InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Para Sempre ao Teu Lado ||(33º) ANTEPENÚLTIMO Capítulo

Ir em baixo 
AutorMensagem
@Mathe_oficial
Prata
avatar

Idade : 22
Cidade : Sobradinho

MensagemAssunto: Para Sempre ao Teu Lado ||(33º) ANTEPENÚLTIMO Capítulo   29.12.14 1:35

33º Capitulo – Para Sempre ao Teu Lado






Morumbi - Família Fonseca Vilar

*Mesa do café da manhã*
Hilda (Triste): Olha Horto! A cada dia que passa, essa mesa vai ficando cada dia mais vazia! Quero meus filhos!
Horto: Você tem um filho a parti de agora não se esqueça!
Hilda (Triste): Eu sou mãe, poxa vida! Eu perdoou meu filho.


 
Hospital São Gregório – Sala de Gabriel

Gabriel (Irritado): Você vai me explicar essa historia direitinho, eu não lembro ter transado com você!
Paula (Dissimulada): Lógico, você encheu a cara, e eu estava ali inteira para você!
Gabriel (Irritado): Não você é louca! Eu nunca ia me envolver com você, e amo a sua irmã, e sempre amarei.
Paula (Irritada): Mas acontece que ela morreu, e até onde eu sei os mortos não ressuscitam! Coloca isso na sua cabeça.
Gabriel (Irritado): Cala a boca! Olha o que você está falando sua cretina, eu não vou terminar meu noivado por um filho com você. Se você quer que assumo,ok! Mas não vou casar com você
Paula (Irritada): Hã!
Gabriel (Irritado): Isso mesmo que você ouviu!
Paula (Irritada): Então esquece por que você nunca vai ver esse menino, alias você nunca mais vai me ver... ---Paula se desespera--- Eu te amo Gabriel, sempre te amei, minha irmã, invejosa que roubou você de mim!
Gabriel (Irritado): Você é doente, olha os delírios que você esta falando
Paula (Descontrolada): Eu faço qual que coisa para ter você, ate mato por amor a você...
Gabriel (Irritado): Sai daqui sua louca pervertida...
 


Subúrbio-Vila Canaã/ Casa de Teresa e Osmar

---Na cozinha---
Olhando pela janela, Teresa sente que momentos ruins estão por vir...
Teresa (angustiada): Meu coração esta apertado, o que será meu Deus!


 
Noite - Hospital São Gregório/No corredor

Laura enfermeira: Doutora Daniele, saiu o resultado do exame de DNA.
Daniele: Hã?
Laura enfermeira: Isso, o resultado saiu por volta de 06:30 da manhã,coloquei na mesa do doutor Gabriel.
Daniele: Não estava lá! Será que alguém pegou? Faz o seguinte manda uma copia pra mim urgente, pode ser?
Laura enfermeira: Claro!


 
Minutos depois... Noite - Hospital São Gregório/Sala da Daniele

---Laura enfermeira bate na porta---
Daniele: Pode entrar!
Laura enfermeira: Aqui está o exame, doutora Daniela!
Daniele: Obrigada Laura, você é um anjo! Pode ir.
 


Noite - Subúrbio de São Paulo/ Casa de Maria Esperança
---Na frente de casa Maria coloca as roupas para secar---


 
Madrugada - Hospital São Gregório/Sala da Daniele

Daniele (Surpresa): Meu Deus! Como eu suspeitava a Malu é filha dele mesmo... Preciso avisá-lo
 


Madrugada- Hospital São Gregório/Sala do Gabriel
---Daniele bate na porta---
Gabriel: Pode entrar?
Daniele: Gabriel preciso falar com você!
Gabriel: Também, meu amor!
Daniele (Fecha o rosto): Por favor, para! O que tenho para te falar é sério...
Gabriel: Fala!
---Quando Daniele começa a fala, alguém bate na porta---
Gabriel: Pode entrar!
Maura enfermeira: Doutor Gabriel, o quadro da paciente Malu Sousa piorou muito, ela está correndo risco de vida, rápido venha ver...
Gabriel: Vamos
 
UTI – Quarto de Malu
Gabriel: Ela não ta reagindo aos medicamentos! Ela precisa ser transplantada agora, caso contrario...
Daniele (Aflita): Gabriel como eu estava ia te dizer, encontramos o doador pra Malu!
Gabriel: Então fala quem é! Vamos chamar ele o mais rápido possível!
Daniele (Aflita): Você sabe que nesses casos a chance de encontrar um doador compatível é rara, ao não ser que o doador seja o pai ou mãe, como o teste da Ana não foi compatível, você fez lembra?
Gabriel: Sim e daí...
Daniele (Emocionada): Você é o pai dela Gabriel, você encontrou sua filha! A Malu é sua filha biológica.
Gabriel (Emocionado): Quer dizer que ela é minha filha!
Daniele (Emocionada): Sim!
---Emocionado Gabriel acaricia o rosto de Malu---
Daniele (Emocionada): Dª Maura convoque imediatamente a equipe medica de transplante, e chame o Samuel Freitas o diretor geral, precisamos fazer esse transplante o mais rápido possível, a paciente esta com falência múltipla do fígado.
Maura Enfermeira: Sim senhora!
Daniele (Emocionada): Vamos Gabriel, precisamos te preparar para o transplante!
Gabriel (Emocionado): Ai meu Deus, tô perdendo minha filha!Justo agora, por que Deus... É mais uma aprovação!
Daniele (Emocionada): Tenha fé Gabriel! Nos vamos salvar sua filha.
Gabriel (Emocionado): Preciso ligar pra minha mãe!
Daniele (Emocionada): Ok! Mas rápido.
 
Madrugada-Subúrbio de São Paulo/Casa de Ana
---Dentro do carro, Paula pensa em como invadir a casa de Ana---


 
Madrugada-Mansão dos Fonseca Vilar

---Quarto de Ilda e Horto---
Ilda (Ao telefone): Não Gabriel!
Horto (Assustado): O que foi meu amor?
Ilda (Ao telefone): O Gabriel achou a filha dele!
Horto (Assustado): Hã?
Ilda (Ao telefone): Calma meu filho tudo vai dar certo, estamos indo!
Horto (Assustado): Como assim o Gabriel achou a filha dele?
Ilda (Eufórica): Vamos Horto para o hospital, no caminho te conto.
 
Madrugada-Subúrbio de São Paulo/Casa de Maria Esperança
Maria Esperança acorda todo dia com as galinhas para catar latinhas, para ajudar no sustento da família.


Madrugada - Hospital São Gregório/Sala de preparação para transplante

---Gabriel todo paramentado, para doar parte de seu fígado para sua filha biológica---
Ilda e Horto (Felizes): Calma meu filho vai tudo certo! Tenha fé em Deus,ele estará com você!
Gabriel (Emocionado): Tô com medo de dar errado!
Horto: Calma filho!
 
Minutos depois... Gabriel entra na sala de transplante junto com a filha
 
Madrugada-Subúrbio de São Paulo/Casa de Ana
---Quarto---
*Ana fica muito agitada e resolve tomar um copo de água na cozinha, quando ela desce da cama ela ouve um barulho*
---Nas escadas---
Ana (Assustada): Quem está ai?
*Logo depois ouve outro barulho*
Ana (Assustada): Quem está ai?
*Quando ela desce as escadas ela vê uma luz branca*
Paula (Está com uma roupa branca de açougueiro cheia de sangue): Bú!
Ana (Assustada): Quem é você?
Paula (Está com uma roupa branca de açougueiro cheia de sangue): Não ta me reconhecendo?Vim te buscar!
Ana (Chorando e Assustada): Que sangue é esse?
Paula (Dissimulada): Dá sua filha! Acabei de matar ela, olha a lembrança que ela te mandou---Paula levanta um saco plástico transparente com um fígado dentro---
Ana (Chorando e Assustada): Ai meu Deus! Você arrancou o...
Paula (Dissimulada): Tirei o fígado dela, vou fazer um picadinho que vai ficar uma delicia.
Ana (Descontrolada): Você é louca, eu vou te matar! Cadê minha filha...


---Quando Ana avança em Paula ela cai no chão---


Paula (Rindo): Ta vendo esse sangue? Olha o que faço com ele! ---Paula começa a beber um falso sangue--- Humm,que garota doce!
Ana (Desorientada): Para!Para com essa tortura, você vai me matar... Ai minha cabeça! Ai,ai,ai preciso tomar meu remédio...---Ana se arrasta até o criado mudo onde esta o remédio!
Paula (Rindo): Pega os remédios e joga fora... ---No chão do lado de Ana---
Paula (Rindo): Olha essa foto Ana!Eu do lado da sua filha... Filha morta, aliás, rsrsrs!
---Ana deixa escorrer uma lagrima do olho e morre nos braços de Paula---
 


Manhã - Hospital São Gregório/Sala de transplante

---O transplante ocorre super bem, até que o corpo de Malu rejeita parte do fígado transplantado---
Lacerda Campo (Tenso): Rápido, os desfibriladores a paciente está perdendo freqüência cardíaca, vamos no 3...1,2,3 vai! De novo 1,2,3, vai! De novo 1,2,3, vai! De novo 1,2,3, vai! De novo 1,2,3, vai! De novo 1,2,3, vai! De novo 1,2,3, vai! De novo 1,2,3, vai!
Lacerda Campo (Tenso): Vamos Malu reage, ---Lacerda começa a massagear o tórax de Malu--- Vamos Malu!
---Quando Lacerda desiste, a freqüência de Malu fica estável---
 
Subúrbio de São Paulo/Casa de Ana
---Maria Esperança passa em frente à casa de Ana e sente uma energia muito negativa, nesse momento Paula sai da casa de Ana---
 
Maria Esperança: Oxi! Pensei que Ana estivesse no hospital!Quem será essa madame desconfiada.
Paula (Desconfiada): Dever cumprido!Preciso ir urgentemente ao SPA, minhas cútis estão desgastadas.


Manhã - Hospital São Gregório/Sala de transplante

Lacerda Campo (Aliviado): Boa Garota! Podemos continuar...
Sala de espera
Doutora Daniele (Apreensiva): Bom senhora Ilda e seu Horto! Tivemos algumas complicações, porem elas foram solucionadas. Esse tipo de transplantes é muito arriscado, contudo temos fé que tudo vai dá certo!
Horto: Doutora alguém já comunicou a suposta mãe da nossa neta?
Doutora Daniele: Ninguém está conseguindo falar com ele!
Horto: Me passa o endereço que falo com ela!
Ilda: Faça isso Horto, e eu vou falar com minha irmã!
Horto: Acha que isso é uma boa ideia?
Ilda: Sim

Doutora Daniele: Ok! Vou pegar e já te passo.





Todos os direito autorais do vídeo pertencem a: Saint-Peterburg state University of culture  > Filme de Andrey Shushkoo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
An_dressa Nascimento

avatar

Idade : 23
Cidade : Rk

MensagemAssunto: Re: Para Sempre ao Teu Lado ||(33º) ANTEPENÚLTIMO Capítulo   29.12.14 3:41

Lendo rápido aqui,quero ver o último capítulo!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M.Domingues

avatar

Idade : 47
Cidade : Nova Colina

MensagemAssunto: Re: Para Sempre ao Teu Lado ||(33º) ANTEPENÚLTIMO Capítulo   29.12.14 3:49

Cada gancho bem escrito,vai fazer falto aqui no portal!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Para Sempre ao Teu Lado ||(33º) ANTEPENÚLTIMO Capítulo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Para Sempre ao Teu Lado ||(33º) ANTEPENÚLTIMO Capítulo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Novelas :: Para Sempre ao Teu Lado-
Ir para: