InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Começar de Novo || Capítulo 11

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
valdir sales pitombeira

avatar

Idade : 49
Cidade : ARACAJU

MensagemAssunto: Começar de Novo || Capítulo 11   25.02.13 15:07

DECIMO PRIMEIRO CAPITULO
Continuação da cena anterior.
___Mas porque você pensa isso amiga?
___Eu não sei, mas eu acho que ele descobriu?
___Descobriu o que! Do que você esta falando?
___Jéssica, me prometa que você não vai contar a ninguém o que eu vou te contar agora?
___Você esta me assustando Eleildes.
___Confia em mim.... mas antes....precisamos ir a um lugar.
___A onde?.
No apartamento de Lealdo:
Ele recebia uma ligação misteriosa.
___Então ela já foi solta...ótimo...ótimo,tudo bem eu já sei como fazer..obrigado,não se preocupe eu cumpro com os meus compromissos. Nos vemos mais tarde.___Desliga ___òtimo, está tudo do jeito que eu quero.Eu só preciso que ela denuncie o Breno o quanto antes ___Fica pensativo.
ENQUANTO ISSO NUM SHOPPING:
Numa loja de revelação de fotos, Eleildes e Jéssica chegam juntas e conversam com uma balconista.
___Boa tarde.. eu gostaria de pegar uns negativos de umas fotos que eu mandei revelar aqui...tem uns dias atrás...será possível?
___Sim...me diga seu nome senhora
___Eleildes Smith.
___Um momento senhora ___ A balconista entra, enquanto Eleildes ficava ansiosa com a revelação dos negativos.
No apartamento de Lealdo, ele estava contente com o que estava acontecendo, quando toca a campainha , ele passa pela sala e abre a porta e dar de cara com Viviane.
___Eu posso falar com você ? ___ lealdo abre mais a porta do apartamento ,Viviane entra calada ___ Eu imagino o que a trouxe aqui.
___Me arranja um drinque...acho que uma vodka dupla.....caia bem
___Claro...fique a vontade ___ lealdo vai preparar o drinque.
Enquanto isso num bar qualquer, Breno chegava de carro, estaciona e entra, havia algumas mulheres dançando num pequeno palco...Breno se aproxima de um bar man.
___Um uísque duplo sim ___ O bar man prepara o drinque e entrega a Breno, ele vira-se e fica olhando as dançarinas, quando um homem ao seu lado interrompi a sua visão.
___O mundo caiu, não foi? ___Breno vira-se..e dar de cara com o tal homem
___Ah não!! Você de novo...cai fora cara to precisando ficar só.
___Não é fugindo dos problemas, que você vai resolve-los, encare de frente!
___O que você sabe de mim? Hein ?
___Eu já disse...tudo.
___Ah é tudo...pois então...vamos lá diga...já que você diz que sabe tudo de mim, me diga..o que esta acontecendo.
___O seu mundo caiu...de repente você percebeu que tudo que você fez não vai adiantar em nada, que tudo que você acreditava caiu por terra. e que as pessoas desse mundo que você acha que é o melhor, não são seus amigos e aliás nunca foram.
___Ah é isso...cai fora...isso não prova nada...nada.
___Quem diria o lealdo...filho da Dora ___ Breno para ao ouvir isso.
___Espere ai...como você sabe disso?
___Eu sei de tudo...e posso lhe ajudar....claro!! se você quiser ___ Breno fica sem ação diante das afirmações do tal homem misterioso.
Voltando ao apartamento de Lealdo.
___Desde de quando você sabia que era filho de Dora?
___Tem um ano, mais ou menos.
___Sei...e porque você nunca me disse, estávamos noivos.
___Sim, mais eu tinha um trato com Dora ,ela não queria que ninguém soubesse muito menos o Breno, e foi ai que você me trocou, trocou pelo Breno, esqueceu?
___Eu peguei você com uma prostituta na sua cama, o que você queria que eu fizesse...que aceita-se.?
___E foi correndo pros braços do Breno.
___Eu estava carente, com raiva de você foi isso, mais eu sempre gostei de você___ Tenta se aproximar
___Agora você gosta de mim?
___O que você esta querendo insinuar?
___Que agora que você sabe que eu também terei direito a herança da Dora e posso prejudicar seus planos em relação as empresas.
___Era só que faltava...a sua parte na herança não me diz respeito nenhum, quem é você para achar que terá algum direito nas empresas? Eu continuo sendo a única herdeira do grupo ouviu bem. A única.
___Será? ___ Viviane pára
___O que você quer dizer com isso?
___que há um acordo entre Dora e Otto...
___Eu não sei de acordo nenhum.
___Pois eu vou refrescar a sua memória.. o acordo é simples, Otto irá me reconhecer como filho dele também, por tanto...a herança será divida em duas partes.
___Ele não faria isso! Isso é um blefe seu. .isso sim.
___Quer apostar? )___ Viviane se mostra interessada.
MINUTOS DEPOIS:
No apartamento de Jéssica Eleildes mostra as fotos de Breno e Brunelly juntos.
___Então, ele teria ou não razão para me sequestrar.
___Mas eu não acredito. Os dois juntos...ela é a melhor amiga da Viviane
___Conhecendo o Otto, como eu conheço...ele jamais permitira uma traição do Breno...principalmente com a Brunelly.
___O que você pretende fazer com essas fotos?
___Mostrar ao Otto. É claro!.
___Mais antes eu preciso ir a um lugar, me acompanha?
___A onde?
___Na delegacia...eu vou denunciar o Breno
___Eleildes, pense bem no que você vai fazer?
___Eu já pensei...depois eu mesmo levarei as fotos para o Otto...
___Amiga...você não tem provas contra ele,pense bem!
Eleildes levanta-se, vai a janela e vira-se.
___Eu já pensei...hoje mesmo essas fotos,estarão nas mãos dele...dessa vez Jéssica...eu acabo com o Breno...de uma vez....por todas. ___ Clima tenso, Eleildes se mostra determinada a destruir o Breno a qualquer custo.
NA DELEGACIA>
O delegado ouve atentamente as explicações de Eleildes em relação ao sequestro. Minutos depois dois carros da policia chegam a um local abandonado.
__A senhora tem certeza que é esse o local?
__Como eu poderia esquecer....eu me lembro muito bem,foi aqui, que eles me soltaram...bem aqui ___Mostra o local.
___Homens por aqui ___Os policias entra na mata para achar a casa abandonada.eles avistam a casa, toda queimada, eles começa a pegar alguns destroços para análise...Eleildes e Gessica assistem a tudo.
___Eleildes, você tem certeza que está fazendo a coisa certa...isso será um escandalo para a empresa:
___Eu sei...e sei também que o Otto ficará contra mim, mais eu não posso e não vou deixar isso em branco...não vou o Breno passou dos limites, e ele vai pagar por isso.Pode apostar ___Os policiais continuam a procura, de longe usando um binoculo..um dos capangas de Lealdo observava tudo e rapidmente ligava no celular.
___Os policiais chegaram a casa senhor...isso estão vasculhando tudo...o que eu faço? Sei....sei tÕ entendendo..pode deixar ___O homem desliga o telefone e se afasta se aproximando mais e mais da casa.os policiais pegam varios objetos jogados no chão...

NUMA RUA TRANQUILA DE NOVA IORQUE.
Breno e o tal homem conversam enquanto andam lado a lado.
___Você acha que eu devo fazer o que?
___nada! Nada do que você vier a fazer vai mudar os rumos da história,.
___nada, o mundo esta caindo sobre a minha cabeça e eu não posso fazer nada? E ficar de braços cruzados
___Você não pode mudar o que esta escrito....você entrou num ninho de cobras meu rapaz....agora..aguente. voce entrou no ninho da serpente meu caro...onde todos...todos,só tem um objetivo e você sabe bem qual ´´e?
___Imagino !! a minha cabeça?
___Exatamente!
___Eu não vou ficar aqui de mãos cruzadas.?
___nada do que você fizer, ou tentar, vai mudar as coisas.
___Então eu não vou assumir a presidência do grupo.
___Eu não disse isso.
___Mas e agora o que eu faço ____Eles param...o homem fica de frente a ele e coloca as mãos em seu ombro.
___Nada...deixe as coisas simplesmente acontecerem.
___Eu não sou homem de desistir das coisas, eu lutei muito pra estar onde eu estou e eu não vou abandonar tudo, por causa de um filho bastardo.
___Você fez as suas escolhas, agora você tem que encarar elas de frente é o seu destino. voce já imaginou se você não tivesse pego aquele ônibus? Talvéz a sua vida tivesse sido outra.
___Numa cidade pequena, sem chances nenhuma de crescimento...não...eu fiz a escolha certa e se eu cheguei a onde eu cheguei...foi por sacrifício meu e eu não cheguei até aqui pra desistir
___Nem sempre as aparências são as mais vistas, as vezes o que parece ser uma vida simples,pode se tornar uma vida plena, seja de realizações...de acertos...você não deu a chance a você mesmo de viver isso, de viver com pessoas que gostem de você pelo que você é e não pelo que tem
___Em que mundo você vive...hoje em dia ninguém tem consideração a ninguém...eu não vou negar que eu tive que passar por cima de muita gente pra chegar aqui...sabe porque? Porque se eu não tivesse feito isso...era a mim que estaria na sarjeta hoje era a mim que estaria nas ruas pedindo caridade.por tanto não me venha agora dizer que há pessoas boas neste mundo, porque eu posso assegurar que não há...é todos, contra todos, mais e difícil pra você entender isso.
___talvez queremos muito e não temos nada, meu rapaz me responda...sinceramente do fundo do seu coração...você é feliz, vivendo com pessoas que você sabe que te odeiam e vivem querendo te derrubar?
___Isso se chama inveja.
___Isso se chama destino.
___O meu destino eu faço, eu sempre fiz.
___A gente sempre acredita naquilo que nos é fácil, mas na verdade ninguém é dono do seu destino a não ser ele....Deus!
___Eu fiz o meu destino, eu tracei uma meta e veja onde eu cheguei.
___Voce acha mesmo que chegou aqui por sua própria vontade.
___E não?
___Você acha mesmo, que a decisão de pegar aquele ônibus foi sua?
___E não?
___Ele deixou...concordou apenas.___ O homem aponta para cima
Breno não se conforma e contra ataca
___E por que ele fez isso? Por que ele sabia que eu ia chagar lá
___Isso se chama o livre arbítrio. A decisão foi sua sim, de fato, mas ele concordou...se ele não concordasse você acha mesmo que chegaria aqui.
___E porque ele fez?
___São perguntas, que eu não posso responder...não estou autorizado
___Autorizado __Rir __ O que você .é .um espécie de anjo?__Rir
O tal homem fica serio, Breno também percebe que algo esta por traz disso. ___você não vai me convencer que você é um anjo..não! era só o que faltava...você um anjo? Então eu sou quem...o papa?
___O que você queria...asas...aureola na cabeça. .essas coisas?
___Eu sou agnóstico....sabe o que é?
___Claro!! Pessoas sem religiões definidas, isso não o faz um ateu que você precisa acreditar é que...todo os nossos passos, não são nossos, e se você conseguiu chegar a onde chegou e por que ele assim o quis. Você faz as escolhas, mas ele permitiu.
___E agora? O que eu faço? Desisto de tudo?
___Nao...apenas aceite as coisas como elas são...você terá uma surpresa em breve e terá todas as suas respostas, enquanto isso não acontece...apenas deixe as coisas acontecerem....as vezes o que está ruim, pode piorar ainda mais!
___Um momento...você fala de coisas que eu não entendo e se diz anjo ..anjos tem nome, qual é o seu?
___Morfeu ....meu nome é morfeu
___Olha escuta aqui...diz lá pro seu chefe...que eu não vou desistir não tá, eu fiz e faço e farei sempre as minhas próprias escolhas tá ___Quando Breno Vira-se Morfeu desaparece ao seu lado, ela procura pelos lados e nada __ Mas a onde ele foi? Era só que me faltava....um anjo em minha vida...pode!!
NA MANSAO
Otto estava vendo as fotos, trazidas por Eleildes, clima triste...Otto estava calado..ele deixa cair as fotos por entre as suas mãos. Eleildes pega as fotos do chão.
___Eu lamento muito senhor Otto, ser a portadora disso. Mas eu acho que o senhor precisava saber ..que esse Breno não presta,e tem mais...eu o denuncie a policia.
___Voc~e acha mesmo que ele mandou sequestrar você
___Eu tenho certeza senhor Otto.quem mais queria evitar que eu entregasse essas fotos ao senhor...hein? só pode ser ele...eu lamento..sei que isso vai trazer problemas a sua empresa, afinal de contas ele é o vice presidencia, mais eu não poderia deixar barato senhor...
___Tudo bem Eleildes,eu também não poderia impedir isso...o Breno tem que assumir seus erros, embora eu acho que não teria sido ele.
___Mas senhor...quem garante que não foi ele mesmo?sim porque ele sabia que,quando eu mostrasse essas fotos ao senhor....o caso dele com a Brunelly ia ser descoberto, e ele esta prestes a se casar com a sua filha.
___Não haverá mais casamento.
___Como? O senhor vai destitui-lo do cargo e cancelar o casamento?
Otto interrompi Eleildes
___Eu quero ficar Por favor.
___Claro...claro!! ___ Eleildes abre a porta e sai, Otto vai a janela, olha a vista, aquela revelação havia mexido muito com ele, depois de alguns minutos ele sai, batendo a porta do quarto, desce as escadas, Alfred estava na ponta da escada.
___vai sair seu Otto? __ ele não diz nada, passa calado, abre a porta se dirige ao jardim, indo em direção a garagem,. onde entra em seu carro e sai em alta velocidade. Durante o percurso Otto relembrava dos momentos com Breno, os primeiros dias na empresa, os diversos contratos que eles assinaram juntos...para Otto seria a maior decepção dele.
Apartamento de Breno, ele entra, estava visivelmente abalado, tirava a gravata, jogava a sobre o sofá e se dirigia ao bar, onde se servi de um uísque, tomava logo, uma, duas, três doses em seguida, quando ouve bater a porta.
___Já vai...já vai ___ ele abre a porta e encontra Otto ___ Otto!!! Que surpresa boa...entre...aceite um drinque?
___Posso entrar?
___Claro!! Pode entrar sim.
___Se não for pedir muito, tem outra dose dessas?
___Tem sim....entre....sente-se fique a vontade. ___ Enquanto Breno colocava a dose de uísque, Otto olhava todo o apartamento.
No apartamento de Jéssica.
___Contei tudo mesmo;
___Do sequestro também?
___Disse...ah Jéssica, cansei...cansei de ver o Breno se dando bem em tudo, eu quero ver ele agora como ele vai se sair dessa? Ah...quero ver.___ Eleildes se mostra feliz
VOLTANDO AO APARTAMENTO DE BRENO
___Obrigado __ Otto recebia o uísque de Breno ___
___Espero que goste...sei que gosta de um Martine bem preparado.
___Você sabe muito sobre mim, não é?
___Eu tive um bom professor...mas me diga...o que o traz aqui.?
Otto coloca o uísque na mesinha da sala ,da alguns passos e vira-se
___É verdade, eu te ensinei muitas coisas, como ganhar clientes, como se vestir bem, se comportar em lugares finos, como apreciar uma boa comida num bom restaurante.. te ensinei a arte do empreendedorismo te ensinei a descobrir bons vinhos te ensinei a viajar.. a escolher hotéis...fazer roteiros, te ensinei até preparar o meu martim e
___A onde o senhor quer chegar senhor Otto?
___Entre tudo que eu te ensinei. E não foi poucas, mais uma delas.. uma delas eu tenho certeza que não te ensinei.
___O que Otto?
___Mentir pra mim...eu te dei tudo, que eu podia te dar...te eduquei como um filho...aliás, como eu sempre te vi, como um filho e o que eu pedi em troca? Nada..nada a não ser confiança, eu confio em você...ou seja...confiava, mas você traiu da maneira mais sórdida que um homem pode trair outro...me apunhalando pelas costas.
___Eu não estou entendendo Otto...a onde eu te enganei?
___Dentre todos os meus ensinamentos, conselhos, dinheiro, prestigio, fama, eu te dei o meu maior tesouro...a minha filha, por que eu acreditava que depois que eu fosse dessa pra melhor, você cuidaria dela...eu sei que eu fui um bom papai, mais papariquei ela demais ..e ela precisava de um homem igual a você...pra cuidar dela, quando eu parti, eu não pedi a você que a amasse...claro que não, mais ao menos...que a respeitasse, mim respeitasse
___Otto va direto ao assunto ,não sou homens de rodeios.
___Desde de quando você e Brunelly estão juntos.___ Breno fica sem ação,o caso dele estava sendo revelado.
___Eu não sei do que esta falando Otto?
___NÃO MINTA!!! Eu vi as fotos...o que você pretendia? Se casar com a minha filha e ser amante da melhor amiga dela?
___Otto eu posso explicar.....
___explicar o que? Eu não estou aqui querendo a sua fidelidade com a minha filha, mais que ao menos...que tivesse casos fora do nosso ciclo de amizade...a Brunelly é madrinha do seu casamento. É praticamente uma menina, é filha de um grande amigo meu ,imagine se essas fotos caem nas mãos dele? Como eu ficaria, como ficaria a Vivia a minha família, você não pensou nisso não é? Claro !! o seu prazer estava na frente de tudo ,e uma das coisas que eu mais te ensinei...foi ter escrúpulos...mas pelo visto essa aula não foi o suficiente eu não posso confiar a minha filha...num homem que eu não confio.
___O que você quer dizer com isso?
___Que não haverá mais casamento. Você não é homem para a minha filha, não mais ___ Close em Breno estarrecido. Otto ia saindo
___Otto eu...
___Ah...tem mais ___ Otto para antes de sair ___ Eu não posso manter um vice presidente que não confio...você esta destituído do cargo, amanhã mesmo comunicarei aos acionista...boa noite
___Otto...por favor me ouça.
___Entre as lições que eu te dei, uma delas você sabe...eu não volto atrás em minhas decisões....está decidido. Boa noite ___ Otto sai. Breno desaba no sofá, sabia que o mundo estava caindo sobre sua cabeça e ele não tem como escapar.
NA MANSAO
Otto contava a Dora a conversa que ele teve com Breno.
___Eu não acredito que você teve a coragem de fazer isso.destituir o Breno, em toda a minha vida eu jamais mpensaria que isso fosse acontecer, ele era seu homem de confiança.
___Era...não é mais, ele traiu a minha filha...me traiu...traiu a mim, que aopostei nele todas as fichas, fiz ele ser o que ele é hoje...eu posso aceitar tudo do Breno, menos traição...menos traição.
___Eu estou pasma, jamais pensei que faria isso.
___Eu precisava fazer isso. O Breno traiu a minha filha....me traiu, ele manteve um caso com a Brunelly...a madrinha do seu próprio casamento...ela é filha de um grande amigo meu, como queria que eu aceitasse isso?
___E Viviane...ela já sabe?
___Não...mais amanhã...eu conversarei com ela.
___Meu Deus.!!!..essa semana foi terrível, o que mais falta acontecer?
___Foi melhor assim...eu não teria paz deixando Viviane se casar com o Breno, eu perdi a confiança nele.
___E o caso de Eleildes? Você acha que foi ele quem a sequestrou?
___Eu não sei...Eleildes vai tomar as decisões que ela achar melhor.
___Ele pode ser preso?
___Se for provado...sim
___E você? Não vai ajuda-lo?
___A empresa tem bons advogados, se ele precisar....pode usa-los...boa noite ___Otto deita na cama, se enrola e vira-se para dormir...Dora fica pensativa.
TRÊS DIAS DEPOIS:
Eleildes estava em seu apartamento,quando recebi um telefonema
___Encontraram eles? Sei..sei...to indo pra ir agora..tá..tá...pode me esperar ___Eleildes, desliga o telefone,pega a sua bolsa e sai...na delegacia havia 3 homens por tras de uma janela de vidro...ela olha cada um.
___Então...reconhece um deles__Eleildes confirma e aponta para o da esquerda....em outra sala..o homem é interrogado.
___Então vai dizer...ou não quem foi o mandante do sequestro__O homem continua calado....___Eu não tenho o tempo todo não...é melhor você falar cara, porque se não a sua situação vai se complicar...eu ainda to sendo bom com você,agorta meus amigos lá dentro__Fala ao pé do ouvido __Estao doidos pra treinar artes maciais...você não quer ser a cobaia deles...quer? __O homem continua calado.
ENQUANTO ISSO NUMA RUA AFASTADA
O carro de Lealdo para, ele desce segue e entra em uma esquina, um homem se aproxima dele. Lealdo entrega um maço de dinheiro,
___Está aqui como combinado __ O homem abre o envelope e olha as notas.
___Ótimo...quando precisar é só chmar doutor
___Por enquanto não...agora suma, desapareça entendeu? E por falar nisso podemos confiar no tal sujeito?
___Claro! Ele vai abrir o bico,como o senhor mandou..a essa altura os policiais já sabem quem foi o mandante do sequestro.
___Ótimo...assim que ele fizer o que tem que ser feito,eu colocarei um bom advogado para ajuda-lo.
___Ele fará tudo que o senhor pedir...por dinheiro ele venda mãe ao diabo...
___Agora...não é bom que nos vejam juntos __O homem sai...Lealdo olha para os lados sai da esquina entra no carro.ao liga-lo ele se olha no espelho.
___Agora você está perdido Breno.completamente...perdido ___Ele sorrir ironicamente e sai em seu carro.
VOLTANDO A DELEGACIA:
O homem estava sendo espancado por alguns homens, quando ele não suporta mais.
___Parem!!!!...parem por favor!!!..eu digo...eu digo tudo que vocês quiserem saber.
___Ótimo..então abra o bico.
NA SALA DO DELEGADO
Eleildes estava ansiosa com a resposta do delegado.
___Então ele falou?
___A senhora estava certa...o mandante do sequestro é mesmo o senhor Breno Accioly Sherman
___Eu sabia..eu sabia..e agora o que vocês pretente fazer com ele?
___Ele vai ser conduzido até aqui, para averiguação.
___Então o Breno será preso?
___Sim...temos provas suficiente para isso...amanhã mesmo..esse Breno estará atrás das grades __Eleildes sorrir,sabia que tinha finalmente acabado com B reno.
NO OUTRO DIA
EMPRESAS DE OTTO
Todas as secretarias estavam triste, comentando pelos cantos.Outras alegres..Jéssica entrava na sala com uma caixa de papelão.
___Está aqui...senhor Breno.
___Obrigado...o Otto já chegou?
___Esta na sala dele....disse que não queria ser incomodado.
___Eu entendo...bem deixe eu arrumar as minhas coisas sim.
___Eu lamento muito senhor Breno..eu nunca poderia imaginar ver essa cena...essa empresa não será a mesma sem o senhor.
___Será por pouco tempo Géssica, eu ainda volto...e dessa vez por cima. Não vai ser uma crise dessas que vai me abater...pode apostar nisso.
___Mas o senhor pretende fazer o que?
___Eu dei a minha vida por essa empresa Géssica..e eu não vou sair assim...por enquanto vamos deixar a poeira baixar..depois eu vejo o que eu faço.
___Com sua licença __Géssica sai.
Jessica sai da sala, Breno começa a colocar seus objetos dentro da caixa, ao mesmo tempo que pensava em tudo que Morfeo havia lhe dito. Breno estava desconsolado,aquela empresa tinha sido o seu próprio ar..e agora teria que refazer a sua vida,mas antes ele sabia que precisava provar a sua inocência.
NA SALA DE LEALDO
Ele abria uma champanhe para comemorar ao lado de Eleildes.
___Eu não disse que conseguiria.
___Você foi perfeita...sabe que me dá pena dele.
___pena!! Eu queria ver se fosse você, mais ele ainda terá uma surpresa, agora deixe eu ir,eu não perco essa cena por nada __Eleildes sai...Lealdo fica parado,olhando a vista das enormes janelas.
___Ah Eleildes..você não sabe como me ajudou...Pena que nessa empresa, não terá mais lugar pra você quando o Breno for embora...você sabe demais.__Lealdo fica com um olhar sinistro.
NAS SALA DE GESSICA.
___Os policias estão ai Você teve coragem mesmo.
___Você acha mesmo que eu ia deixar barato...a essa altura o senhor Breno esta sendo intimado a ir a delegacia Jéssica... E preso...ah mais eu não vou perder essa cena por nada.___Elieldes sai da sal,fica gessica.
NAS EMPRESAS DE OTTO
Policiais chegam apressados, há um clima tenso entre todos os funcionários, mais tarde na sala de Breno.
___Como é que é?
___É isso mesmo que o senhor ouviu....o senhor esta preso pelo sequestro de Eleildes Smith ___ os policiais algemam Breno na frente de todos na empresa.
NA MANSÃO
Viviane acaba de deixar cair o telefone no chão...Dora percebe que algo aconteceu
___Filha...o que houve?
___O Breno...foi preso.
___Preso! Mas porque?
___Eu não entendi....a Jéssica disse que ele estava envolvido no sequestro da Eleildes....mamãe e agora o que eu faço...eu não posso estar associado a um criminoso ..o que vai ser de mim....meu Deus o meu casamento....isso não pode estar acontecendo ,como eu vou ficar, eu estou perdida!!! ___ Viviana se desespera.
Enquanto isso:
Centenas de jornalistas flagram a prisão de Breno, ele é levado ao algemado do prédio para um carro de policia, de sua janela Otto observava tudo.
___Eu vou te ajudar meu filho...eu vou te ajudar.
NA DELEGAGIA
Breno se mostra bastante furioso com a sua p risão.
___Isso é um absurdo...o senhor sabe quem sou eu?
___O senhor por favor se controle.
___Me controlar! Como...com uma arbitrariedade dessas? Eu sou um homem público...um executivo de uma grande empresa e futuro candidato ao senado deste estado....não pode me prender assim, sem provas!
___temos as provas ___ Breno para diante da afirmação do delegado
___Como assim provas!!, que provas são essas?
___Fomos investigar as declarações de dona Eleildes, e encontramos o local onde a senhora ficou presa.
___E daí...isso não prova nada a meu respeito, eu exijo um advogado aqui.
___O seu advogado já foi avisado senhor Breno. Agora é preciso manter a calma sim...
____calma! Como queres que eu fique calmo, com uma situação dessas? Uma maluca diz que eu a sequestrei e todos acreditam...era só o que faltava.
____O senhor não está entendendo...no local...por uma falha sua, achamos os comparsas seus...e eles contaram que foi o senhor quem mandou sequestrar a senhora.
___Comparsas.. mais que diabos o senhor esta falando?
___Um momento sim ___ fala a outro policiais __ Traga os bandidos aqui ___O policial sai ___ Eu quero fazer uma acareação entre o senhor e os tais sequestradores.
___Era só o que faltava. ___ A porta abre, entram os 3 homens algemados...Breno os olha ___ Eu não conheço esses homens.
___E vocês conhecem esse homem?
Os homens cruzam olhares abaixam a cabeça.
___Me desculpe seu Breno...a gente não conseguiu...ela fugiu.
___Desgraçados ___ Breno parte cima deles esmurrando um que cai no chão.os policiais seguram Breno a força
___Senhor Breno se comporte ou eu terei que leva-lo a sela.
___ Me soltem e eu acabo com eles,Eles estão mentindo delegado ,eu nunca os vi antes. O senhor precisa acreditar em mim....eu não conheço esses homens, eu não fiz isso.
___Chega!! Por favor...levem seu Breno a cela...quando o senhor estiver calmo, ai sim conversaremos....
___Eu não fiz isso...eu sou inocente! Isso não vai ficar assim, entendeu, eu sou um homem muito poderoso...eu posso acabar com a sua carreira delegado...ouça bem..eu acabo com vocês...me soltem...me soltem!!! ___Os policiais levam Breno a força para a sela.
Enquanto isso um celular e fechado, nas mãos de Lealdo.. ele para e observa por alguns minutos, depois liga o carro e sai rapidamente, detalhe, ele estava na frente da delegacia.
NA SELA
Breno andava de um lado a outro, estava inconformado com o que tinha acontecido, queria entender o que estava acontecendo.
___Isso não pode estar acontecendo comigo....alguém esta por traz disso! Mais quem? Quem?
NAS EMPRESAS DE OTTO
Ele estava parado, sentado na cadeira de frente para a parede, a porta se abre e entra lealdo,Otto se vira os dois ficam de frente
___Tudo bom Otto?
___Na maneira do possível.
___Eu imagino como o senhor estar se sentindo.
___O Breno é como um filho pra mim. Ao menos era... Eu o ensinei. .eu o preparei. .mas esqueci de um detalhe ___Otto levanta-se, da a volta na sala e vai a janela __ mais esqueci sim...de perceber nele uma ambição desenfreada.. capaz de tudo. .eu não consigo entender...eu dei a ele tudo...e o que ele me fez? Me traiu...traiu a mim,a única pessoa que o ajudou...como pode...eu dei a ele o meu apoio...abri as portas da minha casa,da minha família...deixei que ele namorasse, noivasse com a minha filha...e o que ele fez? Foi arranjar uma amante embaixo das minhas barbas...e pior ! uma menina de 18 anos. Não eu não vou perdoa-lo nunca.
___Eu entendo...pra mim que era amigo dele, foi um choque.
___Mas...eu não sou um homem que abandona os amigos, por isso te chamei aqui.
___Estou a seu inteiro dispor senhor.
___Eu quero que você contrate um ótimo advogado...mas não pode ser da empresa, eu não quero que ninguém saiba, que eu estou ajudando o Breno.
___Pode deixar senhor.
___Eu não vou abandona-lo a própria sorte. Ele errou...mais eu não posso deixar ele sozinho, virar as costas pra..você pode fazer isso,sem que ninguém saiba?
NA SALA DE LEALDO, ELEILDES E ELES CONVERSAM
___E o que você disse a ele?
___O que podia dizer, vou arranjar esse advogado.
___Mas esse Breno tem um pacto com o diabo, ele consegui tudo.
___O pior que o Otto só enxerga ele, mesmo depois de tudo que ele fez, ele ainda vai ajuda-lo.
___Mas as coisas agora mudaram, o Breno tentou contra a minha vida, por mais que o Otto tente ajuda-lo...ele não vai impedir que ele va cadeia, que aliás...é o lugar certo dele...porque eu não vou deixar barato lealdo ,eu sei o que eu passei naquele lugar ,e despender de mim...Breno apodrece naquela cadeia... ___ Eleildes fala com firmeza, enquanto Lealdo aparentemente estava furioso.
NA DELEGACIA
ELE E JESSICA CONVERSAM INTENSAMENTE, BRENO ESTAVA TRANSTORNADO.
___Eu não fiz isso Jéssica, você tem acreditar em mim.
___Calma senhor Breno, as coisas não estão boas pro seu lado, a denuncia da Eleildes e agora esses capangas dizendo que o senhor mandou sequestra-la
___Foi ela quem armou isso.
___Ela quem senhor Breno?
___A Eleildes... foi ela quem armou tudo, ta na cara...ela sempre quis me ferrar...quem garante que ela não armou isso, hein? Pode ser não pode?
___Ela estava toda ferida, eu mesmo fui resgatar ela...eu não sei...aconteceu sim um sequestro senhor, eu vi o local, as coisas dela ..o carro dela. Alguém fez isso...e esta colocando a culpa no senhor...___ Breno percebe que Jéssica estava certa sim.
___Mas quem Jéssica?... quem?
___Inimigos senhor Breno...o senhor... tem demais!!!pode ser qualquer um. .qualquer um. ___ Breno fica pensativo.
NO APARTAMENTO DE LEALDO
Ele estava comemorando a prisão de Breno, enquanto deliciava num copo de champanhe.
___Eu venci Brunelly....o Breno é carta fora do baralho.
___Eu só imagino, quando a Vivi...ver as fotos...como eu fico?
___Calma...eu já tomei as providencias, você vai viajar.
___Vou ___ Se interessa.
___Por uns tempos...até a poeira baixar, depois quando tudo estiver calmo, você volta...ai eu já estarei a onde eu mereço estar ___ Ouve tocar a campainha ___Ué quem será...vá pro quarto....pode ser a Viviane...vá...vá....vá... ___ Brunelly corre para o quarto ,enquanto Lealdo vai abrir a porta e toma um sustos ___Normando? O que faz aqui?
Normando entra rapidamente falando sem parar.
___Isso é maneira de tratar seu paizinho?
___Eu pedi que não viesse aqui sem me avisar, pode ser perigoso
Brunelly ouve tudo.
___Não tem problema...o nosso plano deu certo não deu? A tonta da Dora acreditou mesmo que você fosse o filhinho desaparecido dela.
Brunelly fica espantada com a revelação. Lealdo fica sem ação ao perceber que ela ouviu toda a conversa.
___Brunelly !!!___ Lealdo fica parado diante dela
___Quem é essa lealdo?
___Uma amiga...Brunelly escuta __tenta aproximar mais ela se afasta
___Mas que história é essa Lealdo ? quem é você afinal?
Lealdo olha para Normando sem saber o que dizer, diante da pergunta de Brunelly..
Fim do 11º Capítulo.
PRÓXIMO CAPÍTULO:
Lealdo abre o jogo com Brunelly e fala de seu plano de destruir a família Maldonnato,Viviane propõe a Lealdo,que ele troque de lugar com Breno no dia do casamento, Dora é contra essa troca,mais Otto aceita a decisão de sua filha, Viviane vai a delegacia e conta para Breno que Lealdo será o noivo dela,no dia do casamento no lugar dele,Brunelly tenta fugir da cidade,mais Viviane a encontra no aeroporto, as duas brigam e acabam presas,Breno é solto e vai procurar Lealdo, Lealdo estava conversando com Brunelly e fala do plano em matar Otto,após seu casamento com Viviane, Breno se desespera e Morfeu avisa que ele não poderá fazer nada para salvar a vida de Otto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Começar de Novo || Capítulo 11
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Webs Encerradas :: Finalizadas :: Começar de Novo-
Ir para: