InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Corujas Sem Asas |Episódio 1x11 - Não Somos Monstros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
PedroPauloGS

avatar

Idade : 28
Cidade : Goiânia

MensagemAssunto: Corujas Sem Asas |Episódio 1x11 - Não Somos Monstros   05.01.15 15:51


Nos episódios anteriores...
Guilherme segurando as mãos no peito, e desmaia. Antônio surta.
Antônio: (tentando reanimar o pai) Não! Não! Pai, por favor, acorda! Vamos! O senhor tem que acordar!
Heitor: (abraçando fortemente o irmão) Calma! Calma maninho! Sei que o amor de nossa família é mais forte.
[...]

Gustavo: (meio zonzo) Foi impressão minha ou... Você me beijou ontem?
Bernardo demonstra seus sentimentos por ele, afirmando com um selinho um pouco demorado. Gustavo o agarra e eles começam a se beijar intensamente.
Neste episódio, estreiam:

Avan Jogia como Pedro A. Branco

Pedro Alcântara como Vinícius Marcílio

Priscila Concepción como Laura Roncalio

Participações especiais de:

Laura Zapata como enfermeira
 
Fernando Colunga como médico

“Cada dia a natureza produz o suficiente para nossa carência. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo e ninguém morreria de fome.”

- Mahatma Gandhi

Na casa de Ana Branco, ela fala ao telefone com seu marido. [Manhã]

Ana: Oi amor! Alguma novidade aí em São Paulo?

Pedro Afonso Branco: (31 anos, pele branca, forte, médio) Não, por enquanto nenhuma. Ser importante tem suas desvantagens, como ficar longe de você.

Ana: (com cara meiga) Oh! Que fofinho. Mas não se preocupe. Cheguei bem aqui em Mato Grosso do Sul, e reencontrei um amigo.

Pedro: Depois a gente se fala. Tenho que ir amor! Tchau!

Ana desliga o telefone e fica pensando em Heitor e no dia em que se encontraram. 

"Corujas Sem Asas"
Uma web-série de Pedro Paulo Gondim


No apartamento de Bernardo... [Tarde]

Bernardo: (empurrando Gustavo) Não! Isso não está certo!

Gustavo: O que? Ser feliz, esbanjar a sua alegria de viver, não está certo?

Bernardo: (sentando numa cadeira) Sabe, ser feliz dessa maneira, tem suas desvantagens pelo mundo.

Gustavo: (senta no colo dele; acaricia o rosto dele) Para com isso. Todos nós, que somos homossexuais, sabemos como é difícil a vida em sociedade. Mas pare, e pense: “O mundo seria um lugar pior, ou melhor?”.

Bernardo: Acho que... você poderia ter sua resposta agora.

Bernardo leva Gustavo até seu quarto. Eles tiram a camisa um do outro, depois cada um, tira sua calça. Bernardo empurra Gustavo em sua cama e fica em cima dele, beijando intensamente o outro. 

Na casa de Sophia...

Sophia: Camila, você quer almoçar o quê?

Camila: Você sabe cozinhar?

Sophia: (sorrindo) Não muito, mas sei.

Camila: Que tal... uma macarronada com bastante queijo!

Sophia: Seria coincidência se estivesse pensando em fazer a mesma coisa?

Camila: (rindo) É por isso que somos primas! Aliás, vou ligar pro meu amorzinho.
Sophia (pensando): Será que dia terei alguém para cuidar de mim? Nunca tive um namorado nessa vida.

PASSAGEM DE TEMPO: 

  • Sophia coleta todas as informações e provas contra (ou a favor) de Heitor Barny Johan Santos. Ela felizmente acha uma foto escondida no relatório do caso, mas como a fotografia estava molhada (não se sabe o motivo), Sophia não consegue identificar o que é;


  • Heitor e Antônio se reatam como verdadeiros irmãos, depois de um longo tempo “afastados” um do outro;


  • Guilherme continua sofrendo no hospital;


  • Mariana sente remorso depois da vingança;


  • Gustavo e Bernardo vivem “momentos mágicos”.


Se passaram três dias. No hospital, pela manhã...

Enfermeira: (preocupada) Guilherme está muito mal, doutor.

Médico: É melhor você ligar para a família. É obvio que se chegarmos a ressuscitá-lo, ele irá morrer de vez, algumas horas depois.

Enfermeira: (triste e abalada) O mundo está muito cruel hoje em dia. Várias pessoas se matando e matando outras. Não encontro pontos positivos.

Médico: E que lado positivo teria?

Enfermeira: Nenhum, mas acho que cada um tem sua opinião. O que importa, é que nós, humanos, não estamos nos preocupando o bastante com o planeta onde vivemos. Excesso de lixo em vários lugares, tráfico de animais... Um horror!

Médico: (dando um pirulito a ela) Tome! Para te mostrar que no mundo, tem sempre gente que apoia uns aos outros.

Três horas se passam e, logo após a visita de Heitor e Antônio, a seu pai, ele falece.

Heitor: (chorando) Não posso segurar minha tristeza!

Antônio: (chorando) Mas sei quem pode pagar pelo que nosso pai passou!

Heitor e Antônio: MARIANA!

Enquanto isso, Mariana chega ao hospital. Desfilando, como sempre, vai até o corredor dos quartos. Lá, os irmãos Barny a avistam.

Heitor: (se aproximando dela) Sua infeliz, bruxa!

Ele dá um tremendo tapa na cara dela. Antônio também não perde a oportunidade.

Antônio: Você sempre odiou nossa família, sua vadia dos infernos! (dá um tapa nela).

Mariana: Você não pode falar assim comigo!

Heitor: (indignado e com raiva) Depois de acabar com nossas vidas?

Heitor a faz desmaiar batendo na cabeça dela com um ferro. Ele e Antônio saem com Mariana pelos fundos, e a leva para a casa dos Barny. Eles a amarram na cama de Guilherme, fazendo dela, uma grande refém.

Na casa de Sophia, a campanhinha toca. [Tarde]

Sophia: (abrindo a porta) Olá... Arthur?

Arthur: Vim perguntar se não tem um macaco. É que minha roda furou, então...

Sophia: Ah, sim, claro! Entre, se sinta em casa.

Arthur: (entrando) Sua prima já está aqui?

Camila vê Arthur e o cumprimenta.

Casa da família Barny. Quarto de Heitor.

Heitor: Nós não somos monstros. Vamos apenas dar um susto naquela puta descarada, e aproveitamos para dar o troco.

Antônio: O enterro de nosso pai será amanhã, pois muita gente quer se despedir dele. Agora, eu que te pergunto, quem será o sucessor dele na empresa?

Heitor faz uma cara de que tem dúvidas. Na cozinha da casa de Sophia...

Camila: Quer dizer então que trabalha junto com a minha prima!

Arthur: Claro! Somos grandes parceiros, e trabalhamos profissionalmente.

Camila: (olhando para um relógio de pulso) Nossa! Esqueci do meu irmão, de novo! Ele vai ficar uma fera.

Arthur: Quer que eu lhe acompanhe?

Camila: Será um enorme prazer.

Na escola, o irmão de Camila e uma amiga dele, que é filha da Fernanda, conversam.

Vinícius Marcílio: (11 anos, pele clara, cabelos loiros, magro, médio) Vou matar ela!

Laura Roncalio: (12 anos, pele morena, fofa, alta) Calma, sua irmã deve estar com algum problema para te esquecer... De novo!

Vinícius: Seria muito mais fácil se minha avó me deixasse ir pra casa sozinho, mas ela é daquelas do tipo “super protetoras”. Acham que vão me roubar ali na esquina!

Laura: Já minha mãe quase não tem tempo pra mim. Como ela é cientista, fica lá com suas gosmas o dia todo!

Vinícius: (rindo) Tirando meleca do nariz?

Laura: (sorriso falso) Claro que não seu bobo!

Camila chega e se oferece em levar Laura também. Ela aceita. No carro, Arthur se apresenta as crianças. 

No apartamento de Bernardo... [Anoitecer]

Bernardo: (navegando na web) Ai... Não tem nada pra se fazer. A não ser que...

Ele pega seu celular e liga para um número qualquer. No hall de entrada...

Gustavo: Pare de me ligar! (ele se senta num banco)Tenho que te esquecer de vez!
Bernardo: Por quê? Somos “belos” amigos, ou não?

Gustavo: Sei que somos melhores amigos, mas... (respirando fundo) Não sei! Sinto que a minha obrigação, é afastar de você.

Ele se levanta indo embora, mas Bernardo o puxa pelo braço e lhe dá um beijo. 

Conte o que achou da volta da web!


Próximo episódio - 07/01/2015 (Quarta)


Escute uma das músicas da trilha sonora
internacional de "Corujas Sem Asas"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Wagner Nascha
Gold
avatar

Idade : 20
Cidade : Formosa do Rio Preto

MensagemAssunto: Re: Corujas Sem Asas |Episódio 1x11 - Não Somos Monstros   07.01.15 16:12

Amei a volta da série, Gustavo e Bernardo formam um casal fofo, mas bem complicado hehe... vou correndo ler o próximo capítulo Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://webficção.forumeiros.com
 
Corujas Sem Asas |Episódio 1x11 - Não Somos Monstros
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Séries :: Corujas sem Asas-
Ir para: