InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Salamandra/ 40° Capítulo- Mônica é ameaçada por Gerald, as situações ficam tensas no cap de hoje !!!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Wilson Bernardo

avatar

Idade : 33
Cidade : Santa Isabel

MensagemAssunto: Salamandra/ 40° Capítulo- Mônica é ameaçada por Gerald, as situações ficam tensas no cap de hoje !!!   16.12.14 19:33


Salamandra

40° Capítulo
1° parte:
CTAExternoManhãPlano GeralCâmera Aérea passa para Plano Médio, Interno, Departamento Pessoal. Fundo Musical de: “Corações de Metal/ Alberto Rosenblit”: 

Elevador abrindo, Câmera se Mexendo segue em direção a Mônica:

Mônica- Bom dia seu Albides... Estou te achando um tanto apático esta tudo bem?

Albides- É Mônica posso dizer que mesmo que esteja tudo bem não esta nada bem, acabei de fazer quatro sessões de radioterapia e cada vez que me submeto a fazer estas sessões fico sem rumo não consigo explicar minha pressão cai tanto não sei se é este calor estas mudanças climáticas que ajudam, por favor, pode me pagar um copo de água? (Monica se levanta).

Mônica- Claro que sim! (Logo serve a água em um copo Albides desajusta a gravata). Seu Albides onde esta sua enfermeira?

Albides- O a dispensei sabe Mônica, estas mulheres são todas umas aproveitadoras e ambiciosas eu não conheço uma mulher que seja honrada em suas qualidades... (O silencio é tomado Albides após outro gole de água percebe que Mônica ficou chateada)... Oh desculpa Mônica não estou generalizando realmente estou precisando de uma nova enfermeira, mas porque pergunta?

Mônica- Não! Desculpa a minha petulância, (Sorri desconfortada)... É que sempre o vejo com novas enfermeiras então a partir daí posso perceber o tamanho do transtorno em sua vida só Jesus em seu Albides?

Albides- Você tem alguma enfermeira como referencia?! Conhece alguém que faça varias funções para com um pobre coitado e debilitado? (Câmera Super Close em Mônica atônita); Corta Para:

Delícias do CaféManhãInterna, Fundo Musical de: “Revenge Instrumental/ Vazio”, Plano Geral.


Emanuel- Nossa, mas você tão nova e só pensa em procurar emprego? Não pensa em fazer uma faculdade, um curso, tem que viver mais sabia? Já foi em uma boate?

Luiza- Boate? (Sorri) Nunca fui, sabe? Eu venho de uma vida muito humilde não tenho condições de fazer tudo isso, gostaria de poder viver o mundo a fora de conhecer lugares, pessoas, não sei como é um mar...

Emanuel- Nossa você nunca foi numa praia? Ta brincando? É maravilhoso tomar banho de mar, você acaba esquecendo o mundo quando nele esta... 

Luiza- Bom! A conversa estava ótima, mas eu tenho que ir a caminhada é longo de mais... Desculpa perguntar, mas quanto deu a conta?

Emanuel- Para você nada Luiza, pois eu a convidei seria inconveniente da minha parte deixá-la pagar e... (A conversa é interrompida por um grupo de jovens de sociedade Luiza se sente constrangida por ver aqueles jovens bem vestidos). Douglas você? Caracas, Julia? Carlos?

Julia- Nossa! Emanuel você continua como sempre um gatão.

Douglas- E ai cara como vai? E ai topa uma corrida a galera esta toda ai? 

Aline- Cheguei bem na hora, oi Emanuel. (Esta o beija na boca).

Emanuel- Então estou acompanhado e... Luiza?

Julia- Quem é Luiza? (Sorrisos debochados).

Aline- Eu sou a Luiza. (E logo abre aquele sorriso sensual).

Emanuel- Douglas irmão você confia em mim?

Douglas- O que você vai aprontar cara?

Emanuel- Só empresta seu carro e logo volto, por favor, cara pelos velhos tempos de guerra? (Douglas sorri).

Douglas- Mas e a corrida com a galera?

Aline- Já sei como evitar isso eu vou junto, claro!

Emanuel- Não! Por favor, Aline, eu preciso ir sozinho! Vai amigão quebra essa vai?

Aline- Tem haver com a tal de Luiza a quem você havia comentado?

Julia- Que Luiza? Quando chegamos Aline não tinha nenhuma mulher por aqui acho que nosso amigo esta delirando. (Sorrisos).

Aline- Só se for!

Douglas- Vai! Pega! Mas você esta devendo uma corrida heim? (Logo este pega a chaves e sai em disparate). Corta Para:

EstradaPlano GeralManhãFundo Musical de: “Fotografia/ Leoni”Zoom In em Luiza caminhando pela estrada, vários carros passando por ela;

Luiza- (Off)... Emanuel- Você nunca beijou ninguém?
Luiza- (Off)... Luiza- (Sorriso acanhado) Não! Nunca beijei ninguém, quero guardar este momento com alguém que eu venha amar, que me faça sentir o amor e então esta pessoa me terá por completa, por completa! (Caminhando distraída então um carro para ao seu lado abre a janela do passageiro).

Emanuel- Não posso deixar você ir sozinha, se você não se lembra, eu prometi que não a deixaria sozinha hoje por conta do seu mal estar, e então vai negar minha carona? (Luiza sorri).

Luiza- Mas e seu amigos? Você os deixou por isso? Estou melhor não quero atrapalhar mais seu dia, por favor!

Emanuel- Amigos a cada ida, a cada volta eles sempre estarão por perto e você não me atrapalha, por favor, aceite mais este favor?  (Câmera Detalhe no retrovisor do carro, a porta abre e fecha ao mesmo tempo, logo Foca a BR 88 e se vai).



2° parte:
CTAExternoTardePlano GeralCâmera Aérea passa para Plano Médio, Fundo Musical de: “Veil of Darkness/ Nox Arcana”.


Albides- Você tem alguma enfermeira como referencia?! Conhece alguém que faça varias funções para com um pobre coitado e debilitado? (Câmera Super Close em Mônica atônita);

Mônica- Sim seu Albides, conheço, tem uma prima do interior que esta a vir para Gramado vai ficar hospedada em minha casa, a tão pouca perdeu o pai e logo quer mudar de vida, esta gostaria de exercer a função que nunca foi permitido pelo seu pai, gostaria que marcasse um encontro?

Albides- Mas ela é de confiança Mônica?

Mônica- Coloco minhas mãos no fogo por ela... Ela é modesta, trabalhadora e muito honesta quero que saiba.

Albides- Sob sua companhia estejam em minha Mansão as vinte uma hora, quero ver o histórico dela e vê-la pessoalmente. Boa sorte para ela... Bom! Agora deixe me ir que temos que fechar o mês de Dezembro. (Seu Albides se retira, retornando a musica de suspense, Fundo Musical de: “Veil of Darkness/ Nox Arcana”, Super Close em Três Vezes em Câmera Lenta, sobre Mônica esta pega no telefone celular e faz uma ligação).

Mônica- (Voz Baixa)... Dona Roberta? Acabei de falar com seu Albides, está tudo certo vai ser hoje as vinte uma hora vai ser na casa dele. Já separou os papeis?... Tudo bem então! (Gerald se aproxima e Mônica desliga o celular).

Gerald- Engraçado tive a impressão de ver você cochichando nesta porcaria de celular de, “Perigosas Peruas”... Olha aqui sua gordura animal o que você esta aprontando heim, estou cansado de você ficar investigando eu o Romano acha que engana quem com esta cara de “Priscila do Tv Colosso”? 

Mônica- Seu Gerald! Não sei do que o senhor esta falando, eu estou trabalhando e... (Câmera se MexendoCores Frias, Super Close em Gerald que pega com violência as duas mãos de Mônica e sacode com muita raiva).

Gerald- Para com esta ladainha de que não sabe de nada! Romano viu você pelas câmeras de segurança com um malote nas mãos, aonde você quer chegar sua vadia?!

Mônica- Seu Gerald você esta me machucando, não sei do que esta falando?

Gerald- Para com este cinismo, eu o Romano sabemos que você anda investigando-nos, você se acha tão esperta não, então explique para onde são direcionadas estas ligações? (Gerald joga o papel na cara de Mônica que atrapalhadamente lê o papel). Você Ligou para o Padre varias vezes, você andou ligando para o Grupo RJT se fazendo passar pelo Romano, enviou telex nunca lidos pelo Cesar em busca de descobrir o que esta acontecendo?

Mônica- Você quer mesmo saber? Eu cansei de ficar de braços cruzados vendo você e seu Romano sabotar a empresa do seu Cesar. E você esta irritado? Então nega que foi você ou seu cúmplice que sabotou minha casa destruindo tudo que meu e fez aquela tentativa de morte com seus capangas que quase mataram o Juca? Nega?!

Gerald- Hum! Olha a gorda se revelando! Eu bem que desconfiei ta com raiva! Ta com ódio! Ela quer vingança! 

Mônica- Não! Eu não quero vingança não, eu quero é justiça e eu não vejo a hora de vocês pagarem por seus crimes! (Gerald ri debochando).

Gerald- Então você virou “Ave Maria Puríssima”? Nunca que você vai ter o privilegio sabe por quê? Ninguém iria acreditar numa louca como você... (Gerald retira umas folhas de sua pasta varias fotos de pessoas sendo torturada por grupo de Anistia, Mônica fica assustada). ...Sabe o que significa? O Juca sabe o que significa isso o que acha que aconteceria se você abrisse a boca? O seu namoradinho morreria e depois você, então quer levar esta historia adiante? Pondo em risco a sua e do seu “Amor Eterno Amor”? Patético! A gorda e o Magro!

Mônica- Como vocês são cruéis, seus monstros! Seus psicopatas, vocês são uma farsa, seus corruptos!
Gerald- Querida não existe corrupção existe esperteza coisa que você nunca vai saber, porque não deixara nunca de ser uma eterna “BURRA”!

Mônica- Para de me cutucar eu odeio que façam isso seu verme!

Gerald- Morre maldita! É melhor saber onde você esta pisando sua vaca, numa dessas, você cai e pode ser fatal!

Mônica- Esta me ameaçando?

Gerald- Estou abrindo seus olhos para a armadilha, ou você para ou vai ficar pior, gravemente pior para você! (Gerald se retira, Mônica pega novamente seu celular e liga desesperadamente para Juca).

Mônica- Juca? Juca socorro! Eu estou desesperada, o que eu faço?! O que eu faço?!

Juca- Calma Mônica! Não faça nada até que eu chegue ai em cima não demonstre insegurança eles podem perceber que esta insegura e pode por tudo a perder. 

ExternoTardeCâmera, sobrevoa sobre a cidade de Gramado ao Fundo Musical de; “Neighbors/ Theophilus London” https://www.youtube.com/watch?v=L54oxa6auNg, mostrando a belas imagens da colônia gaucha o encanto da cachoeira “Cascata do Caracol”, que banha as rochas num belíssimo vale onde o sol estampa o verde natural desta beleza... E continua sobrevoando em Plano Aberto focando em Zoom In fechando pela “Rua Coberta”, ponto turístico onde ficam os mais ricos eventos de final de ano em época de natal... Plano Geral Foca em Zoom Out sobre o belo Hotel Serrano, grandes mansões de madeiras conservando uma cidade de época de castelos o azul do céu se mistura com verde da relva.
Zoom da Câmera se Dês focando da relva para as belezas das Araucárias, pinheiro típico da cidade gaucha, movimento de pessoas pela Rua Augusto Zatti, onde milhares de pessoas e turistas transitam o ritmo sereno das colônias, convive tranquilo com agilidade de quem busca aventuras e emoções em trilhas rios onde os turistas usam botes para se aventurar nas águas que vem das cachoeiras logo se emaranham no Lago dos Cisnes um dos cartões postais para os casais apaixonados... Corta Para: 

Mansão PellegriniExternaTarde, Fundo Musical de: “Nox Arcana/ Transylvania 12 The Howling”, Câmera Aérea passa para o Plano Geral em Fade.


Câmera Mexendo vai se aproximando de Cidinha que esta de costa, que escuta seu radio próximo ao ouvido, Câmera Detalhe nas mãos de Annetta que apoia sobre o ombro de Cidinha que se assusta:

Cidinha- Dona Annetta que susto!

Annetta- Foi o que imaginava... Cida! Quero que faça as compras do mês e...

Cidinha- Dona Annetta não é o seu Manolo que geralmente faz as compras do mês?

Annetta- Cida você chegou para esta Mansão no meio do ano, se não percebeu estamos à véspera do Natal, Manolo irá ser ocupado, pois ele ira organizar a Mansão para recebermos os convidados, o que? Não tenho que ficar dando satisfação aos serviçais!

Cidinha- E a lista? (Annetta retira a lista enrolada e entrega para Cidinha)... Nossa é um rolo? Deus do céu! (Agatha interrompe a conversa).

Agatha- Tia Annetta, a Tia Carmela o a chama na sala, oi Cida como vai? (Annetta se retira da cozinha caminha um pouco e logo para, olha para traz). 

Annetta- E Cida quando for escolher as frutas por favor observe melhor pois num dia em que Manolo precisou ficar na Mansão e propositalmente você fez as compras do mês um arrombo salarial o que se perdeu não chegou a metade do que se comprou, por caridade não vou descontar, mas na próxima vez em que a senhora for fazer as compras e houver uma perda maior de tudo que foi comparado com o meu dinheiro dona Cida, vou ser obrigada a descontar do seu salário, porque de prejuízo minha filha o Brasil esta cheio. Já me basta a Petrobras que fez este boicote nacional deixando o país nesta economia fraudulenta. (Annetta se retira Agatha abraça Cidinha).

Agatha- Tia Cida eu lembrei quando eu era pequena que você brincava comigo, das noites em que precisei ter uma mãe e você sempre estava ali me contava historias, fazia meu curativo... Fazia-me até dormir você e a tia Carmela era uma guerra... (Risos entre as duas).

Cidinha- É verdade né Agatha, Annetta e Carmela os criaram neste lar dos sonhos, mas na realidade a tia Cida sempre estava com vocês, eu nunca tive filhos sabe Agatha? Mas tenho você e os meninos como se fossem os meus filhos. Bom já que estamos recordando o passado quer fazer compras de quase natal comigo Agatha?

Agatha- Ai tia honestamente? Quero! Não tem problema eu vou com você e quando chegar montar arvore de natal, tia Annetta adora quando as monto ela diz que eu a poupa de cansar a beleza dela é mole à rapadura? (Mais risos).

Cidinha- Passarei na Floricultura Úrsula e comprar umas mudas para plantar no jardim da mansão, Takuranashi contratou um rapaz chamado João Victor, dizem que ele tem mão boa para lidar com as mudas e plantações. 

Agatha- Pode conversar com minha tia Carmela e chamar este rapaz para melhorar o paisagismo da Mansão, porque os que a tia Annetta contrata, benze a deus! Da para chorar e depois se for falar com ela não vai resolver nada, vai dizer que mão de obra assim caseira sai caro, bom... Vamos?

Cidinha- Só se for agora! Vou pegar o carinho de mão e as sacolas para por as verduras... (Mais risos entre as duas e saem abraçadas).

3° parte:
Igreja Matriz Arcanjo GabrielDiaExternaFundo Musical de: “View from Within/ Adam Hurst”. 
 

Roberta anda de um lado para o outro Alana se aproxima e abraça a amiga, Plano GeralCores Frias, a Cena é filmada com Pouca Iluminação no cenário:

Alana- Esta ansiosa Roberta. Sei que esta? Si sei bem a conheço.

Roberta- Sabe Alana? Confesso que estou contando a hora, Mônica não pode deixar vestígios, ou podemos por tudo a perder, eu vou me reerguer e vou destruir um por um! Não posso dar um passo em falso, quando queremos algo tão impossível o necessário é esperar com paciência... A propósito onde esta o Padre Ottero?

Alana- Recebeu uma ligação e imediatamente saiu. Eu achei o estranho esta manhã Roberta, saiu e nada disse para mim, será que ele foi se encontrar com a Mônica?

Roberta- Não! Se fosse com certeza ela falaria comigo primeiro.

Alana- E Cesar como vai reagir quando ficar frente a frente com quem viveu um amor?

Roberta- Eu não sinto amor por este homem, eu sinto é tristeza por ele, a minha vontade é de cuspir na cara dele se eu pudesse Alana espremia todos, mas não, eu quero que a pena de cada um seja da consciência pesada a de fazer a pessoa se sentir tão mal, tão amarga consigo mesmo a ponto de cometer uma loucura! 

Delícias do CaféTardeInterna, Fundo Musical de: “Pale light/ Dark Music”, Plano Geral.


Padre Ottero senta se olha para os lados e logo Cesar chega:

Cesar- Ola Padre? É tão difícil nos vermos agora eu com muito trabalho na CTA e senhor sempre realizando as missas, fica difícil. (Logo chega um garçom).

Garçom- O que vão pedir?

Cesar- Bom eu vou querer uma xícara de café e o senhor Padre?

Padre Ottero- Bom neste caso receio que a conversa seja breve então vou aceitar uma xícara...

Cesar- Duas neste caso... (Garçom se retira). ...Padre algo esta me incomodando eu preciso desabafar, mas antes de começar gostaria que você procurasse entender os motivos pelos quais estou assim e estou muito confuso.

Padre Ottero- Pois bem Cesar o que o aflige? O que atormenta sua paz filho? Corta Para:

CTAExternoTardePlano GeralCâmera Aérea passa para Plano Médio, Fundo Musical de: “The Wreck/ James Newton Howard”.
Porta do elevador abrindo Juca saindo caminha em direção a Mônica, esta o abraça e chora nos braços do amado:

Juca- Por Deus Mônica você precisa parar! Você esta correndo muito risco, você não esta pensando em você no que nos pode acontecer?

Mônica- Vai ficar tudo bem Juca, eu só estou assustada com atitude de Gerald, mas vai ficar tudo bem.

Juca- Mônica o que vai ficar tudo bem? Você acha isso normal? Você me liga em desespero eu chego aqui você me abraça chora e esta tudo bem? (Juca segura nos braços de Mônica e sacode as). Não esta nada bem você sabe disso eu venho tentando abrir seus olhos para o que pode acontecer eu estou com medo do que possa vir acontecer com você Mônica, você acha que é fácil acordar e dormir pensando em que a qualquer momento uma tragédia pode acontecer? Mônica ou você desiste desta ideia louca absurda de tentar ferrar Gerald ou Romano ou não conte mais comigo! (O silencio se estampa Câmera se Mexendo, Juca se retira calado sem olhar para traz).

Mônica- Juca! Juca volta aqui, por favor! Por favor, não vai! (Super Close da Câmera em Mônica que chora). Corta Para:

ExternoCentro de GramadoPlano GeralDiaFundo Musical de “Somebody That I Used To Know/ Gotye” https://www.youtube.com/watch?v=8UVNT4wvIGY

, “Fade dos Pontos Turísticos da cidade” Agatha e Cidinha caminha pela multidão com muitas sacolas nas mãos com muita dificuldade Cidinha esbarra em algumas pessoas que ficam incomodas.

Cidinha- Dona Agatha sua tia vai ficar uma fera, não vai caber na arvore de natal é muita coisa.

Agatha- Cida não precisa ficar preocupada eu passo um mel na coroa, fica sossegada! (Cidinha sorri)... E depois minha filha é tudo com dinheiro do meu pai gasto mesmo eu quero é ser mais é feliz isso sim.

Cidinha- Não da para voltar para casa com toda esta bagagem, quer dizer com todas estas sacolas e ainda temos que ir à Floricultura.

Agatha- Mas não da para você encomendar e o rapaz vai fazer o paisagismo da mansão?

Cidinha- Boa ideia! Tudo o que eu mais quero menina é chegar a casa e sentar que eu estou morta... De fome!

Agatha- Ué Cida não seja por isso vamos ao, Delícias do Café la servem almoço dos melhores o que acha?

Cidinha- Ai dona Agatha eu nunca fui lá, fiquei sabendo que lá só vai granfina? 

Agatha- Ai Cida o que é que tem? Você é minha convidada, vai que de repente você encontra seu príncipe encantado e larga seu radio? 

Cidinha- Posso encontrar meu príncipe encantado, mas meu radinho ele vai ter que aturar! (Mais risos e prosseguem seu caminho pela multidão de pessoas).

 Floricultura ÚrsulaExternaTarde, Fundo Musical de: “Sparrow  Adam Hurst”, Plano Geral.
Agatha entra acompanhada por Cidinha e fica fascinada pelos tamanhos das orquídeas e suas cores;
Agatha- Cida por quê? Bom eu já vi orquídeas já presenteie, mas nada em que se compare a estes tamanhos.

Uma voz masculina surge e logo toma atenção de Agatha e Cidinha;

João Victor- Supõe-se que a história da cultura das orquídeas tenha começado no extremo oriente, sobretudo no Japão e na China, há cerca de três mil a quatro mil anos. A palavra chinesa para orquídea (lan) já aparece no herbário chinês desde então. Entretanto, não se sabe ao certo quando ela passou a ser cultivada pelo homem e nem se este cultivo foi motivado por razões estéticas ou apenas medicinais. Sabe se apenas que a cuidamos com o máximo de cuidados é... É como se fosse uma folha quase que sem vida que para sobreviver necessita de água... (João Victor corta um broto de rosa vermelha e enrola numa folha decorativa e entrega para Agatha que se surpreende tal a moça tal Cidinha, Efeito em Closes da Câmera sobre os olhares de João Victor e Agatha ao Fundo Musical de: “Ether/ Hooverphonic”).

(Encerramento com a música Internacional de Agatha e João Victor por: “Ether/ Hooverphonic”).

 
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Salamandra/ 40° Capítulo- Mônica é ameaçada por Gerald, as situações ficam tensas no cap de hoje !!!
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Novelas :: Salamandra-
Ir para: