InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Palavra de Honra || Capítulo 17

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Alencar Tognon
Autor
Autor


Idade : 22
Cidade : ...

MensagemAssunto: Palavra de Honra || Capítulo 17   23.06.13 0:09

Palavra de Honra
 
 
CENA 1
A Noite, chega o grande momento. Lívia e Wulísses, bem como Alberico posto a servir a mesa aguardavam a ilustre presença do tal namorado de Emanuelle.
Emanuelle conforme o combinado aguardava a chegada de Renée ao lado de fora da Mansão. E assim, chega a hora da entrada de Renée.
Ele tinha a noção do choque tanto de Wulísses, que acreditava que ele estaria morto, tanto de Lívia, que há pouco teriam tido momentos de amor e além do mais namorando com sua filha. Uma loucura! Mas, totalmente necessária.
A porta se abre, o susto era tamanho. Renée Lozano!
Renée com seu olhar de desdém, adentra na mansão, com olhar superior à Wulísses.
            RENÉE: Olá, caro Wulísses Borges.
            WULÍSSES: - Levantando-se bruscamente da cadeira – Vo, Você!
 
 
CENA 2 – Continuação imediata da cena anterior
Wulísses não acreditava no que via.
            WULÍSSES: Mas o quê significa isso!?
RENÉE: Uai, senhor Wulísses, por que me recebe tão mal? As minhas intenções com sua filha são as melhores... Olhando o senhor assim até parece que o senhor me queria ver morto – a última palavra teve um olhar de malícia, tudo para o afetar psicologicamente.
Lívia estava chocado no que tinha visto. O Homem de sua vida com sua filha!? Isso era como um pesadelo. Lívia não conteve o choro.
Renée queria muito sair da pose de durão para com Wulísses e ir aos braços de Lívia e mostrar que tudo aquilo não passava de uma farsa para que Wulísses admitisse todos seus erros como governador e confessar a inocência de Hugo.
Como uma surpresa, eis que surge Sérgio Alcântara pela porta.
            SÉRGIO: Olá, Wulísses fracassado. – risos sarcásticos.
            WULÍSSES: irou festa isso aqui agora?! Maldito traidor, como ousas ainda aparecer daqui pra dentro.
SÉRGIO: Fui traidor com todos eles durante todo esse tempo, fiz o que é certo, Wulísses.
            WULÍSSES: Vargas iria acabar com você, seu maldito!
            SÉRGIO: E o povo irá acabar com você...
Um silêncio surge entre eles. A emoção de Lívia ficara evidentes para todos.
Lívia sofreria por alguns instantes, mas era por uma boa causa.
EMANUELLE: Papai, este é o amor da minha vida! Por que vai trata-lo dessa maneira?
WULÍSSES: Largue de ser sínica, Emanuelle! Como pode apunhalar seu pai que te deu tanto amor desde pequeno pelas costas acobertando esse indivíduo!
EMANUELLE: Você nunca me deu amor, você me tratou dando riverias, luxo e tudo mais, mas amor você nunca deu! Se não fosse por minha mãe seria um pessoa totalmente só! E somente com Renée que pude ver a vida de outra forma.
Lívia tentou sair, pois não aguentava mais o choro, mas Emanuelle interveio.
            EMANUELLE: Não, mamãe... É importante que a senhora fique.
Lívia obedece a filha e volta a se sentar na mesa de jantar.
WULÍSSES: Eu não permitir toda essa palhaçada aqui em casa! Saim já vocês dois da minha casa, aqui vocês não pisam, nunca mais!
RENÉE: Calma, Wulísses... Que estresse é esse... Eu tenho uma surpresa pra você hoje ainda.
            WULÍSSES: - Não conseguindo esconder o medo – Surpresa? Que surpresa!?
            RENÉE: Surpresa tanto pra mim, como pra você, como para todos dessa casa... Mas, principalmente o foco é você caro senhor Wulísses, o atual e consistente representando do regime Vargas.
WULÍSSES: Me faça mil favor, Renée. A Era Vargas acabou há anos, e você vem com essa história!
RENÉE: A Era Vargas acabou, mas ajustiça ainda não foi feita! – Fala Renée em tom de autoridade.
Wulísses adianta.
WULÍSSES: Vamos, faça o que quiser, mostre logo toda essa palhaçada e caia o fora daqui! Você e essa fedelha!
Assim, ao insultar Emanuelle, Lívia reage.
LÍVIA: Você nem ouse insultar minha filha dessa forma, novamente. Você sabe muito bem que estive durante todo esse tempo contigo devido ao que Hugo fez comigo no passado e pela proteção que minha filha teria, caso contrário saio dessa porta também.
Wulísses fica calado imediatamente. Lívia era seu ponto fraco.
 
 
CENA 3 - Continuação imediata da cena anterior.
            RENÉE: Vamos parar de papo e vamos dar início a surpresinha...
Renée pega o controle que estava sob seu acesso desde o momento que entrou, e com o aperto do botão mortal, inicia a tão esperado Vídeo de Carmélia.
 
 
CENA 4 – Vídeo de Carmélia Lozano.
Ao ver a imagem de sua mãe, Renée se emociona e é confortado por Emanuelle. Lívia reage normalmente a tudo aquilo, e Wulísses chocasse com a imagem espontânea de sua arqui-inimiga.
Carmélia estava sentada em uma poltrona, cansada e com a voz ofegante, mas não media seus últimos esforços para ser dito tudo, e assim começa o pronunciamento:
 
“Olá Wulísses, olá Lívia, Olá Emanuelle que a essa altura já deve estar Linda, Olá Sérgio, Olá meu filho querido, Renée.
É com muito prazer que faço esse vídeo para mostrar TUDO, exatamente TUDO o que aconteceu. É evidente que você Renée deve estar chocado com toda essa revelação de eu ter matado a amada Belinha Alcântara. Desculpe-me, Sérgio, mas você sabe a real causa de tudo isso.
Esse vídeo tem como objetivo o desfecho de tudo o que está acontecendo e o que sempre aconteceu... A Política deve ceder ao povo, o Povo é a Verdadeira Força, é o verdadeiro Poder!
E...
Sinto muito, Wulísses Borges, porque a sua derrota esta prestes a chegar.
Tudo o que você me fez passar seu maldito! Você irá pagar... Pelo nosso filho (Carmélia se emociona por um instante, mas logo se recompõe e volta a falar com frieza)... Sim, aquela mulher do quadro da sala de vocês, sou eu, o grande amor de Wulísses. Sabia que você nunca iria me esquecer. (nesse instante Wulísses se arde de raiva)
Bom, eu sempre quis acabar com o governo Ditador, que por sinal até hoje nunca acabou. Portanto, eu me fingi em ser cúmplice dos ditadores para vigiar tudo nos jornais que circulavam a fim de esconder o que realmente a política fazia. E isso me garantiu anos e anos sem ser pega. Quando descobri que não tinha mais jeito, a ditadura soube que eu era de esquerda, graças a esse imbecil do Wulísses.
Wulísses descobriu que era contra toda a ação Vargas e me denunciou, e a única maneira que achei de haver ao menos uma luz no fim do túnel para Salvar A Pátria, era assassinando uma das filhas de um dos envolvidos em toda a sujeirada que Vargas deixou dominando o país.
Sei que Belinha hoje, me entenderia...
A Morte de Belinha, ajudou a política se rejeitar e achar que entre eles alguém fez o serviço antecipadamente.
Belinha Alcântara se tornaria um mito, e Hugo com certeza iria atrás de buscar a verdade, bem como muitos brasileiros... Mas, tudo aconteceu errado, Hugo foi tentar salvá-la e deu em tudo no que deu, ele foi acusado, condenado e tudo mais.
Com minha consciência pesada, fiz você meu Filho, Renée Lozano.
Você veio até aqui com uma missão muito valiosa. Continuar o que Hugo e Belinha sempre tentaram... Mostrem ao povo em quem está o verdadeiro poder! Não deixem o regime fascista dominar o país, como é o plano de todos aliados à Vargas. E agora, o único que será responsável por permanecer o regime Fascista no país durante as próximas décadas está ao lado de Vocês, é esse senhor: Wulísses Borges. O impeçam de permanecer no poder! Mostrem esse vídeo, e não permitam que o Brasil fique a mercê de toda essa falcatrua!
A Missão é de vocês...
Espero que compreendam... Já com muitas saudades, Carmélia Lozano.
- Carmélia manda um beijo para a tela.
 
E assim o vídeo é Desligado.
Todos agora sabiam da verdade e sabiam o que tinham que fazer.
Wulísses foi mais rápido, com uma arma apontada para todos, levanta-se e fala em voz de autoridade:
            WULÍSSES: Nem se atrevam a mover um dedo.
 
~continua.




 
NO PRÓXIMO CAPÍTULO
Wulísses Borges coloca todos de refém.
Da mansão Borges se ouve vários disparos de tiros. O que será que irá acontecer?
 
Não perca as próximas emoções dos últimos capítulos de ‘Palavra De Honra’.

 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Palavra de Honra || Capítulo 17
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Webs Encerradas :: Finalizadas :: Palavra de Honra-
Ir para: