InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 CAPÍTULO 54|| SABER VIVER

Ir em baixo 
AutorMensagem
Gabriel Adams
Platinum
avatar

Idade : 22
Cidade : Rio das Ostras

MensagemAssunto: CAPÍTULO 54|| SABER VIVER   26.12.14 15:58

Capítulo 54, Saber Viver

CENA 1. RIO DE JANEIRO/ IPANEMA – RECANTO DOS IDOSOS/TARDE
JACYR                     Aqui está bom, aqui está bom. – ele diz, sorrindo, passando os pés na água.
CRISTINA               Não, não está bom. Inclusive está calor, você está suando. Vai tomar um banho, vai! – ela diz, sorrindo.
JACYR                     Não, não quero tomar banho, me deixa aqui.
CRISTINA               Cala a boca, velho babão! – ela o empurra, e corre para o quarto.
MALU                       Meu Deus, o que fizeram com o Jacyr. – ela corre e chama ajuda.
Minutos depois seu Jacyr é tirado da piscina, ele já havia morrido.
CRISTINA               Quem faria uma crueldade dessa gente. Mas essa piscina é muito perigosa, um veneno para esses idosos!
NILTON                   Mas esse foi o primeiro acidente que ocorre aqui. Eu como dono do Recanto posso afirmar que isso nunca houve antes.
MALU                       Desculpa, Nilton, mas eu vou ter que concordar com a ela. Isso está um perigo para os idosos!
NILTON                   Eu mandar providenciar alguns seguranças para cá. Mas o que o Jacyr fazia aqui, ele sabe que essa é hora de estar dentro da sala.
CRISTINA               Eu vi quando ele estava vindo, mas jurava que teria alguém aqui para ajudá-lo. E infelizmente aconteceu essa tragédia. – ela força o choro.
NILTON                   Calma, Cristina. Você não teve culpa de nada. Mas isso não pode sair daqui, nem os outros podem ficar sabendo disso. Por via das dúvidas ele foi levado embora, não quero que meu recanto fique mal falado.
CRISTINA               E ele tinha algum parente por aqui? Já pensou se os parentes resolvem voltar para busca-lo?
NILTON                   Nenhum, nem filhos. Na verdade ele tem um filho, mas eu não faço ideia de quem ele seja.
CRISTINA               Isso foi uma alerta para ficarmos antenados! – ela sorri. – Dá licença! – ela vai embora, sorrindo.

CENA 2. RIO DE JANEIRO/ CENTRO DO RIO – DELEGACIA/TARDE
AMARAL                 E essa história da Alice. Gente, essa história é pior do que eu imaginava.
DIEGO                      E eu! Quem diria que o Marcone seria amigo do Dan. Ou melhor, depois de um tempo tornou-se rival.
AMARAL                 Diego, será que foi o Dan que matou o Marcone? Não é muito estranho ele voltar depois de anos desaparecido, ainda deixar um relógio perto do local do crime, alegando que era para encontra-lo?!
DIEGO                      Eu já parei para pensar nessa possibilidade. Mas acho que o Dan não seria capaz de uma atrocidade dessas.
AMARAL                 Então me dá um motivo para ele ter voltado, um só!

CENA 3. RIO DE JANEIRO/ PETRÓPOLIS – APARTAMENTO POWER/TARDE
Apartamento 604...
Dan e Meire conversam na mesa, enquanto tomam café.
DAN                          Pegar o que é meu! Eu fui roubado pelo meu filho, aquela empresa é minha! Eu tenho 50% daquela empresa que foi roubada pelo meu filho!
MEIRE                      Dan, esquece essa história. Você também cansou de roubar aquela empresa e inclusive isso é crime! Estamos ricos, quer mais dinheiro para quê?!
DAN                          Não quero dinheiro, quero fazer ele pagar pelo o que ele fez. Eu fui roubado pelo meu filho, isso eu não aceito.
MEIRE                      Você sabe que ele fez isso por vingança, ódio, quando descobriu que você traía a Severina. E é por isso que ela tinha tanto ódio de você!
DAN                          Eu sei, eu sei. Mas o motivo dele ter me roubado não importa, ele é um criminoso! E ele vai ter que ir empreso, para pagar pelo o que fez.
MEIRE                      Não se esqueça que você também é, e ele tem provas disso. Será que você já esqueceu que você também construiu a empresa? E que falsificava quadros, vendia eles ilegalmente?
DAN                          Isso foi passado, PASSADO.
MEIRE                      Pois bem, a história do roubo também foi passado. Dan, esquece essa história. Você sabe muito bem que nós dois temos uma conta com a polícia, vai querer nos ferrar ainda mais?
DAN                          Meire, se você tem uma conta com a polícia eu não posso fazer nada por você. O fato é que o circo está se fechando, tudo isso está prestes a terminar, E A GENTE NÃO VIVE EM UMA NOVELA, isso aqui é realidade. Acorda Meire, acorda!
MEIRE                      Dan, você vai se arrepender de estar mexendo nesse passo. Sabe quando? QUANDO DESCOBRIREM OS TEUS CRIMES E VOCÊ FOR PRESO. – ela se exalta e se levanta. – No lugar do teu filho! – ela sai, arrumando o cabelo.

CENA 4. RIO DE JANEIRO/ ILHA DO GOVERNADOR – AEROPORTO GALEÃO/TARDE
Lukas e Madalena desembarcam. Edu já está em sua espera.
LUKAS                     Finalmente chegamos. E olha quem está ali. – ele diz, avistando Edu.
MADALENA                       Nossa, um pai atencioso ele. – ela debocha e Lukas não gosta. – Desculpa, desculpa. – ela se aproxima de Edu e o cumprimenta. – Edu! – ela sorri.
EDU                           E então, Lukas está preparado para ir falar com a Alice hoje?
MADALENA                       Então vocês vão hoje mesmo? Edu, não acha que está muito cedo não?
EDU                           Não! O quanto antes ela ficar sabendo disso, melhor.
MADALENA                       Bom, se vocês querem ir hoje, quem sou eu para impedir. Eu só acho que está muito cedo para isso tudo.
LUKAS                     Eu só vou passar em casa, tomar um banho, trocar essa roupa e a gente vai. Pode ser?
EDU                           Eu levo vocês, vamos?! – ele sorri.
Eles andam. Edu e Lukas continuam a conversar.

CENA 5. RIO DE JANEIRO/ PETRÓPOLIS – EMPRESA DAN QUADROS/TARDE
Sala de Davi...
Enzo entra na sala de Davi, que está fazendo algumas anotações.
ENZO                        Davi, vamos para casa. Vou fechar a empresa mais cedo hoje.
DAVI                         Algum motivo especial pai, nunca fechou a empresa antes do horário.
ENZO                        Nenhum. Só quero curtir um pouco mais minha família, será que posso?
DAVI                         Nossa, quem te viu quem te ver. – ele guarda uns papéis, pega sua pasta e se levanta. – Seu pedido é uma ordem! – eles sorriem e saem.
Na recepção...


ALESSANDRA       Claro que não. Ela estava ofegante, ela estava assim. – ela começa imitar “respiração cachorrinho” e Laís cai na gargalhada. – Está rindo, é. Você tinha que ver foi horrível. – ela começa imitar a respiração novamente e Laís não aguenta, ela gargalha.
Davi chega no exato momento.
DAVI                         Está ensinando para a Laís como ser uma cadela, Alessandra?! – ele ironiza. As duas param na hora.
ENZO                        Davi, pega leve com elas, coitadas. Não liguem meninas, continuem a diversão de vocês, estamos indo. Até mais!
Eles saem.
ALESSANDRA       Gente, fechando a empresa a essa hora, o que será que aconteceu?
LAÍS                          O que será que ainda pode acontecer, vindo dessa família não espero nada! – Alessandra volta a fazer a respiração, e as duas continuam rindo.

CENA 6. RIO DE JANEIRO/ TAQUARA – CASA DA DITA/TARDE
Dita e Vítor ainda conversam. Társio chega.
DITA                         Társio, que bom que veio. Junte-se a nós.
TÁRSIO                    Infelizmente não posso, estou de saída. Vou ir visitar meu pai.
DITA                         Ah, manda um beijo pro Jacyr, gosto muito dele.
TÁRSIO                    Faz um bom tempo que não vou visitar ele, aproveitar o Natal e vou lá dar um beijo nele.
VÍTOR                      Társio, será que eu posso ir com você?! Eu gosto muito de idosos, queria conhecê-lo.
TÁRSIO                    Claro, Vítor. Não quer ir também, Dita?
DITA                         Infelizmente não, queria ir muito! – ela se levanta. – Mas tenho que resolver uns problemas com a fatura do meu cartão.
Vítor se levanta para ir.
TÁRSIO                    Bom, tudo bem. Vamos Vítor!
DITA                         Manda um beijo para ele, e diz que depois irei lá levar aqueles quitutes para ele. – ela diz, sorrindo.

CENA 7. RIO DE JANEIRO/ RECREIO DOS BANDEIRANTES – PRAIA DA RESERVA/TARDE
Rafaela e Gabriel estão pegando sol. Deitados na canga, conversando.
RAFAELA               Quanto tempo não venho em uma praia, chega estou uma branquela azeda.
GABRIEL                Está maravilhosa, como de costume. – ele bebe mais um gole da água. – Nossa, que calor dos infernos. Esse é o Rio!
RAFAELA               Está calor mesmo, e eu já estou ficando enjoada. Nunca mais bebo aquele treco. O que era aquilo, uma mistura braba!
GABRIEL                Sim! – ele gargalha. – Me fez mal, mas já passou. Diego nunca mais nos chamou, será que finalmente ele terminou essa maldita investigação?
RAFAELA               Eles finalmente conseguiram encontrar os bandidos, então já deve ter acabado. E graças a Deus que não nos chama mais, pelo menos estamos livres!
GABRIEL                E você disse que quando terminasse a investigação você voltaria para sua cidade. – ele se senta. – E você vai?!
RAFAELA               Claro que... – ela se senta. – NÃO! – ela o beija. – Até parece que eu conseguiria ficar longe de você.
Gabriel sorri, todo bobo.

CENA 8. RIO DE JANEIRO/ CENTRO DO RIO – DELEGACIA/TARDE
Diego está em sua sala quando Amaral chega.
AMARAL                 Diego, tive uma brilhante ideia! – ele se senta. – A gente vai fazer o seguinte: Invadiremos o apartamento do Dan e colocaremos uma escuta em todos os cômodos, só assim conseguiremos colher informações valiosas.
DIEGO                      Mas como você pensa em fazer isso, eles veriam a gente colocar essas escutas.
AMARAL                 Não se eles não tiveram no apartamento. A gente invade a casa, e coloca eles do lado de fora, diz que vai fazer uma varredura pela casa. Instalamos e pronto!
DIEGO                      E será que isso vai dar certo?!
AMARAL                 Se tentarmos! – ele sorri.

CENA 9. RIO DE JANEIRO/ PETRÓPOLIS – APARTAMENTO POWER/TARDE
Apartamento 604...
DAN                          Como assim fazer uma varredura pelo meu apartamento? Que tipo de investigação é essa, eu preciso saber!
AMARAL                 Dan, não complica as coisas. Libera essa varredura ou teremos que te prender.
MEIRE                      Mas isso é um absurdo! Que polícia é essa? Não somos obrigados a deixar vocês darem uma varredura no nosso apartamento sem nenhum papel.
AMARAL                 Serve esse?! – ele entrega o papel e Meire avalia o devolvendo em seguida. – Acho que ficou bem claro, vocês agora vão liberar?
DAN                          Eu contesto! Eu não vou liberar porcaria nenhuma.
DIEGO                      Chega de papo. Algemem os dois!
Dan e Meire são algemadas e postos para fora de casa.
Dentro de Casa...


Diego e Amaral conseguem instalar umas câmeras e algumas escutas. Eles por fim saem.
DIEGO                      Viu só, nem demorou tanto assim! – ele sorri debochado.
MEIRE                      Eu posso denunciar vocês! Isso é invasão de privacidade! Agora me tira dessa algema, anda logo.
DIEGO                      Calma, Meirinha. – ele debocha. – Pode fazer sua denúncia, somos policiais. E então?
DAN                          Meire, chega! – ele ergue as mãos. – Já pode abrir!
Diego solta os dois.
AMARAL                 Até mais meus amigos. – ele vai e dá meia volta. – Meire, eu ainda te aguardo na delegacia! Sua conta já criou juros! – ele manda “beijos” e sai.

CENA 10. RIO DE JANEIRO/ IPANEMA – RECANTO DOS IDOSOS/TARDE
Vítor e Társio chegam no Recanto.
NILTON                   Boa Tarde! Desejam alguma coisa?
TÁRSIO                    Eu vim visitar meu pai.
NILTON                   Claro, se aproxima aqui da bancada por favor. – Társio se aproxima. – Qual nome do seu pai, por favor?
TÁRSIO                    É Jacyr. Jacyr Augusto. – Nilton ergue a cabeça e gela.
NILTON                   Jacyr?! – ele pergunta, trémulo.

CENA 11. RIO DE JANEIRO/ PETRÓPOLIS – CASA DO ENZO/TARDE
Enzo e Davi chegam em casa. Estão todos reunidos na sala. 
ENZO                        Nossa, confraternização familiar, é isso?
ALINE                      Pai! – ela se assusta. – Que milagre é esse que te fez fechar a empresa cedo?
ENZO                        Resolvi dar folga. Tirar o dia com a família.
ALICE                      Nossa, isso é muito raro, muito mesmo.
ENZO                        Palhaços! – ele olha para Rebeca. – Não vai falar nada, Beca?
REBECA                  Falar o que pai?! – ela sorri. – Ops, já falei!
ALINE                      Gente, já venho. Eu vou lá em cima pegar uma foto que eu tiramos no natal. Já consegui revelar.
Ela sobe a escada correndo.
DAVI                         Carol, está quieta, o que houve?
REBECA                  Deve estar pensando na merda que vocês andam fazendo.
CAROLINA             Rebeca, fecha essa matraca!
ENZO                        Do que vocês estão falando? Já falaram isso outro dia, agora hoje.
REBECA                  Eu vou contar pai! – ela se levanta. – É que o Davi... – ela é interrompida.
ALINE                      Pronto, eu achei a fot... – ela vai descendo a escada, quando sente uma tonteira, ela desmaia e cai da escada.
ALICE                      ALINEEEEEEEEEEEEEE! – ela grita, desesperada.
Enzo vai até Aline rapidamente.
ENZO                        PEGUEM A CHAVE DO CARRO, VOU LEVAR ELA PARA O HOSPITAL, ANDA LOGO! – Davi o entrega a chave.
Enzo pega Aline no colo e corre com ela. Todos vão atrás.
Na porta da casa...


Enzo coloca Aline dentro do carro. Ele entra do carro. De longe, Edu e Lukas observam tudo.
EDU                           Pronto! Agora você já pode ir. – ele percebe a confusão. – Que confusão é aquela?
LUKAS                     Não sei, mas eu vou agora. – Quando Alice vai entrar no carro ele dá um grito. – MÃE! – ele grita, alto.
Alice olha para trás e vê Lukas.
Foca em Lukas, que está parado olhando para Alice, sorrindo. 

FIM DO 54° CAPÍTULO!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel Adams
Platinum
avatar

Idade : 22
Cidade : Rio das Ostras

MensagemAssunto: Re: CAPÍTULO 54|| SABER VIVER   26.12.14 16:02

Cristina tentando se fazer de vítima, que feio! E Jacyr é pai de Társio, agora que danou-se tudo. E ele resolveu tirar o dia para ir visitar o pai no dia que ele morre, eita ferro! Sabemos o porquê Dan voltou, para pegar a empresa de Enzo! Mas afinal, que dívida é essa que Meire tem com a polícia. No capítulo de mais tarde (55) saberemos quem matou a Celeste, teremos uma revelação bombástica! Será que Aline corre risco de morrer?! Aguardem o próximo capítulo!! Comentem o que acharam e até daqui a pouco com o capítulo 55!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Victor Morais
Gold
avatar

Idade : 21
Cidade : São Bernardo do Campo

MensagemAssunto: Re: CAPÍTULO 54|| SABER VIVER   26.12.14 17:16

:O meus parabéns esse capítulo foi de pegar fogo e a trama tá cada vez melhor Gabriel!! Eu amei que você entrelaçou a vida do Tarso com o Jacyr que morreu, falando nele, coitado! A Cristina é uma nojenta mesmo, os idosos que se cuidem. Vítor bem que poderia ve-la e denuncia-la!! Agora esse reencontro da Alice com o Lukas, tô ansioso pra ver o que eles irão falar( ou não), só sei que a web tá muito boa! E avisa pro Dan que ele tá numa novela sim, o coitado ainda não sabe...

....................................................................................
POR VICTOR MORAIS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gabriel Adams
Platinum
avatar

Idade : 22
Cidade : Rio das Ostras

MensagemAssunto: Re: CAPÍTULO 54|| SABER VIVER   26.12.14 18:09

Victor Morais escreveu:
:O meus parabéns esse capítulo foi de pegar fogo e a trama tá cada vez melhor Gabriel!! Eu amei que você entrelaçou a vida do Tarso com o Jacyr que morreu, falando nele, coitado! A Cristina é uma nojenta mesmo, os idosos que se cuidem. Vítor bem que poderia ve-la e denuncia-la!! Agora esse reencontro da Alice com o Lukas, tô ansioso pra ver o que eles irão falar( ou não), só sei que a web tá muito boa! E avisa pro Dan que ele tá numa novela sim, o coitado ainda não sabe...
Fico feliz que esteja gostando, Victor. Estou me dedicando o máximo para a trama. Simm, eu tinha que arrumar um jeito da Cristina ser descoberta. E agora é mais gente contra ela. Será que vai ter reencontro ou não?! No meio de um "acidente" ele aparece. :/
Pode deixar, irei avisar sim. Hahaha
Obrigado por comentar, Victor!!  Very Happy Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
João de Oliveira
Gold
avatar

Idade : 16
Cidade : Maringá

MensagemAssunto: Re: CAPÍTULO 54|| SABER VIVER   26.12.14 19:49

Társio filho de Jacyr. Cristina que se cuide, e torça pra não ser vista por ele e nem por Vítor, enquanto eu torço pelo contrário. Twisted Evil 
Já Aline tem que torcer pelo seu filho, a segunda vez que os dois correm perigo em pouco tempo, quando Davi é que devia estar nessa situação, mas que pessoa chata. Já pode mudar o nome pra Insuportável, e ser substituído por Lukas. Parece que ele está determinado a encontrar a mãe, só que pode não ser o momento certo. Rolling Eyes Mas mesmo assim, devem sim por as cartas na mesa, e ai de quem hesitar.

....................................................................................
JOÃO de OLIVEIRA
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Wagner Nascha
Gold
avatar

Idade : 21
Cidade : Formosa do Rio Preto

MensagemAssunto: Re: CAPÍTULO 54|| SABER VIVER   27.12.14 11:42

Então o senhor Jarcy é pai do Társio, essa Cristina é uma mulher arquerosa mesmo Crying or Very sad
Quando Rebeca ia contar tudo, és que Aline passa mal, e na saida para o hospital Lukas chega na conpanhia de Edu e chama Alice de mãe!!!!
Gente esse capítulo foi demais!!!!! Smile Razz
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://webficção.forumeiros.com
Rodrigomes
Gold
avatar

Idade : 19
Cidade : São Paulo

MensagemAssunto: Re: CAPÍTULO 54|| SABER VIVER   27.12.14 14:19

Ai como a Cretina é falsa. Abre os olhos Nilton, foi ela quem matou o Jacyr.
Parece que Társio e Vítor estão perto de reencontrar a megera. Será que eles irão ver ela?
O que aconteceu com a Aline agora, hein? 
Dan e Meire, dois revoltadinhos. Agora tomem cuidado com o que irão falar... estão no BBB sendo vigiados pelas câmeras hehe
Ain, bem na hora que a Beca ia contar tudo... acontece esta fatalidade. Por falar nisso, reencontro de mãe e filho... que emoção Sad

....................................................................................
Rodrigomes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: CAPÍTULO 54|| SABER VIVER   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
CAPÍTULO 54|| SABER VIVER
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Novelas :: Saber Viver-
Ir para: