de Sapatona quanto que Roberta chora caída ao chão:

Lena- E ai beleza? Deixa eu te falar, meu vem aqui, vai ficar ai mesmo pras outras escutarem?

Sapatona- O que é que é meu não posso ter um tempo de descontração? Anda fala logo.

Lena- É sobre aquele bagulho, você... (Sapatona e Lena olham para Roberta, Lena olha para Sapatona). ...Mano você confia muito nesta cadela ai na sua sela sabia, porque você não a mata? E coloca a culpa na Gertrudes coloco sonífero na bebida dela e ponho as impressões digitais na faca eu não aguento aquela velha gaga na minha sela.

Sapatona- Eu tenho um plano melhor sabia, mas por enquanto não vem ao caso e ai você passou as ordens para outras? Lena! Lena! Se houver falhas eu mesma me encarrego de matar uma delas estou louca para fazer isso, tu sabes que eu posso tudo aqui dentro né meu?

Lena- De boa Sapata, ta tudo suave, daqui a quatro dias estaremos livres desta maldita cadeia! (Sirene toca locutora avisa).

Locutora- Atenção senhoras detentas, saiam de suas selas enfileiradas com seus números de identificação, o café da tarde será servido. (Todas as detentas formam uma fila e seguem ate o refeitório).
Rosinha se aproxima de Roberta.

Rosinha- Nossa como você esta abatida amiga... Eu sei que você não estava com aquelas drogas no bolso foi uma armação da Sapatona para te colocar na solitária, ela é assim mesma filha do capeta, e quando ela fica quieta, oberva ela conversando com a Lena.

Roberta- Estou desesperada! Ela queria me obrigar a usar drogas, e pedi tanto a Nossa Senhora de Fátima que me livrasse de mais um ato monstruoso e minhas preces fora atendidas. Gente ela deve ter um ponto fraco não é possível e quem é esta Lena?

Rosinha- Lena era uma caminhoneira que transportava toneladas de drogas para fora do país na divisa de Paraguai e Uruguai, na divisa de Amazonas e do Acre, ela pegou 30 anos de cadeia em regime fechado, é a pau mandada da Sapatona e com certeza estão planejando outra rebelião. (Roberta fica atônita).

Roberta- Pode ser mesmo hoje quase ainda agora ela foi lá a minha sela antes da sirene tocar, elas ficaram conversando baixo e olhando para mim desconfiadas.

Rosinha- Por favor, amiga você que esta grávida tome cuidado, ela é monstruosa, outra vez ela enganou uma pobre moça, ela colocou solda cáustica na bebida dela, morreu ela e o bebe, nunca vou me esquecer deste dia, e outros atos bárbaros que ela comete.

Roberta- Eu preciso descobrir quem é esta verdadeira Sapatona.

Rosinha- Olha observa a Josefa se aproximando dela, aposto que vai pegar drogas, não disse! (Câmera se Mexendo, Josefa pega um saquinho com pó branco e não percebendo que esta sendo observada se retira daquele ambiente Fundo Musical de: “Alberto Rosenblit/ Perseguição).

Roberta- Rosinha fique ai, eu vou segui- lá, eu vou vencer esta batalha! (Roberta segura nas mãos de Rosinha).

Rosinha- Não vai até la Roberta pode ser perigoso e se aparece a Sapatona junto daquela drogada da Lena?

Roberta- Confie em mim amiga, já que aqui é a lei da selva que vença o melhor porque eu acredito que podemos derrubar a torre, me deixe ir. (Roberta segue Josefa sem que ela perceba, Josefa olha para traz Roberta se esconde entre um dos pilares a sombra de Josefa percorre o corredor assolando Roberta, Câmera Detalhe nos olhos de Roberta assombrados pelo medo, Zoom In em Josefa que percorre o corredor, Roberta fica parada entre um túnel e se esconde em umas das pedras, Josefa senta sobre o chão de terra pega uma tampa coloca um pó sobre a mesma e enrola um papel branco e auspiosamente cheira todo o pó, Câmera se Mexendo Foco em Plano Fechado sobre Roberta que atônita assistindo toda a cena à expressão é de pavor e medo, Corta Para:

CTA, Externo, Noite, Plano Geral, Câmera Aérea passa para Plano Médio, Interno, Departamento Pessoal, Fundo Musical de: Maldição do Mal/ Alberto Rosenblit.

Mônica guarda os documentos no Box de Gerald senta nervosa em sua mesa toma um copo de água, nervosa, a porta do elevador abre Gerald sai frio calculista se aproxima da mesa de Mônica e fica a olhar para esta.

Mônica- O que foi algum problema seu Gerald? Seu Box, suas pastas e anotei também as ultimas ligações...

Gerald- A vida de cada um Mônica se resume numa estrada em uma curva onde alguém pode sair ferido... Quando digo estas palavras o que quero passar?

Mônica- Seu Gerald eu não sei do que esta falando você fala difícil eu não compreendo seu português...

Gerald- Tola! Falamos a mesma língua, estou falando do perigo eminente não se faça de sonsa eu sei que esta escondendo alguma coisa, e saiba que se estiver armando para cima de mim eu acabo com você num estrelar de dedos.


Mônica- Esta me ameaçando seu Gerald?

Gerald- Pior que isso fique longe de coisas que você desconhece Mônica ou vai sair como Lucia morta!!! (Gerald pega seu Box e vai para sua sala, Mônica fica nervosa, pega o telefone tremula).

Mônica- Juca? Juca sou eu, por favor, estou com medo, estou com medo. (Câmera se Mexendo Gerald faz uma ligação).
Gerald- Romano? Romano, preciso que você venha em minha sala, agora!

Romano- Gerald! Acabamos de conversar na hora do almoço e eu estou aguardando uma ligação importante.

Gerald- Importante Romano é o que tenho para falar um minuto em minha sala à situação é inadiável, agora! (Corta Para).


3° parte:
Mansão Pellegrini, Noite, Externa/ Interna, Corredor dos Quartos, Fundo Musical de: “Dead Can Dance/ Frontier”.



Cidinha abre a porta do quarto de Annetta e uma força o a puxa para dentro de o quarto, porem a porta é trancada, vozes gregorianas, Cidinha esta dentro do quarto de Annetta esta fica paralisada com as cenas que vê.
Risadas surgem do nada, a janela abre se sozinha entrando um forte vento, as cortinas saltam para o alto, uma prece judaica ecoa sobre o quarto, acendem se as velas vermelhas a imagem do demônio vira o rosto sentido a Cidinha, que tenta gritar, mas é impedida por forças ocultas, rasga lhe a cruz pendurada em seu pescoço e do fogo vira ao pó, e uma negra senhora aparece esta então segura sua mão direita aponta com o dedo indicador até a extremidade do fim do “M”, que se forma na linha da vida.

Velha Iansã- Ele esta voltando porque ele é filho de Xangó, e samba sua vida na armadilha maldita! Samba sua vida na armadilha maldita He lê, lê...   (A velha Iansã bate três palmas e Cidinha acorda assustada e grita).

Cidinha- Não! Não! Nãooooooo! (Imediatamente Manolo levanta-se e vai ao quarto de Cidinha).

Manolo- Cidinha esta tudo bem? A porta de seu quarto esta trancada!

Cidinha- (Confusa passa a mão no pescoço sua cruz continua no mesmo lugar, esta toma um copo de água). Só um minuto vou me repor. (Cidinha abre a porta e abraça Manolo).

Cidinha- Por favor, estou com medo eu estava no quarto de Dona Annetta e vi coisas satânicas e com ele o candomblé, e agora estou aqui no meu quarto, o que foi porque esta me olhando assim esta achando que sou louca?


Manolo- Não disse que era louca, é apenas cansaço físico e mental.

Cidinha- Pera ai eu achando que você veio ficar aqui em meu quarto pra me proteger desta Mansão mal assombrada e fica zombando de mim, sai do meu quarto agora!

Manolo- Como você pode ser tão presunçosa, venho lhe ofertar minha solidariedade e é assim que me recebe? Sua ingrata! Estúpida!

Cidinha- Vai some daqui seu velho mal humorado.

Manolo- Só não irei lhe retribuir os verbos porque não me compete, se me der licença.

Cidinha- Já foi tarde! (Bate a porta de seu quarto e senta frustrada em sua cama)... Eu não sonhei tudo foi uma realidade um aviso e porque no quarto da aranha? Corta Para:

CTA, Externo, Noite, Plano Geral, Câmera Aérea passa para Plano Médio, Interno, Departamento Pessoal, Fundo Musical de: Maldição do Mal/ Alberto Rosenblit.

Romano vai até a sala de Gerald:

Romano- Então Gerald o que esta havendo?

Gerald- A principio nada, mas pode ser que venha a acontecer.

Romano- E o que de tão grave pode acontecer? Cesar descobrir que fraudamos a empresa e que colocamos o nome da “Burra”, da Roberta nos documentos?


Gerald- Estou desconfiado, não sei bem, mas estou com mau pressentimento e algo esta me assolando de uma forma que eu seria capaz de matar! (Romano senta sobre a cadeira e ironiza a situação).

Romano- (Sorriso debochado)... Assim como foi com a Lucia?
 
(Câmera se Mexendo, Foco em Romano direto e frio, Foco em Gerald inconformado com que acaba de ouvir).

Gerald- Você bebeu caiu e bateu a cabeça numa pedra ou o que? Por que isso agora Romano?

(Encerramento com a música de: “Dead Can Dance/ Frontier”).


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Wilson Bernardo

avatar

Idade : 34
Cidade : Santa Isabel

MensagemAssunto: Re: Salamandra/ 23° Capítulo- Sapatona planeja fazer uma rebelião na Penitenciaria não percam!!!   22.07.14 0:03

Será Gerald o mentor do primeiro crime? Qual é o mistério de Cidinha após uma revelação feita por uma mãe de candomblé?
Qual seu personagem favorito? Comentem sugestionem, qual seu personagem favorito e qual é o mais odiado? 

E você já tem seu suspeito?  Deixe seu comentário responderei com maior prazer, mas não me peça para revelar quem mata este segredo sera levado até o ultimo capitulo, mas participe quem sabe o escolhido por você é quem mata.  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Salamandra/ 23° Capítulo- Sapatona planeja fazer uma rebelião na Penitenciaria não percam!!!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Novelas :: Salamandra-
Ir para: