InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Começar de Novo || Capítulo 20

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
valdir sales pitombeira

avatar

Idade : 49
Cidade : ARACAJU

MensagemAssunto: Começar de Novo || Capítulo 20   12.03.13 15:34

CAPÍTULO 20º ( FINAL )


Panorama da frente da mansão de Otto.dentro da mansão...o testamenteiro estava olhando os documentos,enquanto as cadeiras ainda estavam vazias,logo em seguida desce Viviane,vestida toda de preto e óculos escuros, na mesma hora entra Dora a sala, elas se olham, Viviane tira os óculos e ressalta.
___Mais o que essa mulher está fazendo aqui?
___Viviane por favor ___tenta converter a situação Eleildes___Por favor...não atrapalhe os trabalhos..sim
___Mais isso é um absurdo...eu não vou me sentar ao lado de uma adultera. Era só mo que faltava...senhor testamenteiro o que essa mulher está fazendo aqui?
___São as ordens do senhor seu Pai...o senhor Otto mencionou ela na leitura do testamento.
___Mas ele só poderia estar louco..o que uma adultera pode fazer na leitura do testamento dele...ele não teve a coragem de menciona-la nele..ah mais isso é um absurdo!
___Viviane!!! Por favor ___Eleildes fala ao ouvido ___Controle-se sim...por favor..não crie problemas sim.
___Eu não tenho sangue de barata...era só o que faltava...quem mais vira a essa leitura ___isso ela olha e ver Lealdo___Ah não isso é brincadeira...só pode ser...o que esse cafajeste está fazendo aqui....
___Eu fui chamado pelo seu pai, era um desejo dele.
___Meu pai só deve estar louco...o que mais falta acontecer? Hein...hein Eleildes?
___Por favor, se acalme..por favor...já vai começar
Viviane estava impaciente.
CORTA PRA:
Fora da mansão...Breno descia do carro...ele olha a mansão por fora,sentia um aperto no peito, Adam estava ao seu lado.
___O senhor não vai entrar?
___Eu nunca poderia imaginar que eu ia entrar nessa casa para ler o testamento de Otto.
___O senhor precisa ser forte.
___Estou tentando....vamos lá ___Breno sobe as escadas e entra na mansão...na sala ele dá de cara com lealdo,que estranha a sua participação e Viviane que vem em seguida com suas ironias.
___Pelo visto o circo esta completo...quem mais falta? Deixe me ver...os palhaços chegaram...faltam os macacos
___Bom dia Viviane, como você está?
___Eu estava bem...até pouco tempo, mas pelo visto...o meu pai continua a me fazer surpresas...desagradáveis sim...mas surpresas Eleildes?
___Falta alguém dona Eleildes ___Perguntava o testamenteiro
___Falta sim...
___Quem mais virá...a Madonna? Ou o Papa!!
___Viviane...por favor...se controle...
O testamenteiro...manda todos se sentarem.
___Por favor...sente-se...em breve daremos inicio a leitura do testamento.___ Todos se sentam...Lealdo senta-se ao lado de Dora.
___Eu não estou gostando disso...o que aquele velho idiota está armando?
___Calma Dora.em breve saberemos.
___Eu não sabia que o Breno havia sido da cadeia.
___Ele é um homem importante, certamente conseguiu um habbeas corpus. Está com medo?
___Medo de que..eu não matei o Otto.
___Será?
___E você Lealdo...você tinha razões de sobra para matá-lo.
___Eu não fui a amante infiel...se for provado o adultério..você saíra desse casamento, sem nada.
___E você...trabalhou anos na empresa e nunca conseguiu ser nada...já o Breno, conseguiu tudo
___SILÊNCIO___ indagava o testamenteiro a todos __Por favor...
___Mas a que hora esse testamento vai ser lido, eu não tenho o tempo todo___ Viviane se levanta furiosa.
___Senhorita por favor...em alguns minutos haverá a abertura do testamento. ___ De repente a porta se abre e entra Brunelly..todos olham..Viviane não suporta e levanta-se furiosa.
___AH NÃO!!! NÃO FALTA MAIS NADA, o que essa mulherzinha esta fazendo aqui!!! Eleildes você sabia disso?
___Se controle Viviane...por favor...doutor ___Vira=-se para o testamenteiro___O senhor pode iniciar a leitura,não falta mais ninguém.
___Sim senhora...por favor...eu gostaria de pedir silencio na leitura do testamento. Sim...sente-se...obrigado ___O testamenteiro abre o envelope que estava com o testamento de Otto..havia uma fita vermelha,ele abre a fita e tira do documento,abrindo em cima da mesa.
___Vou dar inicio a leitura...silêncio por favor...muito bem....Eu..Otto Maldonatto dono de minha faculdades mentais, venho atraves desta manifestar o meu direito em deixar aos meus familiares e amigos o espólio da minha fortuna, conseguida com muito suor e dedicação, por isso espero que todos estejam presentes neste local, sei que na hora da leitura deste,não estarei mais entre vocês e espero que a minha ausência esteja sendo vista,não como uma dolorosa partida, mais um novo ciclo que passo a viver, fora do convívio de vocês,muito bem...antes de iniciar a divisão dos meus bens..gostaria de dizer que essa divisão foi feita de acordo com o grau,e com a responsabilidade e amizade que cada um teve na minha vida, em primeiro lugar deixo 15 por cento dos meus bens para meus tres fieis colaboradores....Eleildes, Gessica e Alfred ___Eles sorriem. Alfred não escondia a emoção e pegava um lenço...Géssica estava admirada e Eleildes olhava a foto de Otto na parede.Breno concordava com a indicação, mas Viviane sorri amarelo___ em segundo plano...deixo 45 por cento para a mais adorada das filha...a minha filha Viviane ___Viviane não suporta
___O QUE!!! 45 POR CENTO PRA MIM!!!!isso é um absurdo..eu protesto...eu sou a única..a única herdeira..que ele der essas migaleas aos seus funcionários...mais eu...com 45 por cento é um absurdo...eu vou interditar esse testamento...quem pode garantir que é verdadeiro, meu pai jamais faria isso comigo
___Viviane se controle ___Eleildes segura Viviane pelo braço___ Comporte-se...aceita a decisão do seu pai.
___NUNCA.....NUNCA isso é uma fraude...um complô para que eu perca o que é meu de direito..eu vou processar esse tabelião..testamenteiro...sei lá.
___Por favor..senhorita...controle-se eu estou apenas fazendo o que seu pai ordenou.
___O meu pai...jamais iria me fazer passar por esse vexame...jamais..isso é um blefe..esse testamento é falso..e pra quem ele deu oos outros 50 por cento...posso saber?
___Pro senhor Breno Sherman __Todos se olham...Viviane mal consegui falar diante de tal informação.
___Pro Breno...era só o que faltava um empregadosinho ganhando mais do que eu..isso é um absurdo!!! Chega eu não quero ouvir mais nada,isso pra mim já deu o que tinha que dar...eu não fico aqui mais nessa porcaria...pra mim chega!!! Chega entendeu...eu vou entrar na justiça contra esse testamento..eu vou provar que ele é falso...ah mais vou mesmo...
Há um tumulto todos falando ao mesmo tempo.
___Silencio!!!! Por favor senhores...por favor!!!!
___O que eu estamos fazendo aqui __Ressalta Lealdo se levantando
___Eu também estou indo ___ Dora levanta-se
A porta principal se abre e entra Warley
___Ninguém sai desta casa ___Warley entra com outros agentes da policia...todos param...há um clima entre todos na sala.
___Mas o que é isso,posso saber __Indagava lealdo
___Ninguém sai dessa casa...a mansão esta cercada ___Todos ficam confusos..há um clima tenso
___E eu posso saber por que isso?___Ressalta Dora ___eu fui convidada pra leitura do testamento e nem fui beneficiada,por tanto...não me resta mais nada a fazer aqui.
___Engano seu dona Dora...todos estão aqui por outro motivo
___Que motivo...posso saber senhor? delegado___Indagava Lealdo.
___O assassinato de Otto Maldonatto
Todos param...close nos rosto de todos.muita tensão.
___Como é que é___ lealdo presente algo __Isso só pode ser uma brincadeira senhor Delegado..o senhor nos reuniu aqui pra isso...mais era só o que faltava...eu exijo o meu advogado.
___O senhor não exige nada senhor Lealdo...todos aqui tem motivos de sobra para ter matado o senhor Otto.
___Mais era só o que faltava...o senhor não vai querer fazer um interrogatório aqui...agora vai?
___Exatamente...qual a surpresa?...foi nesta casa, neste cenário que tudo aconteceu...nada melhor de que o interrogatorio seja feito aqui.alguma dúvida?
___Eu não acredito no que estou ouvindo..eu não posso concordar com isso..isso é um ultraje
___Sim...concordo com Lealdo,não podemos participar dessa farsa...isso não é um filme senhor delegado.___Afirmava Dora.
___Dona Dora...eu lamento ter que informa-la que tudo esta sendo feito diante da lei..por tanto...vamos começar..vamos para o Gabinete sim ___Eles hesitam em andar ___Por favor, me acompanhe sim...___Todos concordam e vão para o Gabinete.
NO GABINETE
Todos estavam em pé...os olhares estão tensos...o delegado trás uma bandeja com 3 armas..ele entrega a arma a Dora o outro a Lealdo e a outra a Viviane.
___Pois bem...eu quero que cada um..faça exatamente como aconteceu ___Aos poucos cada um se posiciona.um agente se fazia passar por Otto, ___Muito bem..o senhor Lealdo estava aqui com a arma em punho,querendo as senhas de Breno...o senhor Otto estava aqui...___Lealdo faz exatamente como aconteceu ___Muito bem,depois a senhora Dora entra por essa porta ___Ao fazer exatamente o que havia passado..ver ver cenas do dia do crime.
MINUTOS DEPOIS:
Todos fizeram as cenas, exatamente como aconteceu,,]
___Muito bem...quando o senhor Lealdo ameaçou matar o Otto..houve o apagão..o que aconteceu nesse momento.
___Eu senti um murro no rosto...Otto aproveitou a ocasião e me acertou e saiu..quando a luz ascendeu..ele não estava mais aqui no gabinete
___E o que vocês Fizeram em seguida?
A porta do Gabinete se abre..eles saem
___A senhora Dora...foi por ali..certo?
___Sim..eu pensei que ele tivesse ido a porta de entrada que fica bem ali.
___E o senhor Lealdo?
___Eu fui para a biblioteca...eu ouvi um barulho de porta fechando..e eu fui atrás dele.
___E você Viviane.
___Eu voltei pro meu quarto...estava nervosa com toda aquela situação...mais eu não matei meu pai.
___Mais esta faltando um detalhe___ Ressalta Warley___Haviam 3 pessoas armadas nesse gabinete,certo? Pois muito bem....mais havia 5 pessoas na sala...e uma sexta na mansão.
___ uma Sexta pessoa!! Mais quem? ___Indagava Breno
___Alguém estava fora do gabinete e foi essa pessoa quem desligou os interruptores, que derão ao apagão.
___Então..quem estava fora do Gabinete é o assassino?
Todos se olham..close no rosto de todos presentes.
___Um momento!!! __Um agente entra com uma TV de LCD e um vídeo __Eu quero que vocês assistam isso ___Warley liga a TV e mostra a imagem do corredor do apartamento de Breno___Aqui esta as três pessoas que entraram no apartamento de Breno..horas depois do assassinato..veja o detalhe deste v´´ideo ___Ele mostra o vdeo em que aparece uma pessoa com um pacote nas mãos..os outros entram e saem rapidamente ___vejam que apenas um demorou cerca de 10 minutos, tempo suficiente para guardar a arma do crime.
___A onde o senhor quer chegar? Se o senhor sabe quem matou o Otto, pare com esse circo e nos revele de uma vez
___O senhor esta muito nervoso seu Lealdo.
___Eu estou cansado..e não vou mais participar dessa farsa...dessa encenação..eu exijo meu advogado..essas fitas não provam nada...nada!!..qualquer um daqui poderia ter ido ao apartamento de Breno...todos nós.
___Inclusive o senhor.___Afirma Warley
___O senhor está me acusando?
___Não senhor!...mas já que o senhor esta mais exaltado do que os demais...digo que o senhor tem sim uma grande chance de ser o assassino sim.
___Erá só o que faltava...eu vou embora ___Lealdo parte para sair___Warley tenta impedi-lo
___O senhor Lealdo eu proíbo que o senhor se ausente dessa sala.
___Pois me prenda se quiser...eu não fico aqui...nem mais um minuto...por acaso o senhor está me acusando? Pois se está eu quero a ordem de prisão..caso contrário..é patético essa encenação...se acharam a arma...com certeza acharam tampem as digitais..vai me dizer que tem as minhas digitais na arma?
___Não..não foi encontrado suas digitais .mais foram encontradas algo muito peculiar que me retrata a essa casa.
___Então com isso prova que eu não matei..por tanto se eu não sou o assassino..passar bem...
___O senhor está preso seu Lealdo ___Ele pára
___E eu posso saber o porque?...já que eu não sou o assassino? Isso é uma palhaça, eu me recuso a ser preso por algo que eu não fiz...passar bem senhores ___Lealdo sai apressado os outros vão atras
___O senhor esta preso seu Lealdo,não pode sair desta casa
___E quem vai me impedir !!! Ele para ao ver alguém.
Na ponta da escada Otto aparece.clima em todos..suspense,muito ritmo na cena. Otto aparece descendo lentamente as escadas
___Eu ___ Lealdo e todos param diante da visão de Otto,descendo as escadas ___ Surpreso Lealdo!!
___Mais o que esta acontecendo aqui?
Dora se aproxima de Otto, ela tenta tocar o rosto dele.
___Otto...você esta vivo !! ___Otto tira as mãos de Dora de seu rosto ___Surpresa queridos...
___Otto ___Breno se aproxima há uma emoção nos olhos dele e ele o abraça fortemente ___Graças a Deus...você está vivo...meu pai...
___Oh filho..me desculpe ter feito você ir parar na cadeia, mais eu precisava por o plano em prática.
___Plano...então tudo isso era um plano seu? Essa farsa toda..o assassinato..tudo..tudo não passou de um plano. Mas a troco de que? Se não há cadáver,não há assassino...o caso esta encerrado...passar bem ___Os agentes impedem de Lealdo sair
___O senhor fica seu Lealdo ___Warley mostra a arma..Otto se dirigi ao meio da sala e inicia a conversa:
___Quando o Breno veio me procurar,
CORTA PRA:
FLASHBACK
___Eu ouvi o Lealdo planejando matar você
___O Lealdo! Ah Breno essa sua passagem pela cadeia,deve ter alterado as suas ideias...o Lealdo,tentando me matar.
___Eu não estou mentindo Otto,eu jamais mentira pra você você precisa acreditar em mim.
VOLTANDO AO PRESENTE
OTTO CONTINUA A EXPLICAÇÃO;
___Quando o Breno saiu..eu parei e pensei a noite toda ___Mostra Otto a noite toda acordada no gabinete ___então eu comecei a investigar.. a seguir você ___Mostra Otto seguindo Lealdo em cada passo ___Comecei a checar as contas da empresa ___Mostra Otto tarde da noite olhando o computador de Lealdo ___foi então que eu procurei o Breno e pedi a ele que criasse as 3 senhas, assim impediria que o Lealdo continuasse a fazer as transações.depois eu conheci o Warley...conversamos muito e ele me orientou..foi então que ele me deu isso ___Abre a camisa e mostra um colete a prova de balas ___ eu sabia que com a aproximação do casamento de Viviane e Lealdo, eu corria uma serio risco de ser assassinado..ENTÃO VEIO A REVELAÇÃO, a traição dele com Dora..e cancelei o casamento,eu sabia que isso m,e traria problemas...e aconteceu...Lealdo perdeu a cabeça invadiu esse casa,querendo as senhas,nessa hora eu já estava vestido com o colete...Warley estava oposto na mansão para se algo desse errado...
CORTA PRA
Detalhe a cena mostra Otto correndo e subindo as escadas...os outros correm atras dele...muito ritmo cenas de todos correndo entrando nos cômodos..abrindo portas...Otto se esconde num quarto e fica esperando..ao mesmo tempo todos correm,detalhe todos estavam nervosos.
___Eu precisava fugir do Lealdo..então eu me tranquei num quarto..mais ai eu ouvi um barulho vindo do quarto de Viviane, então..eu abri a porta devagarinho e entrei no quarto de Viviane.
___No meu quarto pai ___Viviane se interessava.
___Sim, quando eu entrei eu me deparei com uma pessoa lá dentro ___Todos se interessam
___Quem papai...quem estava no meu quarto e fazendo o que?
Otto anda pela sala...olha todos..um a um...há um clima tenso entre todos....
___Diga papai...diga quem estava no meu quarto..essa pessoa esta aqui..foi a Dora...foi a dora não foi papai, eu sabia...papai ela roubou todas as minhas joias...ela queria fugir com o Lealdo com as minhas joias...foi ela.
___Não foi a Dora filha...
___Então...se não foi a Dora...quem foi papai? ___Viviane pára..começa a olhar um a um e encontra Brunelly que estava visivelmente abalada e se tremia ___Foi você..foi você..foi ela...foi você desgraçada ___ Viviane parte para cima de Brunelly a tapas
___Cachorra...desgraçada..ladra maldita
___Socorro.,tirem essa maluca daqui
___Desgraçada!!!___Viviane perde a cabeça e começa a esmurrar Brunelly no centro da sala, Brunelly consegui escapar das garras dela___Cena muito forte,ritmo acelerado close nos olhares de Viviane e Brunelly que estava assustada..
___CHEGA!!! CHEGA EU CONFESSO...FUI EU QUEM ATIROU NO OTTO...FOI EU...FOI EU ___Viviane esbofeteia Brunelly que cai no chão.___Todos param na mansão...há uma tensão geral..um silêncio total, ninguém diz nada
___Essa desgraçada...tinha um caso com meu noivo..agora além de assassina é uma ladra...cade as minhas joías....cadê as minhas joías...
___Chega Viviane...chega!!!
___Vamos ouvir a Brunelly __Indagava Warley___ Fale Brunelly...
Brunelly se refaz do soco..ela se levanta e conta o que aconteceu naquela noite
___Eu estava desesperada..o senhor Otto havia contado para os meus pais sobre as fotos e eles me expulsaram de casa, eu fui procurar o Lealdo...foi quando eu ouvi ele dizendo que ia me apagar assim que houvesse o casamento...eu fiquei nervosa..procurei o Breno e contei a ele tudo..fomos a casa de Eleildes...e depois voltamos pra casa...depois que dissemos tudo que tínhamos a dizer..eu sai um pouco,foi quando eu ouvi vozes no quarto de Viviane ___Mostra a cena dela subindo a escada___eu subi as escadas...e vi Viviane usando o vestido de noiva, foi quando eu vi as joias no cofre que estava aberto...ai nós eu ouvimos gritos lá embaixo...Viviane tirou o vestido e desceu rapidamente..eu desci atrás...e ouvi a voz de Lealdo ameaçando o Breno..depois vi a dona Dora entrando...era muita confusão..foi quando eu decidi subir e pegar as joias...quando eu cheguei no quarto e comecei a pegar as joias...houve o apagão..eu me escondi debaixo da mesa, não sabia o que estava acontecendo, a luz logo voltou e eu vi quando a Viviane voltou pro quarto, colocou a arma no canto e saiu em seguida...então eu aproveitei peguei as Joias...nesse instante a caixa caiu...foi quando a porta abriu e apareceu o Otto.
CORTA PRA:
Cena do crime...Brunelly arrumando as joias, quando ia saindo,deixa cair a caixa no chão..as joias se espalham e ela começa a pegar uma a uma..quando Otto aparece na porta
___O que você está fazendo aqui___Olha as jóias nas mãos de Brunelly ___O que você esta fazendo com as joias da minha filha___ Brunelly avista a arma no canto e pega a arma
___saia daqui...essas joias são minhas por direito..o senhor destruiu a minha vida,quando contou pros meus pais sobre eu e o Breno, seu desgraçado...agora eu estou sendo expulsa de casa..seu velho desgraçado.,
___Abaixe essa arma menina, vamos conversar.
___Não..saia daqui...fora...eu vou levar essas joias sim,será a minha aposentadoria...Viviane é rica e pode ter tudo de novo,mais eu não..eu não.
___Isso é um crime, menina o que você pensa que vai acontecer se sair dessa casa..no caus que esta acontecendo? Me de essas arma e as joias vamos ___Otto tenta se aproximar e Brunelly atira..um...dois tiros...ela fica parada com o que aconteceu..detalhe Otto cai lentamente no chão...Brunelly não sabe o que fazer e sai correndo.
VOLTANDO AO GABINETE
___E depois o que você fez?
___Eu sai sem saber pra onde ia...a principio eu queria me esconder..e logo me veio na mente o apartamento de Breno..eu sabia que ele costumava colocar uma cópía das chaves em baixo do tapete de entrada..eu fui lá...entrei no apartamento e escondi as joias lá.
___As joias estão no apartamento do Breno?
___Sim...ainda esta lá.
___Mas porque quis me incriminar jogando a arma lá dentro.
___Não..eu não fiz isso; Breno eu não fiz isso.
___E o que aconteceu com arma?
___Quando eu vi o Otto caído no chão,eu me desesperei..não sei onde deixei a arma,mais eu sai sem ela sim...me escondi no quarto de Otto...até ver que eles tinham levado o Otto numa ambulância...depois eu sai pelos fundos sem ser vista e fui ao apartamento de Breno, achei que era mais seguro guardar as joías lá.
___E a senhora chegou a guardar as joias lá..tinha mais alguém lá,
___ sim na verdade Eu não sei, estava escuro...eu me escondi..alguém entrou no apartamento...eu fiquei com medo...pensei que fosse o Breno...quando a pessoa saiu..eu sai atrás e deixe as joias lá para pegar num outro dia.
___Isso explica a segunda pessoa a entrar no apartamento___ Explica Warley___Mas quem poderia ter sido
___Eu não sei...já disse..estava escuro...depois eu não consegui voltar ao apartamento pra pegar as joias ..quando eu fui novamente no apartamento de Breno o Adam estava lá e eu não entrei..mas eu nunca quis te prejudicar Breno...nunca...nunca eu só queria ir embora refazer a minha vida...só isso...só isso ___Brunelly chora e se ajoelha no chão.
___Um momento ___SE não foi a Brunelly que implantou a arma dentro do meu apartamento...quem foi? ___Todos se olham..novamente um clima se suspense, todos se olham .
___Até agora temos a confissão de Brunelly em ter estado no seu apartamento, ainda faltam duas pessoas,quem além de Brunelly tinha as chaves.___Ningúem responde,todos calados.em
___Eu me lembro___Brunelly fala ela lembra de ter deixado as chaves no centro do apartamento de Lealdo __Eu deixei as chaves no apartamento do Lealdo, quando eu voltei pra pegar elas...eu ouvi ele dizendo ao Normando que assim,que ele se casasse com a Viviane, eles iriam me matar, foi ai que eu decidi procurar o Breno e contar tudo,eu sabia que só eloe poderia me ajudar ___Todos se voltam pra ela __E a chaves tinha o nome do Flat...foi o Lealdo quem esteve no apartamento.___.Warley se aproxima.
___Foi o senhor, seu Lealdo? Foi o senhor quem implantou a arma dentro do apartamento de Lealdo?
___Seu desgraçado...foi você quem quis me incriminar, seu safado!!___Breno parte para cima de Lealdo com murros, Warley separa a briga
___Chega vocês dois por favor ___Lealdo se afasta,nota que estava com a boca sangrando;
___Desgraçado queria me ferrar...
___Foi eu sim!!! ___Todos param ___ Era a chance que tu tinha...naquela confusão..qualquer um poderia ter o assassino, mais nenhum seria mas convincente do que você...o protegido dele,eu descobri o testamento..sabia que você era o mais beneficiado...seu sabia que o Otto o amava como um filho,mas tinhas as fotos dele com Brunelly..e o registro da arma, que eu mesmo criei...as peças então estavam encaixadas;;o Breno se tornaria o melhor suspeito já criado.
___E como o senhor conseguiu a arma?
___Quando eu cheguei ao quarto do Otto..eu o vi deitado no chão..achei que ele estava morto..eu vi a arma sobre a cama...eu peguei uma blusa enrolei a arma e sai.
___Então foi o senhor o primeiro a ver o corpo de Otto? E não checou se ele estava realmente morto?
___Eu não sou louco mexer no corpo...não iria construir provas contra mim..eu peguei a arma e sai imediatamente...eu tinha as chaves do apartamento de Breno..eu entrei pela garagem...e coloquei a arma lá.
___Depois ligou para a policia,denunciando ele?
___Exatamente!! Mais pelo visto...você conseguiu mais uma vez se safar não é Breno...mais me aguarde...eu ainda pego você..agora tem uma coisa que eu não entendi..como você conseguiu enganar a todos com a sua morte?
___Foi muito simples...eu fiquei deitado no chão..quando Eleildes me encontrou e ligou para a emergência, já estava tudo acertado com eles...assim que eu cheguei ao hospital eu fiquei num quarto descansando e deixei pensar que eu havia morrido...com dinheiro...muita coisa pode ser feito, inclusive o anuncio da própria morte.
___Mais eu vou processar você..se não há cadáver não há crime...por tanto. Isso foi um engodo...me aguarde Otto Maldonatto...me aguarde.
___Você não esta sendo preso por isso Lealdo.mais sim pelos 100 milhões de Dolares que você roubou da minha empresa,juntamente com a sua amante...você agora deve explicações a policia Federal por evasão de divisas...podem leva-lo ___Lealdo sai algemado
HORAS DEPOIS:
Brunelly sai da mansão algemada e entra no carro da policia...entro carro Lealdo também é levado algemado e entra em outro carro...Otto Viviane olham tudo, ao lado de Breno e Warley
___O que vai acontecer com ela Warley?
___Ela vai ser processada por tentativa de homicdio.mas como ela é primária...deve aguardar o processo em liberdade...agora enquanto ao Lealdo..esse esta encrencado.
] ___Mais ainda falta um detalhe nessa história?
___Qual?
___Quem apagou as luzes?
NA COPA
___Fui eu senhor ___Confessava Alfred ___Eu fiquei sem saber o que fazer, quando eu ouvi seu Lealdo ameaçando o senhor..ai eu pensei..se apagasse a luz..ajudaria
___Mais ajudou amigo..como ajudou
NO APARTAMENTO DE BRENO
Luciana estava estarrecida com a história
___O lealdo...desviando dinheiro da empresa.
___E parece que ele desviou muito dinheiro.
___Quando a gente pensa que viu tudo...está enganado..é mais acabou...graças a Deus e eu tenho que ir...
___Não...não vá...fique comigo. Por favor Luciana..fique comigo..vamos construir uma vida juntos aqui...___Luciana fica sem ação diante do pedido de Breno.
ALGUNS DIAS DEPOIS
Panorama de Nova Iorque
Aviões pousando..e decolando do aeroporto John Kennedy..os famosos táxis amarelos..a movimentava Wall Streets..times square...a estátua da liberdade, pessoas fazendo cuper no central parque..tudo ao som de New York New your de frank sinatra.
CORTA PRA
Fachada da Second Life..o magistozo prédio todo em vidro...pessoas entram e saem dos elevadores...num deles ao abrir a Porta....Otto se depara com todos os seus funcionários em pá aplaudindo a sua chegada...juntamente com ele estava Eleildes, Géssica...Breno e Viviane..Otto faz questão de cumprimentar a todos, enquanto se dirige a suia sala.
CORTA PRA
Hotel de Luciana, ela estava arrumando as suas malas para viajar a Smalltown...ela pensava em tudo que aconteceu, quando avista uma foto de Breno..ela a beija e guarda na mala fechando em seguida.
ENQUANTO ISSO
Dora era levada para a sua cela, usando uma camisa branca e uma calça laranja...durante o percurso...algumas detentas gritavam sem parar...a agente prisional abre a Cela e Dora entra..ela olha tudo aqui..senta-se na cama de aço e sem forças desaba em lágrimas. No mesmo instante Lealdo era colocado em outra Cela..com outros dois presos..ele observa tudo e vai a grade,seu olhar esta fixo e ele ressalta a si mesmo.
___Um dia eu te pego Breno...pode passar os anos que forem....eu te pego...me aguarde.
CORTA PRA;
Voltando a sala de reuniões...todos os acionistas entram..um a um e vão ocupando seus espaços..Gessica entregava a cada um uma pasta com a ata da reunião...na cabeceira Otto senta-se ao lado de Breno e Eleildes...Breno estava distante ausente...só pensava em Luciana..ao mesmo tempo em que ela fechava as portas do hotel em direção ao aeroporto.
VOLTANDO A SALA DE REUNIÕES
Todos estavam ansiosos...Gessica entrava a ultima pasta a Otto..ele coloca os óculos e levanta-se...todos permanecem sentados.
___Bom dia senhores acionistas...essa reunião extra oficial..foi promovida por mim, porque eu tenho algumas satisfações a darem as vocês, certamente todos aqui estão e são conhecedores dos últimos fatos envolvendo a empresa..e a minha família, particularmente a mim...foram dias de neblinas,.de chuvas torrenciais.,mais que fizeram eu enxergar muito as coisas que eu até então não tinha entendido..o sentido da vida...eu construiu esse grupo, com muito trabalho dedicação...dedicação essa que sem a ajuda de vocês não teria dado os resultados que alcançamos...mais é chegada a hora de entregar o bastão...e essa entrega do bastão se dar unicamente a pessoas que fizeram por merecer...todos aqui..todos aqui foram fundamentais para a secondlife chegasse a onde chegou..mais a presidência do grupo é dado apenas a uma pessoa....pessoa essa aliás...que tanto fez para o engrandecimento do grupo..uma pessoa que costumamos falar que vestiu a camisa...todos vocês assim, sabem exatamente de quem eu estou falando e do valor que ele representa para o grupo,para a minha vida familiar....esse homem a quem todos conhecem é merecidamente o nome ideal para assumir o controle não só da secondlife...mais sim de todo o grupo Maldonnato...a parti de hoje eu passo o bastão...para o senhor....Breno Sherman ___Todos batem palmas de pé...alguns cumprimentam Breno,Eleildes...Viviane...e o próprio Otto...Breno então é convidado a sentar na cadeira de Otto.
___Por favor..essa é agora a sua cadeira.
Breno alisa a cadeira antes de sentar..e quando todos pensavam que ele ia sentar..ele tira a cadeira do lugar e fica em pé,diante de todos.
___Eu fico muito feliz com a nomeação...tudo que hoje eu sou..tudo que eu aprendi na minha vida profissional,eu aprendi aqui..mas..algo aconteceu em minha vida que me fez pensar diferente...a ascenssão profissional sim é maravilhoso o reconhecimento do nosso trabalho, mais antes de tudo e de qualquer promoção, nomeação..eu aprendi que o ser,tem que ser por completo...e hoje aqui...seria a realização de um sonho..a conquista máxima que alguém poderia ter..mas..eu também aprendi por caminhos que não valem a pena comentar agora..se não me chamariam de louco...de uma frase de um amigo meu..chamado Morfeu...ele disse sabiamente uma frase pra mim que é a seguinte o homem em sua essência é bom até que se prova ao contrário..e eu aprendi com ele, que eu quero ser sim um homem...não o homem,eu quero ser....o ser..e não o ter...não juntais tesouros na terra onde a ferrugem e o ladrão podem destruir,construa seus tesouros no céu...porque lá estaram seguros...isso me fez ver que muitas vezes...nós aqui presente,damos mais importancia ao ter..do que ao ser...eu não quero ser conhecido como o homem que tem...e sim...o homem que eu sou...na vida há muitas ladeiras..mais todas elas...sobem..e descem...então..por mais que alcançamos tudo aquilo,que queremos...na verdade se não tivemos a essência...de que adianta ter tudo e não ter nada..senhores, senhora...Otto...é com muito prazer que eu recebo essa indicação...mas...infelizmente não poderei assumir__Há uma confusão..ninguém entende
___O que disse?
___Exatamente o que o senhor ouviu..dizem que na vida todos nós temos escolhas...o pior é conviver com elas...eu fiz a minha escolha...eu quero voltar ao Breno, o ser...e não o ter...por isso renunciou a esse posto,para passar ele a uma pessoa que também fez por merecer, que vestiu a camisa...a senhora Eleildes...___Todos ficam parados __Ela sim, tem todas as condições de assumir esse cargo com maestria...é seu esse cargo Eleildes ___Breno cumprimenta Eleildes....Otto fica sem entender.
___bem...essa é a sua ultima palavra?
___Sim Otto...é sim
___Bem...dona Géssica...mude a ata da reunião,colocando a dona Eleildes como a nova presidente do grupo;...uma salva de palmas a ela ___Todos batem palmas de pé a Eleildes.
NOS CORREDORES DA EMPRESA
Breno era cumprimentado por alguns acionistas, quando vem Viviane e o puxa pelo braço
___Você ficou louco ou que?
___Calma Viviane, por que essa raiva toda a Eleildes vai ser uma ótima presidente, ela é competente..dinamica
---CHEGA!!!! Eu não quero falar dela..e sim de nós
Breno pára diante da constatação de Viviane
___De nós?...como assim?
___de Nós..agora que acabou tudo..eu pensei..que a gente fosse reaver o nosso casamento, mais você desistiu da presidência por causa daquela Eleildes...por que? Isso é pra mim afrontar...só pode ser
___Viviane escuta!! Não existe mais nós dois? Acabou...chega
___O que você quer dizer com isso?
___Que acabou..eu não vou ser o seu noivinho...a festa acabou,as cortinas se fecharam..cresça Viviane...cresça antes que seja tarde ___Breno sai, deixando Viviane sem entender.
___Crescer!!! Mais crescer pra onde
NA SALA DE OTTO
A porta se abre e entra Breno...Otto permanecia de costas olhando a vista de nova Iorque
___Sabe meu rapaz..todas as vezes que eu olho essa vista..há sempre um prédio novo...essa cidade não pára.
___Otto...precisamos conversar...eu te devo uma explicação.
___Não meu caro!!! Nenhuma..você tomou a sua decisão..e seja qual for..eu estarei aqui para apoia-lo ...a Eleildes será uma grande presidente sim..ela é como voc~e tem faro..tem norte...boa escolha
___Eu queria te dizer..que pra sempre...você sera o meu pai..e que tudo que eu tenho hoje eu devo a você
___Você fez por merecer ___Continuava de costas
___Eu tenho que ir agora...mais não se esqueça..quando precisar de mim...pode contar...adeus ___Breno tenta se aproximar..mais hesita..ao abrir a porta,Otto vira-se
___Espere___ Ao virar nota-se os olhos cheios de lágrimas de Otto..ele se aproxima..pega nas mãos dele e as coloca sobre o seu peito ___Você vai estar sempre aqui...___Otto beija as mãos de Breno..há uma emoção entre os dois e eles se abraçam no meio da sala. E ficam ali casados..apenas abraçados.
NA RECEPÇÃO
Breno ia saindo quando vem Eleildes...ela o cerca antes dele entrar no elevador
___Breno espera.
___Eu to atrasado.
___Obrigada...por tudo..eu sei que nunca o vi com bons olhos...sei que lhe devo desculpas pela acusação do sequestro...mas...
___Escuta...você faria o que,qualquer pessoa faria...acredite eu não tenho raiva de você..e sei que você está preparada sim,para o cargo.
___E você o que pretende fazer..essa empresa não será a mesma sem você.
___Eu vou ser feliz ..adeus ___A porta do elevador abre,Breno entra e desce...do lado de fora ele tenta pegar um táxi..quando Adam estava chegando
___Senhor Breno...aqui ___Breno avista o carro,corre e entra rapidamente.
___Aeroporto sim ___os dois saem em alta velocidade, enquanto isso Luciana estava embarcando no avião,aos poucos os passageiros colocam suas malas no compartimento de bagagens, ela senta-se e fica observando através da janela.
ENQUANTO ISSO:
No trajeto...Breno e Adam conversavam
___Eu não posso aceitar senhor Breno;
___Foram dez anos de fidelidade, eu não preciso daquele apartamento...pode ficar é seu.
___Mais é um flat de 850 metros quadrados,senhor
___Não se preocupe...pe seu...venda se quiser..você merece muito mais.
___Obrigado senhor...ainda bem que tudo acabou bem,quando eu soube que o senhor Lealdo estava com uma arma lá no apartamento..eu pensei que risco eu estava correndo.
___Risco..como assim...você estava lá
___Eu esqueci de passar as suas camisas de seda,eu voltei ao apartamento para passar senhor..nem imaginava o que estava acontecendo.
___Então foi você a terceira pessoa.
___Como senhor?
___Nada Adam...nada!! __Os dois saem em direção ao aeroporto.
CORTA PRA:
Panorama da frente da mansão...havia centenas de malas na porta da escada e alguns empregados colocam no carro.
___Vai mesmo viajar senhorita?
___Vou Alfred...preciso refazer a minha vida...essa casa..ficou muito vazia sem o meu pai.
___O seu Otto preferiu ir morar num apartamento menor..a senhora deveria fazer om mesmo.
___Vou pensar...vou pensar ___ Viviane beija o rosto de Alfred,que pra ele era uma surpresa..coloca os óculos escuros e sai.
NO AEROPORTO
O BOEING 737..Já estava taxiando na pista em direção a decolagen, nesse instante Breno chega ao guiché
___Como já saiu...que horas são __Ele olha as horas pelo que estava no terminal __Dois minutos de atraso..eu preciso entrar naquele avião..agora
___Sinto muito senhor.
___Sente muito..você sabe quem eu sou?
___Seu Breno Sherman...presidente da companhia.
___Pois muito bem, eu exijo que pare aquele avião agora..entendeu...agora!!! ___ A recepcionista fica sem ação.
CORTA PRA:
Breno sai por uma passagem que dá para a pista, ele avista um caminho escada..ele pega o caminhão e sai em desesperada por debaixo de outros aviões...muito ritmo...o caminhão escada passa por debaixo das asas de varios aviões com Breno no comando..o comandante do boeing recebe a noticia que deve parar..e ele obedece...o avião pára..os passageiros começam a estranhar entre eles Luciana...o avião parado...Breno encosta a escada e sobe a aeromoça já havia aberto a porta...Breno entra procurando por Luciana e a encontra na ultima fileira.
___Luciana!!!
___Breno!
___Me perdoa...fica comigo..eu sei que eu errei e não mereço seu perdão...mais eu te amo e isso você não pode duvidar..casa comigo...vamos recomeçar uma nova vida juntos,esquecer os 15 anos ___os passageiros olham para os dois...Breno tira do bolso um caixa com um par de aliança,ele se ajoelha no piso do avião.
___Luciana Palmer..aceita se casar com Breno Sherman__Luciana se levanta,estava emocionada e com vergonha..alguém no avião bate palmas, que é seguido por todos do avião..eles riem e Luciana o ajuda a se levantar
___SEu doido....Mais e a sua vida aqui?
___A minha vida é ao seu lado..em qualquer lugar...diz que aceita....casa comigo ___TODOS NO AVIÃO SÃO UNÃNIMES ‘ CASA.,CASA.CASA.CASA..CASA..CASA..CASA...CASA _Os dois ficam jeito e Luciana fica sem ação.
___Eu não.
___Diga que sim ___Todos no avião gritam ___SIM,SIM..SIM.SIM.SIM.SIM.SIM
___Tudo bem eu aceito me casar com você meu amor___Há uma esta no avião...Luciana e Breno se beijam em meio a aplausos de todos os passageiros.o avião decola levando os dois para smalltown.
UM MÊS DEPOIS
Num luxuoso hotel no Caribe...Viviane estava tomando banho de sol na psicina,quando vem passando um turista, ela o observa de cima a baixo e faz questão de ser notada.
___Você é turista aqui?
___Sim..estou de férias ___Viviane percebe a mão sem anel de casado.
___E de onde você é?
___Nova Iorque.
___Engraçado eu sou de lá e nunca nos vimos...prazer meu nome é Viviane Maldonatto e o seu?
___Meu nome é Jorge..Jorge Dacaspio
___Filho do empresario Mario Decaspio
___Conhece meu pai?
___E quem não conheci o seu pai...o magnata das redes descapio...sente-se ao meu lodo me faça companhia
___Obrigada..e o seu nome?
___Viviane Maldonatto..
___Do grupo Maldonatto?
___Sim pé do meu pai.
___Veja que engraçados...nós dois aqui..tão longe e morando na mesma cidade e nunca conseguimos nos ver.
___Destino...quer dizer que estas solteiro?
___Ainda não encontrei a pessoa certa pra mim casar..mais estou a procura...quero me casar ter uma familia..e você pensa em se casar?___ Viviane o ver já no altar com ela se casando na presença de todos.
UM ANO DEPOIS
SMALLTOWN
Panorama da pequena cidade...a casa de Breno estava em festa..centenas de crianças brincando no pula pula...outros comendo algodão doce...crianças indo e vindo muita alegria...Breno passeava com Melissa enquanto cumprimenta os convidados..entre eles Otto.
___Que bom que veio Otto?
___Eu não ia perder o primeiro aninho da minha afilhada..como vai Melissa?
___Bem...com fome ___Otto e Breno sorriem
Ao lado dele Eleildes que estava gravida.
___Bela festa Breno
___E vocês como estão?
___Resolvemos nos casar..depois de um gelo de mais de 20 anos.
___Quem espera..sempre alcança...
___E Viviane?
___Essa já se casou 3 vezes em menos de um ano.e.está nos preparativos de mais um...pode!!!___Eleildes conversava rindo. Logo em seguida vem Adam.
___Senhor Breno
___Adam...você por aqui__Otto se mostrava curioso
___Eu precisava de alguém que me ajudasse na ONG.E e Adam resolveu se mudar para cá .então o Adam vendeu o apartamento e comprou uma pequena loja e esta me ajudando.
___É como eu sempre digo..os verdadeiros amigos ficam para sempre.
CORTA PRA:
A festa continuava animada...Melissa no colo de Breno ao lado de Luciana apagavam as velhinhas do bolo...presentes Otto...Eleildes e Adam..de longe...Morfeu estava rindo da festa ao lado de Gabriel.
___Tudo acaba bem...quando fazemos as escolhas certas __os dois andam e somem perante aos jardins da casa.
CORTA PRA:
Um carro preto para do outro lado da rua...os vidros baixam..aparece um Binoculo...depois a porta se abre,aparece primeiro os sapatos...a porta se fecha a imagem sobe..aparece Lealdo.
___Pode festejar a vontade Breno, os seus dias de felicidade..estão com os dias contados.pode me aguardar__Lealdo volta a entrar no carro e sai.
CORTA PRA:
A noite; Otto estava se despedindo de Breno
__Já vai..é cedo...poderia dormir aqui..tem um lago que é ótimo para pescar
___Fica pra prxima meu querido...eu e Eleildes temos uma viagem a Paris amanhã..eu só vim,porque era o aniversário da minha afilhada..mais eu prometo que assim que voltarmos de Viagem..ficaremos uma semana aqui...quero aproveitar a minha afilhada e você Luciana...___Otto alisa a barriga de Luciana___Pra quando é?
___Daqui há 6 meses. E vai ser outra menina
___Nós também teremos uma menina...vai se chamar Isabela e a sua ___Perguntava Eleildes.
___Vai se chamar Molly
___Tome cuidado meu rapaz...já viu...filhas mulheres dão sempre problemas..eu é que o digo com a Viviane.
CORTA PRA
Mansão de Otto...debaixo da sala já se ouvia os gritos de Viviane com a estilista de seu vestido.
___Calma dona Viviane..isso eu posso consertar
___Faltam 3 dias para o meu casamento e esse vestido está assim..meu casamento vai ser um horror...um horror
VOLTANDO A SMALLTOWN
Os convidados deixam a casa de Breno..ele se despedia de todos..Luciana e Breno colocam Melissa para dormir...depois eles descem...ele fica olhando a vista da varanda de sua casa..Luciana vem com uma xícara de chá
___Chá amor...
___Sim....
___Pensando em que?
Breno vira-se para Luciana
___Em tudo...nesse ano maravilhoso que tivemos..na fundação da nossa ONG.
___Você não tem saudades de Nova Iorque?
___As vezes.. mais quando eu vejo tudo que a gente já construiu com recursos próprios..com ajuda dos amigos,lembra quando fomos colocar o telhados...fizemos um mutirão.
___EU fiz comida pra um batalhão.
___Mais foi tudo unido..por uma causa...isso não se ver em Nova Iorque.. ___Breno sai da varanda da casa..anda pelos jardins da casa..começa a chover, mais ele não se importava e chamava Luciana que resistia mais acabava indo ao encontro dele,eles dançam em meio a chuva...após os lábios se cruzam num forte beijo apaixonados....depois os dois estavam sentados num banco em frente a casa.
___Eu sou o homem mais feliz do mundo.e agradeço isso a você...perdemos tanto tempo não é?
___O que importa é que estamos juntos e temos muita coisa a fazer senhor Breno Sherman
___O que por exemplo?
___Esqueceu da escola...
___É verdade..havia esquecido
___temos que arranjar um arquiteto para desenhar a escola..e o terreno ___ Os dois começam a falar sobre os projetos...
UM MêS DEPOIS
Um carro estaciona em frente a casa..dois homens descem com galões de gasolina..e jogam em cima da casa de Breno...eles molham todas as portas e jogam pelo telhado...depois Lealdo vestido de preto...se aproxima calmamente com um isqueiro nas mãos...ele ascende seu cigarro e joga o isqueiro sobre o telhado..aos poucos o fogo de alastra pela casa...Luciana acorda sufocada
___Breno...Breno..acordo __Ele acorda sonolento__ a casa..a casa esta pegando fogo.
___Oh meu Deus...a Melissa...
Os dois correm e consegui pegar a criança...o fogo já se alastrava pelas paredes...Lealdo entra no carro e sai em alta velocidade...Breno sufucado com a fumaça cobri Melissa com uma toalha..e ele tenta quebrar as janelas e Luciana se desespera
___Socorro!!! Socorro!!! __Breno consegui quebrar o vidro da janela..e através dessa buraco,ele consegui colocar Melissa para fora de casa, depois ele volta e pega Luciana que estava desacordada com a fumava,ela pesa e ele mal consegui suportar, mais ele inciste e consegue..as labaredas estavam altas e muitos vizinhos corriam para tentar ajudar..já havia o barulho das sirenes do corpo de bombeiro..os homens já descem puxando a mangueira...
CORTA PRA
Lealdo estava feliz com o feito,que acabara de fazer..ele ascende um cigarro.
___Perdeu Breno...eu disse que a sua alegria iria demorar pouco, não disse ___Lealdo não percebe que ele tinha ainda um galão de gasolina no carro..ele dá uma tragada no cigarro..quando um carro que estava em sua frente faz uma manobra radical,Lealdo perde o controle do carro e cai num despenhadeiro...o carro bate em várias arvores até parar em uma...Lealdo fica desacordado..ele tenta se sair e sente um cheiro de queimado..o cigarro havia queimado no carpete do carro e estava indo para o galão...detalhe ver o olhar assustador de |Lealdo..enquanto o carro explodi ali mesmo dentro da vegetação.
CORTA PRA
Outro dia...o dia amanhece cinzento..triste...a pequena cidade de Smalltown amanhece abalada com a noticia...a casa de Breno e Luciana já não existia,apenas madeira queimada..ele estava tirando o que podia, enquanto Luciana sentada em uma caixa observava tudo...Breno se abaixa pega um pouco de terra..espreme na mão e volta..abraçando a esposa
___Vamos reconstruir meu amor...
___Vamos como...perdemos tudo...tudo
___Não...temos um ao outro...vamos reconstruir tudo ___Nesse instante eles se espantam com o barulho de um trator...Breno e Luciana vão ao canto da rua e ver uma imensa multidão com pás, enxadas e equipamentos de construção...vários carros chegam homens descem armados de pás...outros traziam madeiras...outros traziam portas...um caminhão com um pouco de telhado...um homem se aproxima de Breno e entrega uma enxada
___Vamos...começar....___ Luciana sorrir e Breno vai ajudar os homens.o trator tirava os entulhos..outros tiravam com as mãos os entulhos pequenos...todos se ajudam, jogando os restos num canto...algumas mulheres traziam comida e água..mantavam uma mesa...Breno soado vinha beber água
___Eu não acredito meu amor...vamos reconstruir.
___Vamos começar de novo minha...Vamos começar de novo___ Breno beija Luciana e volta a ajudar os homens a imagem sobe e da a dimensão do multirão para a reconstrução da casa de Breno e Luciana.
O homem pode fazer suas escolhas o difícil e conviver com elas,muitas vezes o destino nos prega peças e nos mostra que tudo é passageiro...o mundo da voltas e, é preciso saber...COMEÇAR DE NOVO.
O AUTOR



F I M

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Começar de Novo || Capítulo 20
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Webs Encerradas :: Finalizadas :: Começar de Novo-
Ir para: