InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !

Ir em baixo 
AutorMensagem
Vinicius Gabriel
Prata
avatar

Idade : 26
Cidade : Campinas

MensagemAssunto: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    23.12.14 0:22

O INTERNATO
Fase Final
Capítulo 18
Cecília teve uma ideia fabulosa e começou a chorar gritando desesperada. A Detetive percebeu o ar de fingimento na voz.
Cecília – Mãe, o senhor Manoel me salvou. Eu estava enfurnado num internato xexelento. Trabalhando como escrava intelectual, aquele acidente de avião foi tudo uma farsa, quer dizer, matou uma quantidade enorme de pessoas. Eu, e um amigo que estamos hospedados aqui no hotel, ele já é maior de idade, sabe, conseguimos nos safar. Depois a diretora apareceu morta no chuveiro...
E começou a contar a mesma farsa que usara para enganar seus colegas internos. Ao terminar Jonas abraçou a filha que chorava desesperada e por entre seus ombros a menina expressou um sorriso de macabro contentamento, a detetive Roberta percebeu. Laura abraçou Manoel que fingiu realmente ter acontecido aquilo.
Laura – Nós temos que salvar as outras crianças...Fechar essa espelunca e prender todos os culpados por isso !!!
Cecília fingiu concordar e enxugando as lágrimas de jacaroa, disse para mãe que estava indo para o apartamento de seu Manoel, puxando o velhaco pelo cotovelo, quando Laura a impediu.
Laura – Nem pensar! Agora que está comigo, você vai ficar comigo. Vem, vou te mostrar o quarto onde seu pai e eu estamos hospedados. Obrigado seu Manoel, mas pode deixar que a partir de agora eu cuido dela. – E se despediu com um abraço amoroso. – No corredor, carregada pelo colo do pai, ela fez um sinal que depois encontraria ele e ele acenou que havia entendido. – Mais uma vez Roberta estava observando a cena com extrema atenção.
Mais tarde... Em meio ao Crepúsculo...

No hospital Santa Edwiges....
Marieta acorda depois de um súbito pesadelo. Estava correndo numa relva no meio da noite, fugindo de Cecília montada em um Jipe com Tony tentando mata-la atropelada.
Marieta – Malévola criatura. Eu ainda terei a chance de estar só a só com ela, para o grande acerto de contas – Disse rangendo os dentes.
Ela saiu de sua maca já esquentada e começou a perambular pelo hospital com vários leitores nos corredores. Dobrando em uma esquina, depois de subir um lance de escada, avistou Manoela e Abiel envolta de uma cama berrando para enfermeiros. Ela se aproximou: Lorenzo acabara de ter uma braquicardia. Se desesperando.
Trancada no banheiro do apartamento do seus pais...
Cecília acabara de roubar o celular de sua mãe e discara silenciosamente para Tony, contando do acontecido. Ele ficara furioso e xingara a parceira de todos os nomes possíveis pelo telefone. O que a menina não sabia é que Roberta que andava pelo local em sua longa capa cinza com a boina vermelha berrante, conversando enquanto Laura fazia o jantar, parara para escutar a porta. Ela escutou a menina completando do plano para dormir com Manoel e arrancar informações dele, mas a detetive acabou falhando deixando seu pé se torcer, também não se desprendia daqueles saltos altos e urrou de dor. Cecília se estacara gélida e abrindo a porta repentinamente por um triz não flagrou a mulher que se escondera abaixo de uma poltrona de veludo próxima. Cecília caminhou alguns passos, mas não achou ninguém, ela foi até a cozinha e avisou a mãe que iria chamar seu amigo para o jantar. A mulher concordou. Assim que bateu a porta da sala. Roberta levantou da poltrona.
Roberta – Ufa, essa foi por pouco!
E acabou se assustando ao ver Jonas saindo da suíte onde estava com o jornal nas mãos, pelado, com o papel higiênico grudado entre as nádegas, arrastando o rolo.
Jonas – Amor, você viu onde está o rolo? Eu não achei no banheiro. Ah... Desculpa eu não sabia que você ainda estava aqui...eu vou me vestir agora mesmo... ( saindo para a suíte envergonhado)
Roberta – Tudo bem – Disse embasbacada.
Laura aparecera instantes seguintes – Eu ouvi direito, foi a voz de Jonas ?
Roberta – Sim, senhora. E acho que ele precisa da senhora lá na suíte.
Laura pareceu de relance perceber o que era – Deve ser seu Alzheimer sobre papel higiênico, tadinho não anda com a memória nada boa. Bom, com licença, vou ajudar ele. – E saiu corada até o local.
Roberta que ficara sozinha se afundara na poltrona – Que família é essa ? Meu Deus do céu ? – Ainda chocada com o que viu !

No hospital Santa Edwiges...
Marieta – Eu nem me importaria se esse idiota partisse dessa para pior.
Manoela – Nem eu !
Abiel – Vocês duas estão malucas. Ele é um ser humano, assim como todos nós. Por favor, enfermeira, diz que ele vai sobreviver...
Depois do quinto desfibralamento, infelizmente não era mais nada possível fazer nada. Abiel começou a chorar e por incrível que parece até Marieta e Manoela que foram atingidas pelo rapaz e quase morreram em sua mão, começaram a demonstrar um pouco de piedade na cena.
Abiel segurou a cabeça praticamente morta de Lorenzo e começou a chorar – Será que vocês não entendem que ele só fez isso por amor, por amor a mim. Tudo bem que foi uma manifestação doentia, não deveria ter chegado a tal ponto, passando por cima das pessoas como se fosse um trator em toda velocidade, eu sei disso. – A música A Thousand Years de Christina Perri começou a tocar.

Nesse momento Ciclope chegou e pareceu cair em choque, trazia um buque de rosas vermelhas na mão, seu cabelo estava penteado com gel de barbeiro. – Ele só queria ser amado – Continuou Abiel – Será que não merecemos isso na vida ? Se eu pudesse, meu querido...eu...nunca teria  te abandonado, seu eu soubesse. – Ele levantou da maca e começou a quebrar alguns objetos – enfermeiros sugiram para contê-lo – Eu me enganei, me perdoa, por favor, eu que fui o responsável por você cometer essas loucuras...me perdoa, por favor. – E se debruçando novamente na maca, lágrimas de seus olhos penetraram nos dele, ele com os lábios secos beijou o rapaz, apaixonadamente e milagrosamente o outro abriu os olhos lentamente se impressionando com o que vira, um sorriso tomou conta de seu rosto. Nesse momento, raios de sol em uma janela próxima invadiram a silhueta loira do rapaz que pareceu ter rejuvenescido em segundos uns vinte anos
.
Uma enfermeira mulata comentou com outra próxima – Ai...ai, viu ? Nada como um beijo de amor para curar a inveja, as dores e até a própria morte.
Lorenzo – Você me beijou sem estar alienado? Cara do céu, é bom demais para ser verdade. – E retribuiu o beijo. Abiel acariciou seu rosto e o outro acariciou os cachinhos castanhos dele.
Lorenzo se levantou com muita desculpa e se ajoelhou perante as meninas, com sinceridade e chorando ele pediu perdão por todo o mal que as causara. Todos ficaram chocados com suas revelações, mas elas depois de um minuto em silencio chorando também de emoção, acenaram com a cabeça positivamente.
Lorenzo pulou para abraça-las – Eu prometo minhas lindas, que jamais as decepcionarei de novo. Eu juro.
Depois foi a vez de Ciclope – Ai, ai, meu capachinho favorito. Desculpa por isso tá ? Você não é servo de ninguém. Ao contrário, merece a liberdade, é por isso que eu peço para você passar mais tarde lá na minha mesa, se quiser continuar ainda na escola, que agora não terá mais como função escravizar alunos, mas sim ensiná-los com amor, sentimento que agora sei como é – e olhou sorrindo para Abiel que retribuiu com um piscar de olhos – se quiser continuar, ganhará um salário muito justo para sua qualificação. Chame todos também, hoje à noite no auditório, sem chicotadas, por favor, com muito carinho, eles merecem  ! Darei uma reunião com algumas leis novas que surgiu na minha cabeça nesse instante. – O Gigante não pareceu acreditar no que ouvira e meio afeminado hipopotamente deu um beijo molhado em Lorenzo que retribuiu com outro em sua bochecha, o gigante foi à lua. Todos riram.


A música esta no auge ♫. Lorenzo – Bom e quanto a você, eu só tenho a dizer uma coisa – Disse com uma voz imperial, tendo passar medo – Haha’ irei te fazer muito feliz. – Abiel rindo puxou o loiro ex-oxigenado pela cintura e envolveu com um beijo. Lorenzo se firmando em sua nuca tocou a ponta do nariz na dele, beijando novamente. Todos aplaudiram e depois de um segundo, eles se cumprimentaram na mão como dois Brothers e ferozmente bravejaram com hip hop:
- Agora que a gente tá junto, não tem para ninguém. Nós vamos acabar com aqueles dois e a maldade vai acabar, por que se liga minha gente, o bem é muito mais inteligente. – Firmando-se um contra o outro numa posição de ataque. Suas sombras agora pareciam ser apenas um ser só.
Já anoitecera e Tony batia a cabeça incessantemente na parede, quando ela entrou...
Tony – Caramba, mas que merda, pow, não vê que com a chegada de seus pais e o pior, dessa detetivizinha de porta de cadeia, o circo tá se fechando para nós. E você ainda atrasa.
Cecília – Desculpa, é que eu...
Tony – Desculpo nada, vamos logo para o apartamento daquele velho. Não se esquece de deixar a porta fechada, não trancada, para a gente concluir o plano.
Cecília – Pode deixar, vou provar para você que não sou com nenhuma dessas outras garotinhas que você saiu, eu tenho conteúdo meu querido – E saiu, ele deu um tapa em sua bunda de satisfação.
 Logo, ela estava apertando a campainha de Manoel com aquele vestido reluzente. Ele entrou e fechou a porta. Tentou trancar, mas ela convenceu que os prazeres a excitava e eles foram logo para o quarto onde uma cama redonda os aguardava com vibração. Ele deitou de pernas abertas e ela começou a subir por ele como se fosse uma viúva negra que cerca a presa para lhe dar o bote letal. Mas ela não podia fazer nada, não antes de conseguir arrancar as informações que precisava.
Tony entrou e fechou a porta. Escondida no final do corredor observando-o estava Roberta com seu cachimbo a todo vapor.
Roberta – É agora que eu descubro o que vocês estão fazendo !!! Abelhudinhos !!! – Sua boina pareceu cair dois centímetros depois daquela última tossida. Ela limpou o objeto em um lixo próximo e se adentrou, guardando ele no casaco enorme. O Apartamento estava a escuras, com exceção do quarto nos fundos parou para observar atrás de uma planta ornamental.
Cecília que já algemara no homem, perguntava gentilmente se esfregando pelo corpo dele. Suas sardas sujas estavam mais vivas como nunca.
Cecília – E então Doutor, diga-me, o senhor mesmo é seu Manoel?
Ele riu e negou com a cabeça. Ela se assustou – Sou um irmão gêmeo dele, me chamo Júlio Carlos, Manoel morreu. Sabe, eu vim investigar a morte dele, era um irmão muito querido, descobri coisas importantes quando estava vindo para cá. Cassandra o assassinou, estava tentando arrancar informações daquela cozinheira quando ela veio com uma conversa fiada de que a aquela mulherzinha chinfrim morreu.  Eu não me aguentei, sabe. Só por que ela paga o salário ainda muito mal, aquela criatura vai defendê-la, bufei de raiva, mas daí a luz apagou e eu achei que fosse a segurança, sai correndo da escola aquela noite.
Cecília – Que você quer dizer ontem! Bom, trouxe umas coisinhas para apimentar nossa relação – Ela foi até o corredor e Tony apareceu por entre a escuridão. – Júlio pareceu ficar assustadíssimo com a cara sinistra que o rapaz fazia, ainda mais babando.
Júlio – Mocinha, pode-me desalgemar, eu não curto ménage a tua !
Cecília – Não se preocupe, eu nunca pensei em fazer sexo com um velho enrugado como você ! – E pegando a faca com Tony que acabara de tirar do bolso, os dois subiram na cama e ferozmente começaram a atacar o homem.
NESSE INSTANTE, ENQUANTO ELE GEMIA DE DOR, ROBERTA ACENDEU A LUZ.
Roberta – PAREM JÁ, SEUS ASSASSINOS DE BEIRA DE ESTRADA !!!
Cecília debochou – Por que é você que vai nos impedir ? – Tony demonstrou riso também com a faca já ensanguentada.
Roberta – Não, mas ela ! – Disse com cinismo.
A Professora Vera se adentrou no quarto, totalmente iluminada, estava com certeza transformada em Feiticeira da Noite. Seus olhos faiscavam de raiva. Ela jogou uma brecha de fogo sobre Cecília que caiu urrando de dor no chão. Parada agora aos pés da Professora, a mulher sorriu sorridente para ela.
Vera – Parece que nosso acerto de contas, chegou querida !!! – Disse se inclinando levemente, ainda encarando sobre suas pálpebras.
Cecília se desesperou. Mas quase enfartou quando viu Roberta se transfigurar em Odette, mãe de Tony.
Odette – PENSA QUE EU NÃO SEI O QUE VOCÊ FEZ COM SEU IRMÃO, SEU CAFAJESTE !!! VOU TE DAR A SURRA QUE DEVERIA TER TE DADO HÁ MUITO TEMPO – E olhou para o filho que tremia com a arma branca na mão. Cecília desejou não ter nascido.
CONTINUA...



     Boas festas de fim de ano para todos. O Internato volta com seus dois últimos capítulos na primeira semana de Janeiro. Feliz 2015 ! Muita saúde e paz. Agradeço de coração a audiência, mas por favor se cadastrem, o comentário vale muito mais. Amo vocês <3


Última edição por Vinicius Gabriel em 28.12.14 15:48, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe Viegas

avatar

Idade : 18
Cidade : São Paulo

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    24.12.14 16:38

Eu me cadastrei para comentar aqui rsrs, nao força a barra de Lorenzo e Abiel, Wink Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Wagner Nascha
Gold
avatar

Idade : 21
Cidade : Formosa do Rio Preto

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    25.12.14 11:47

Capítulo quente, agora Cecília e Tony foram descobertos, e quem diria que Lorenzo seria la no fundo uma pessoa boa Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://webficção.forumeiros.com
Vinicius Gabriel
Prata
avatar

Idade : 26
Cidade : Campinas

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    25.12.14 14:41

Felipe Veigas gostaria que me respondesse algo e fosse pensando, se puder : O grande mistério gira em torno do título que eu não escolhi á toa. Por que o Internato foi criado ? Uma dica : Existe um personagem que saiu de cena e que foi sequestrado e muita coisa mudou depois disso, quero ver se seu faro é apurado e consiga perceber quem foi, por que está implícito. Obrigado pelo carinho. Continue ligado, muita coisa ainda tem para ocorrer na primeira semana de 2015 !
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe Viegas

avatar

Idade : 18
Cidade : São Paulo

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    25.12.14 18:02

Capitulo 13- Lobiwoman, um segurança é sequestrado por Ricardo, eh esse?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe Cícero

avatar

Idade : 23
Cidade : Brasília

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    28.12.14 1:26

Vinicius parabéns pela serie.. Ta massa demais.. Ancioso pro próximo capitulo em janeiro.. ✌
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe Viegas

avatar

Idade : 18
Cidade : São Paulo

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    28.12.14 14:45

acabei de votar em vc Vinicius, espero que vc ganhe Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vinicius Gabriel
Prata
avatar

Idade : 26
Cidade : Campinas

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    28.12.14 15:47

Obrigado meus queridos... Torço para que o melhor qualificado vença, se for eu melhor ainda, mas que vença o mais justo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vinicius Gabriel
Prata
avatar

Idade : 26
Cidade : Campinas

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    28.12.14 15:49

Tem um errinho ali em cima, não sei se perceberam, mas Cecília pegou a faca com Tony, não com Júlio. Obrigado. Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vinicius Gabriel
Prata
avatar

Idade : 26
Cidade : Campinas

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    28.12.14 15:50

Não Felipe, o sequestro do segurança foi explícito,ocorreu um sequestro implícito. Vou dar mais uma dica :

Tem alguém que quando mudou de personalidade você deve ter estranhado. Quem sabe essa pessoa não tenha uma cópia gêmea espalhada por aí, haha' aguarde...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe Viegas

avatar

Idade : 18
Cidade : São Paulo

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    28.12.14 15:54

Há, agora eu entendi Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vinicius Gabriel
Prata
avatar

Idade : 26
Cidade : Campinas

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    28.12.14 15:56

Tem facebook ?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Felipe Viegas

avatar

Idade : 18
Cidade : São Paulo

MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    28.12.14 18:47

tenho sim, inclusive mandeo uma solicitação para ti.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !    

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
18 º Capítulo de O Internato - Lorenzo mudou !
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Séries :: O Internato-
Ir para: