InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 A Dama de Gelo || Capítulo 19

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Yannikson
Moderador
Moderador
avatar

Idade : 23
Cidade : Charqueadas

MensagemAssunto: A Dama de Gelo || Capítulo 19   11.12.13 20:52

No último capítulo de A Dama de Gelo: “Meia hora depois de transarmos feito animais pude enfim ouvir a melhor música que um homem pode gostar de ouvir: o gemido de prazer de uma mulher. Estar ali com ela era muito mais relaxante do que qualquer uma das terapias que já tivemos até hoje, isto eu posso assegurar!”

Com meu braço direito esticado para que Lisppet pudesse aconchegar seu cabelo comprido e liso, fiquei olhando para o teto, enquanto ela prendia seus braços ao redor da minha barriga inexistente.

Como eu nunca sabia o que dizer e quando dizia só sabia reclamar, achei melhor esperar que ela dissesse alguma coisa. Qualquer ímpeto de verdade que ela bocejasse já me deixaria tranquilo, com a certeza de que não havia feito merda alguma ao transar com a minha psicóloga. Talvez este seja o meu maior erro: pensar nas consequências depois de cometê-las.

A Dama de Gelo me olhou com um sorriso tentador e gelado. Me beijou.

- Eu adoraria ficar mais tempo, mas tenho que ir.

Num ímpeto de tesão e comodidade balbuciei:

- Fica mais.

- Infelizmente não posso. Hoje é aniversário do meu pai, não tenho como faltar.

- Ao menos está indo embora por uma justificativa plausível. – falei um tanto incomodado. Era incrível como eu podia me sentir tão próximo dela, como ela podia permitir que eu estivesse tão perto.

Pensando bem, talvez este seja o meu maior acerto: justamente cometer as consequências antes de conhecê-las.

Lisppet Morales sentou-se na cama, colocou a calça jeans que usava, o suéter e o casaco branco que delicadamente eu havia desabotoado. Calçou as botas pretas e se pôs de pé. Seu silêncio enquanto fazia isto era torturante, eu não sabia o que ela estava pensando sobre o ocorrido. Mas ao mesmo tempo seus movimentos eram tão delicados, femininos e minuciosos que não tinha como eu me sentir hipnotizado.

Vesti meu roupão verde e coloquei minhas pantufas para levá-la até a porta, completamente sem jeito. Sem dúvidas ela era mulher demais pra um cara como eu e estava arrependida pelo que havia acontecido. Pelo menos era o que dava pra entender, até ela se despedir.

- Eu já vou indo. Obrigada pela hospitalidade. – e deu um sorriso malicioso. E gracioso, muitíssimo gracioso.

- Eu que agradeço pelo que tem feito por mim. E pela carona, obviamente.

- Espero que me visite pra contar como vai indo sua vida, se for possível é claro.

- Certamente contarei, não te preocupes!

A única coisa que eu não conseguia entender era se aquilo era de fato uma despedida ou se não se passava de um “até amanhã”. De qualquer forma, preferi acreditar na pior hipótese.

Lisppet pressionou meus lábios e os juntou brutalmente aos delas, rapidamente e demoradamente. Fechou o portão abanando e colocando a bolsa embaixo do braço. Os faróis se ligaram e ela se foi, da mesma maneira que havia se aproximado de mim naquele dia. Sempre tão surpreendente, tão encantadora. Se estar com ela não era sinônimo de paraíso, ainda preciso aprender muitas coisas nesta minha inútil – ou até então inútil - vida!

No dia seguinte levantei com saudades. Saudades do tempo em que eu trabalhava, das pessoas com quem eu convivia, da rotina de desenhos e estruturas e, acredite, até das metas rigorosas que me eram estabelecidas diariamente. Era a mesma saudade que eu tive do corpo quente e saudável de Lisppet, só que nas minhas saudades profissionais não tinha envolvimento algum com sexo e não haviam sido tão recentes como foi minha noite com ela.

Peguei um lápis de ponta grossa e iniciei uns rabiscos em uma folha qualquer, na mesinha branca que fica próxima à janela do meu quarto. Meus traços eram firmes e decididos, como há um bom tempo eu não os fazia. Paredes, pilares, dimensões e medidas encheram aquela casa imaginária que eu havia transcrito para o papel. Um lugar em que, sinceramente, eu não me interessaria em viver, mas foda-se, havia ficado legal.

Eu ainda era bom, pensei alto. Abri a cortina do quarto e notei um sol ameno, estável e puro. A campainha tocou.

- Bom dia. – e abri a porta calorosamente, com uma simpatia até então desconhecida por mim.

- Juan Díaz? – questionou um cara de uns 30 e poucos anos, com terno preto e cabelo bem arrumado.

- Eu mesmo.

- Soube que estás desempregado, gostaria de fazer um teste contigo em minha empresa.

O orgulho, obviamente, bateria na minha cara. Ou na cara dele logo em seguida.

- Quem disse isto?

- Recebi uma carta de recomendação tua, assinada pelo teu ex-chefe. Se encaixa no perfil que procuro na minha empresa e somente por conta da urgência e necessidade de se ter um arquiteto qualificado que estou aqui.

Ele era objetivo, bem apresentável, crível. Não tive como recusar a tentativa.

- Mesmo sem conhecer o meu trabalho? – falei sem pensar, com a folha que estava desenhando na mão direita.

Num ímpeto de superioridade ele a arrancou da minha mão.

- Não tenho dúvidas de que és bom. Topa fazer parte da equipe Raul Arrib@s ou não?

- Podemos tentar.

- Te espero amanhã ás 07:30. Caso se adeque já ficarás por lá mesmo. Ah, mais uma observação. – disse antes de me entregar o cartão com o número e endereço da empresa. – Pagamos bem, muito bem.

E foi só o que ele precisou dizer para me convencer de vez a ir até lá no dia seguinte.

....................................................................................

Yannikson Pereira





Última edição por Yannikson em 11.12.13 21:09, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://yannikson.wordpress.com
Yannikson
Moderador
Moderador
avatar

Idade : 23
Cidade : Charqueadas

MensagemAssunto: Re: A Dama de Gelo || Capítulo 19   11.12.13 21:02

Então, depois de uns meses de ostentação reorganização pessoal e profissional (aushuas) aqui está de volta a web A Dama de Gelo. Pretendo ser bem mais justo com vocês que acompanhavam postando umas duas vezes por semana, mas caso não dê pensem que fiz o possível para isto ocorrer. Abrações e até o próximo!

....................................................................................

Yannikson Pereira



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://yannikson.wordpress.com
diogo2013
Prata


Idade : 26
Cidade : São Paulo

MensagemAssunto: Re: A Dama de Gelo || Capítulo 19   11.12.13 22:35

Que bom que voltou a postar os capítulos, uma história 
fantástica que deve continuar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Dama de Gelo || Capítulo 19   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Dama de Gelo || Capítulo 19
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Webs Encerradas :: Canceladas :: A Dama de Gelo-
Ir para: