InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Salamandra/ 34° Capítulo-Inédito!Padre Ottero faz revelações, Roberta e Alana emocionante despedida

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Wilson Bernardo

avatar

Idade : 34
Cidade : Santa Isabel

MensagemAssunto: Salamandra/ 34° Capítulo-Inédito!Padre Ottero faz revelações, Roberta e Alana emocionante despedida    29.10.14 2:36


Salamandra

34° Capítulo
1° parte:
Hospital São Miguel, Externa, Dia, Interna, Sala de Maternidade, Fundo Musical de: “Michael Ortega/ It's Hard To Say Goodbye”... Romano abre lentamente a porta logo ao longe Cesar avista Roberta abraçada com sua filha Agatha, Romano mostra a liminar da guarda de sua filha para Roberta.

Romano- Conforme a lei manda Roberta sua filha terá total guarda do pai aqui solene de corpo presente.

Roberta- Não! Não! Minha filha não! Ainda é cedo, por favor, deixe- me ficar mais alguns dias com ela, por favor! Eu! Eu!... (Logo as lagrimas tomam seu olhar e duas enfermeiras pegam Agatha que dorme como um anjo do colo de Roberta esta que tenta impedir). Não! Não! Cesar não deixe isso acontecer é minha filha parte de mim, parte de nós, parte de uma linda história... Não! Devolvam minha filha... Nãooooooooooooo!!!! (Chora cai de joelhos no chão, Cesar tampa os ouvidos, e chora também. Os guardas o algema os braços de Roberta, em Câmera Lenta, vê sua filha indo nos braços de uma enfermeira ao lado Cesar e Romano, e toda a imagem vai ficando fosca). Corta Para:

Penitenciária Sant’ Ana, Pavilhão 3.Externa, Plano Geral, Interna, Noite, Fundo Musical de: “Fundo Musical de: Ternura/Alberto Rosenblit”...
Roberta acorda dopada deitada no colo de Alana:

Roberta- (Voz de sono)... Minha filha?! Minha filha Alana? (Esta abraça Alana e chora).

Alana- Ai amiga não sei como dizer palavras bonitas, palavras que pode fazer você ficar bem neste momento, mas digo que você tem uma amiga e a única solução para sua tristeza e chorar.

Roberta- Alana era tão pequenina, tão indefesa, e me tiraram como um obejeto, como se um pedaço dela não fosse por mim eu não sei como esta meu filho e perdi minha filha para o destino. Não me restou nada que lembre o nascimento de Agatha, nada! Apenas a lembrança do seu nascimento, em seu parto era para ser o dia mais feliz, o pai dela não estava presente o homem que amei que pensei que podíamos ter uma linda família, hoje não existe... (Roberta levanta-se e agarra com força as grades que a faz refém, Alana permanece sentada Super Close no rosto de Roberta)... Restou em meu coração à dor e o vazio apenas, isso! Corta Para:

Mansão Pellegrini, Externo, Noite, Plano Geral, Câmera Aérea passa para Plano Médio, Fundo Musical de: “Saveoursoulissa/ Damon Albarn feat. Michael Nyman”.

Cesar fica a olhar para Agatha dormindo, pensativo, preocupado assim que se pode perceber, Annetta abre a porta e entra:
Annetta- Cesar ela é linda puxou ao pai, o que foi meu bambino? (Cesar senta no sofá).

Cesar- Tia eu confesso que foi difícil, para mim naquele momento onde as enfermeiras pegaram Agatha dos braços de Roberta, eu senti muita tristeza, esta difícil aceitar que a cada dia a presença de Roberta se torna mais presente mesmo tentado acreditar que ela esteja morta!

Annetta- Cesar você precisa arrancar esta mulher de dentro do seu coração, olha o vazio a tristeza que ela nos causou? Mio caro graças a Gerald e Romano ela não conseguiu extorquir e desviar mais dinheiro para uma conta fora do país esqueça esta maldita! Veja o que aconteceu de bom agora temos mais uma criança na Mansão, isso é maravilhoso, vou acordar com o choro de criança... (Annetta abraça Casar sorriem).

Cesar- Tia o que seria de mim se não fosse à senhora? Sempre me ajudando me apoiando me ensinando...

Annetta- Abrindo seus olhos sabe Cesar, depois da morte de sua mãe eu fiz uma jura de nunca abandonar você, era tão indefeso e pequeno assim como Agatha e Lucas órfão de mãe, e fiz o que se devia ter feito e não me arrependo porque fiz tudo por amor, porque essa tia aqui te ama de mais! (Cesar abraça Annetta, Annetta se emociona terminam de se abraçar). ...Vamos parando que eu fiquei comovida com a história de meu irmão, não há o que temer Cesar... (Câmera Detalhe nas mãos de Annetta pegando na mão direita de Cesar). ... É hora de continuar e seguir seu destino, você precisa reagir contra seu passado, esqueça esta maldita! Esqueça! (Câmera Detalhe se Mexendo no rosto de Cesar atônito ao que diz Annetta). Corta Para, Sala de Jantar:


Fundo Musical de: “Hieroglyphics/ James Newton Howard”, Manolo serve as bebidas Gerald se aproxima de Romano.

Gerald- Pensei que você fosse ficar na CTA ate mais tarde?

Romano- Se for o que eu estou imaginando, fiz o que devia ter feito, embarcou hoje junto com as peças chegando à costa do oeste do ocidente a mercadoria será entregue.

Gerald- Mas e a guarda marítima? Toma cuidado Romano eu ainda acho que se fosse feito pela madrugada seria melhor despertaria menos curiosidade. (Romano sorri). O que foi? Qual é a graça? Meu você ri do perigo...

Romano- Não precisa se preocupar, pois eles foram comprados, claro que cobraram acima do que podemos chamar de “Mega Euros”, o euro nos países ocidentais esta valendo mais que o dólar, fica sossegado... (Angelina se aproxima de Emanuelle).

Angelina- A ultima vez que estivemos por aqui nesta velha Mansão foi quando demos por encerrado que Roberta estava morta!

Emanuelle- Ela deveria ter morrido naquele dia do navio junto com aquela maldita da Lucia, e agora tem mais uma herdeira na família, eu odeio criança! Se fosse para eu escolher entre ter filhos ou voltar para Paris, eu preferia voltar para minha terra natal. Ter criança é um atraso de vida. (Carmela se aproxima de Angelina e Emanuelle).

Carmela- (Gentil) Ola? Precisam de alguma coisa?... Bebida?

Angelina- Precisamos, que você suma daqui! Será que você não percebe o quanto você é nojenta se fazendo de santa do pau oco? A coitadinha? (Emanuelle sorri, Carmela fica atônita ao que Angelina acaba de dizer).

2° parte:
Carmela- Modesta parte não foi a minha intenção causar esta situação eu apenas quis...

Angelina- Ai para com esta “Modesta”, “Quis”, tudo em você me irrita será que não percebe sua velha acabada?

Emanuelle- Menos Angelina ta pegando pesado.

Carmela- Não! Tudo bem Emanuelle eu entendo Angelina, não quero causar problemas hoje é um dia especial na vida de meu sobrinho apenas quero compartilhar sua felicidade do nascimento de sua filha... Bom! Com licença...

Angelina- Vai sua vaca! Aproveitadora de homens.

Emanuelle- Calma Angelina, não perca a classe querida por esta leviana da Carmela. (Romano vê Carmela indo para a cozinha e resolve segui-la, percebe que Angelina e Emanuelle estão distraídas e vai até a cozinha).


Carmela abre a geladeira pega uma garrafa de água gelada e despeja no copo, bebe, Romano fica na entrada escorado olhando Carmela que não percebe.

Romano- Porque você foge de mim Carmela? Será que não percebe que quanto mais fugimos mais este sentimento aumenta? (Romano se aproxima de Carmela, retira o copo que esta segura).

Carmela- Romano não torne as coisas mais difíceis, eu não tenho uma vida fácil e você... (Movidos pela emoção Romano segura às mãos de Carmela, logo uma troca de olhares, Câmera se Mexendo, Romano e Carmela respiração tensa, o desejo os assola não resistem se beijam na boca de ao Fundo Musical de: “What I Miss About You/Katie Melua”, Câmera Lenta gira em volta do casal).

Carmela- Nosso amor é impossível Romano, não insista sua mulher pode perceber sua ausência e vir aqui ela é louca!

Romano- Carmela eu não a amo. Eu não sinto nada por Angelina nosso casamento não existe, ela é minha sombra.

Carmela- Romano já disse o que eu penso você pode fazer tantas coisas, só que o medo te faz refém e você vive esta vida ao lado de uma mulher que você não ama. Honestamente prefiro ficar sozinha!... Romano pode chegar alguém.

Romano- Eu não a amo! Mas você não vai entender não poderá entender. (Romano se retira da cozinha efeito Super Close da Câmera no rosto de Carmela que angustiada suas lagrimas caem sem que ela o as contenham).

Carmela- Nunca vou entender, porque eu amo este homem? Entre tantos fui amar justo ele? Corta Para Ante Sala de Jantar, Fundo Musical de: Nox Arcana/ Transylvania 15   Gothic Sanctum, Câmera se Mexendo, Corredor da Mansão que leva até o escritório Cores Frias Gerald olha para os lados, suspeito, preocupado, Câmera Detalhe nas mãos de Gerald abrindo a maçaneta da porta, entra no escritório pouca iluminação Super Close em Gerald em Zoom In, Câmera para de frente para o quadro de Donna Pellegrini, Gerald bebe a ultima taça de uísque, se aproxima do quadro ergue a sobrancelha direita como tom de advertência.

Gerald- Você morreu maldita Lucia! Mas?... Mas onde será que você escondeu todos os segredos, quem pegou aquela maldita pasta? Esta pasta precisa morrer assim como você meu doce morreu. (Gerald abraça o quadro de Donna e chora desolado). ... Podíamos ser uma dupla infalível, mas você proferiu você precisou morrer... Esta morta! MORTA! Corta Para:

Externa, Plano Geral, Interna, Penitenciária Sant’ Ana, Pavilhão 3. Noite, Fundo Musical de: Nox Arcana/ The Voyage  

Padre Ottero acompanha a Diretora Margareth acompanhada por dois guardas e uma nova carcereira entram na sala de visitas:

Margareth- Padre! Peço que aguarde em instantes a ré estará presente.

Padre Ottero- Peço desculpas pelo horário levando em consideração ao fato dos dias de visita.

Margareth- Imagina Padre seguimos uma norma, mas restritamente abrimos uma exceção, peço que aguarde! (Logo a porta se abre Efeito de Câmera, Super Close no rosto de Roberta, esta que logo abraça o Padre).

Padre Ottero- Lamento Roberta, não tenho palavras para sua dor, peço que Deus amenize sua dor e a conforte com a fé que move até montanhas.

Roberta- Padre obrigado pelo carinho, obrigada por acreditar em mim, significa que não estou tão sozinha. Foi horrível Padre ver minha filha sendo arrancado de meus braços, Cesar... Fiz tantos planos de ter minha família assistindo o nascimento de Agatha... (Roberta suspira)... Tudo ilusão!

Padre Ottero- A diretora me abriu uma exceção, vou ser menos breve possível...

Roberta- Mas o que houve então de tão importante Padre?

Padre Ottero- Talvez você não lembre ou desconheça os fatos, mas havia um rapaz que trabalha de garçom no famoso Delicias do Café...

Roberta- Sim! Mas o que tem haver?

Padre Ottero- Ele foi encontrado morto na Ponte Passo do Inferno, supostamente o crime foi dado como arquivado, em Gramado é sempre assim é fácil se livrar de provas que comprometem as vitimas, e foi ai que aconteceu.

Roberta- Padre nada me choca mais, sabe nada me espanta, pode falar...

Padre Ottero- Uma vez que arma do crime sumira a principio as provas estariam nulas perante a lei, não haveria indícios que algum mentor seria suspeito desta misteriosa morte, dias atrás após você ter sido presa fui falar com o delegado de Gramado o Orestes ele me fez perder as esperanças quanto a uma possível pista sobre fatos que vem acontecendo ocultamente, pois bem, antes desta ultima minha visita aqui na Penitenciaria horas depois ele me liga pedindo que eu fosse à Delegacia com base nas investigações, imediatamente fui, achei estranho à morte deste rapaz, mas foi ai que veio uma suposta pista... Acharam este papel escrito... (Câmera se Mexendo, Cores Frias, predomina a cena com receio Roberta pega o papel, abre).

Roberta- San Pierre Cathedral? O que significa isso? Onde fica isso?

Padre Ottero- San Pierre Cathedral fica em Genebra na Suíça, mas que ligação esta este rapaz com este país, seria uma dica? Um aviso? Informaram-me no Delicias do Café que este rapaz conversava constantemente com uma loira, branca e muito ousada e sensual.

Roberta- Mas se Lucia foi morta, a única pessoa que eu conheço que é loira sensual e muito arrogante é a Emanuelle. É Padre!... Só pode ser Emanuelle. (Os guardas fecham o enorme portão da Penitenciária, Padre Ottero caminha pela Avenida Gal. Ataliba Leonel pouca movimentada). Corta Para:
 
3° parte:
Mansão Pellegrini, Externo, Noite, Plano Geral, Câmera Aérea passa para Plano Médio, Fundo Musical de: Tanto Tempo/ Bebel Gilberto, Corta Para:

Sala de Janta, Fundo Musical de: Michael Nyman Band/ Trysting Fields, Interna, Câmera Travelling gira em torno dos personagens.
Todos os suspeitos sentam se sobre a mesa, o jantar é servido por Cidinha e Manolo, o silencio é tomado por olhares misteriosos, Romano toma uma taça de vinho em uma única golada, Angelina olha desconfiada para Emanuelle e logo mais desafia Carmela com um olhar que parece que vai fuzila-la, Gerald traga um charuto logo a fumaça que sai daquela boca rosada de batom se reflete sobre Emanuelle, esta que passa sua mão direita sobre o pescoço onde há um belíssimo colar supostamente roubado, Annetta desce a escada feliz, satisfeita, honrosa, reta e arrogante sob a companhia de Cesar.

Emanuelle- Detesto estas festas e comemorações desta família ridícula Gerald!

Gerald- Amor... Sou sócio de Cesar tenho que estar presente em seus eventos e eventualmente entre íntimos da família... Você me provoca quando morde estes lábios sabia? Você me deixa... (Emanuelle passa sua mão direita sobre a virilha de Gerald sem que os convidados notem este fecha os olhos delirando de prazer).

Emanuelle- Excitado! (Voz sedutora)... Você me deixa molhada sabia Gerald e meu corpo pega fogo! (Angelina percebe que Romano tenta olhar para Carmela).

Angelina- Você não se cansa de olhar para essa vadia? Vai ser descarado assim no inferno!

Romano- Já vai começar Angelina?! Quem disse que eu estou olhando para ela?

Angelina- E precisa Romano? Esta estampada nesta sua cara seu crápula!

Romano- Você só me faz passar vergonha sabia se continuar com suas ironias eu vou sentar do outro lado, eu não aguento você tentando me atingir com suas hipocrisias! (Cesar e Annetta chegam à sala, esta senta na parte principal).

Annetta- Foi um pequeno jantar de família, com a crise que esta o Brasil pensei num jantar no qual não afetasse minha renda, mas o caso não é bem isso... O que me traz aqui é um dos mais dos óbvios possível, queria dividir essa alegria que é o nascimento de Agatha Pellegrini... Então brindamos a todos nos que somos honestos e muito devotos da Santa Sacristia, em nome de todos aqui presente, de você meu sobrinho a qual tenho uma devota confiança, um brinde. Isso! Um brinde! (Todos brindam Câmera Congela nesta imagem)...

 Corta Para:

Externa, Plano Geral, Interna, Penitenciária Sant’ Ana, Pavilhão 3. Manhã, Fundo Musical de: Veni, Veni Emannuel by Nox Arcana.

Alana esta no pátio principal da Penitenciaria sob a tutela de dois guardas escuta os gritos, os tiros, escuta o barulho do fogo, escuta ela mesma gritando um devasto não! Alana roda em volta da Penitenciaria  olha tudo a sua volta  as paredes, as cores sem vida, algumas mulheres que a avista esta se despedindo e em Câmera Lenta de seu passado, suspira as lagrimas de toda uma vida perdida se estampa em seu solene silencio, depara-se com Roberta logo ali parada, tão sofrida, tão já sem vida, Roberta abre seus braços e Alana corre em direção a esta e surge um longo abraço de lagrimas decepcionadas, de uma forte despedida.

Alana- Obrigada Roberta por você me fazer se tornar esta mulher valente que não sabia que podia ser, de enfrentar a realidade sem me esconder no meu passado, mas assim como você lutando para fazer justiça! Não desista amiga, tenha força e diga em seus momentos mais difíceis, “Tudo posso naquilo que me fortalece”.

Roberta- Obrigada Alana! Obrigada por estar presente nestes poucos meses que aconteceu toda esta tragédia aqui, eu estou magoada, ressentida, mas você me ensinou coias boas, me fez ver a simplicidade que eu perdi por um momento nesta vida iludida de espinhos.

Alana- Quando você sair quero ser a primeira a chegar aqui para te ajudar a subir de novo amiga, eu prometo ser sua fiel amiga,,,

Roberta- Vou sair um dia me espera lá fora amiga! Eu vou sair e juntas vamos vencer a batalha! (Alana vai seguindo seu caminho e Roberta chora emocionado o gigantesco portão abre a Alana se vai, o sol reflete sobre Roberta que cai de joelhos chorando, o silencio das outras detentas olhando a cena a vontade da liberdade).

Roberta- Deus! Deus! Por quanto tempo isso vai durar? Por quanto tempo vou sofrer? Deus! Você esqueceu-se de mim? Porque não me ouve? Porque não escuta minhas suplicas? Eu só quero voltar para casa e abraçar meus filhos, eu só quero minha liberdade de volta! Eu estou cansada! Cansada! (Câmera se Mexendo, Roberta transtornada ajoelhada no pátio, as nuvens no céu se formam o sol se esconde por entre elas o forte vento vem as detentas correm em Câmera Lenta, as nuvens de algodão ficam carregadas e escurece, o sol adormece nas negras nuvens, os relâmpagos invadem todo o céu trazendo aquela sensação terrível. 

E imediatamente vem à chuva que logo molha Roberta que chora agachada num chão onde os rastros de uma vida marcada ficam ali banhados pela forte chuva que cai em suas costas como purificação)...

(Encerramento com a música Internacional de Locação por: “All About That Bass/ Meghan Trainor”).



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
everton brito

avatar

Idade : 17
Cidade : arapiraca

MensagemAssunto: Re: Salamandra/ 34° Capítulo-Inédito!Padre Ottero faz revelações, Roberta e Alana emocionante despedida    31.10.14 0:36

muito bom o capitulo wilson parabens pela we gente sexta feira tem Sensações ok
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Wilson Bernardo

avatar

Idade : 34
Cidade : Santa Isabel

MensagemAssunto: Re: Salamandra/ 34° Capítulo-Inédito!Padre Ottero faz revelações, Roberta e Alana emocionante despedida    31.10.14 22:59

everton brito escreveu:
muito bom o capitulo wilson parabens pela we gente sexta feira tem Sensações ok
Obrigado everton brito por acompanhar os capítulos espero que assim como você muitos estejam curtindo esta reviravolta de Salamandra e pessoal pode comentar à vontade pois ajuda muito a nós autores decidir as situações dos personagens nas situações mais confusas, Abraços... Wilson Bernardo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Salamandra/ 34° Capítulo-Inédito!Padre Ottero faz revelações, Roberta e Alana emocionante despedida    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Salamandra/ 34° Capítulo-Inédito!Padre Ottero faz revelações, Roberta e Alana emocionante despedida
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Novelas :: Salamandra-
Ir para: