InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Maria Madalena || Capítulo 56

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Vinícios
Administrador
Administrador
avatar

Idade : 28
Cidade : Americana

MensagemAssunto: Maria Madalena || Capítulo 56   25.01.14 21:26


Maria Madalena - Capítulo 056

Galpão abandonado. São Paulo.
Vinicius e Edgar caminham em direção ao portão do galpão.
VINICIUS: Eu não entendi. Você vai deixar por isso mesmo?
EDGAR: Eu não te devo explicação!
VINICIUS: Claro que não, mas porque esse trabalho todo se você vai deixa-lo livre.
EDGAR: Eu tenho um plano para ele. Por isso preciso mantê-lo vivo por mais uns dias.
VINICIUS: Que planos?
EDGAR: Na hora certa você vai saber. Agora eu tenho... – mas para de falar ao ouvir um grito de Guilherme e olha para trás.
De onde está parado perto do portão do galpão, Edgar vê um dos caras segurando Guilherme, enquanto o outro da vários socos nele.
Por causa de um soco, Guilherme acaba caindo no chão e os dois homens começam a chuta-los.
EDGAR: Vai lá e não deixe que eles o matem, já falei que tenho planos para o meu genro, e preciso dele vivo. Qualquer coisa me ligue. Vou está em casa, agora tenho coisas para resolver com outra pessoa.
...

Apartamento de Gabriel. Sala.
EDUARDA: Pronto – disse ao terminar o curativo na mão de Gabriel.
GABRIEL: Obrigado! Não precisava...
EDUARDA: Claro que precisava, afinal foi minha culpa você ter Caído e cortado sua mão.
Gabriel fica olhando para Eduarda.
EDUARDA: Acho melhor eu ir agora não é!
GABRIEL: Tudo bem.
Ele se levanta do sofá e vai abrir a porta par Eduarda sair.
GABRIEL: Obrigado.
EDUARDA: Eu que agradeço por você ter me deixado vê seus quadros.
...

Casa da família Gouveia. Sala.
Edgar entra em casa.
Elizângela entra na sala, vindo da cozinha.
ELIZÂNGELA: Oi! Já em casa? Você precisa de algo?
EDGAR: Preciso! Preciso Sim!
ELIZÂNGELA: De quê? – Disse se aproximando do marido.
EDGAR: Eu preciso que você tome vergonha na cara – disse pegando na cabeça de Elizângela e a empurrado em cima do sofá.
ELIZÂNGELA: Ai!! Você ta doido? – disse se sentando.
EDGAR: Doido eu estava quando me deixei enrolar na sua conversa e me casei com você.
ELIZÂNGELA: Edgar o que está acontecendo.
EDGAR: Isso está acontecendo! – grita jogando o envelope com as fotos para Elizângela.
Elizângela pega o envelope.
EDGAR: Abra! Olhe! – Ainda gritando.
Elizângela abre o envelope e tira uma foto, e logo percebe do que se trata.
Aleluia entra na sala.
ALELUIA: Com licença, o senhor deseja alguma coisa?
EDGAR: Que você suma daqui! Vai!
Aleluia vai para cozinha, nervosa com os gritos de Edgar ela acaba esbarrando em uma mesa de canto e derruba um porta retrato que se quebra.
Aleluia se abaixa para catar os cacos de vidro.
EDGAR: O que você esta fazendo sua imprestável?
ALELUIA: Eu... Eu estou...
EDGAR: Depois você limpa isso, suma daqui.
Aleluia corre para cozinha.
ELIZÂNGELA: Edgar calma!
EDGAR: Calma? Eu estou calmo. – Disse se aproximando dela.
Edgar pega Elizângela pelo braço e a puxa, fazendo com que ela se levante.
ELIZÂNGELA: O que você está fazendo.
EDGAR: Vamos pro quarto. Não quero que ninguém fique nos atrapalhando. – disse puxando ela enquanto se dirigia para o quarto.
...

Hospital São Lourenço.
Dr. Jorge sai da sala de trauma onde Beto está sendo atendido.
Lucas a vê o Medico vai ao encontro dele.
DR. JORGE: Ele está estável, fizemos tudo que podíamos, mas não sei se ele vai resistir muito tempo, o estado dele é muito grave.
MARIA MADALENA: Não! – disse chorando ao lado de Lucas.
Lucas a abraça.
DR. JORGE: Ele quer te vê Lucas e a Maria também. Imagino que seja você? – disse se referindo a Maria Madalena que estava abraçada a Lucas.
MADALENA: Sim.
DR. JORGE: Ele está bastante drogado, por causa da dor, e pode ser que ele não consiga falar direito.
LUCAS: Agente já pode entrar doutor.
DR. JORGE: Pode sim, mas não cansem muito ele.
MARIA: Ok doutor.
...

Casa da família Gouveia. Quarto.
Edgar abre a porta do quarto e empurra Elizângela para dentro.
Elizângela se desequilibra e cai perto da cama.
EDGAR: Como que você teve coragem de fazer isso comigo, ou pior com a minha filha.
ELIZÂNGELA: Aconteceu! Não foi algo que planejei nem nada.
EDGAR: Aconteceu? É isso que você tem pra me dizer? Aconteceu?
ELIZÂNGELA: E o que você quer que eu diga? – disse se levantado. - O quanto eu gostei de dormir com ele, o quanto ele é mais homem que você.
EDGAR: Sua vadia! – disse dando um tapa na cara de Elizângela.
ELIZÂNGELA: Ai!
Elizângela cai sentada na cama, ela põe a mão no rosto onde Edgar bateu, como se com isso fosse parar de dor.
ELIZÂNGELA: Me bater não vai te fazer mais homem que o Guilherme. Não vai me fazer esquecer do sabor do beijo dele. Das mãos dele deslizando sobre meu corpo.
Edgar fecha a mão e dar um soco no rosto dela.
Elizângela cai deitada na cama, e depois cai no chão.
ELIZÂNGELA: Bate! Bate o quanto quiser, seu corno.
Edgar pega Elizângela pelo pescoço e começa a apertar.
...

Hospital São Lourenço.
Lucas e Maria Madalena entram na sala onde Beto está.
LUCAS: Oi! – disse se aproximando de Beto.
Maria Madalena fica parada ao lado da porta.
BETO: Oi – disse com muita dificuldade.
LUCAS: Como você está?
BETO: Agora bem, um pouco dolorida mais to bem.
MADALENA: Você está sentindo dor, quer que eu chame alguém, um enfermeiro.
BETO: Não eu to... – ele respira fundo – eu estou bem.
Maria Madalena volta a chorar encostada na porta.
BETO: Ei, eu estou bem! Não precisa chorar. – ele levanta um pouco a mão em direção a ela. – Pode chegar mais perto.
Maria Madalena se aproxima da cama e pega não mão dele.
...

Casa da família Gouveia. Quarto.
ELIZÂNGELA: Eu não consigo respirar – disse com muita dificuldade.
Edgar solta o pescoço de Elizângela.
EDGAR: Eu devia era te matar. Mas não, vou te deixar viva pra ver o que eu vou fazer com seu namoradinho.
ELIZÂNGELA: E o que você vai fazer – disse batendo no peito de Edgar. – Se você fizer qualquer coisa e te denuncio para a policia.  
Edgar ri bem alto.
EDGAR: Serio mesmo, e com que provas?
ELIZÂNGELA: Eu te denuncio por agressão, por me agredir!
EDGAR: Você não tem coragem de fazer isso, se tivesse já teria feito.
ELIZÂNGELA: Não me subestime.
EDGAR: Te subestimar? Você não é ninguém, você é uma fraca – disse dando outro tapa em Elizângela.
ELIZÂNGELA: Se você me bater novamente eu grito.
EDGAR: Grita! Mas Grita bem alto, aproveita já manda chamar a policia e a Duda também, acho que todos vão gostar de saber o seu segredo.
Elizângela se senta na cama.
...

Hospital São Lourenço.
BETO: Que bom que vocês estão aqui. Lucas eu... Me desculpe por...
LUCAS: Não Beto, não precisa pedi desculpa, já é passado, você é meu amigo, meu irmão. – disse começando a chorar.
BETO: Eu sei, mas preciso sim, eu devia ter contado a verdade desde o começo, mas foi mais forte que eu...
LUCAS: Eu sei...
BETO: Eu juro... Eu juro que não queria que tivesse – ele faz uma pausa para respirar – que tivesse acontecido desse jeito.
LUCAS: Eu sei Beto, eu entendo. Sou eu que tenho que pedir desculpa por ter sido tão cego e idiota. Me desculpe!
Beto faz que sim com a cabeça.
MADALENA: Beto! – disse quando ele soltou a sua mão.
BETO: Maria, eu... eu te amo.
MADALENA: Eu sei e eu também te amo Beto.
BETO: É a primeira vez que você diz isso.
MADALENA: Me desculpa por não te dito antes.
BETO: Me promete uma coisa?
MADALENA: O que?
BETO: Vocês do-dois.
LUCAS: Claro o que você quiser Beto.
BETO: Me – fala com muita dificuldade - prometam que, que vocês vão, que vão se dar uma chance.
MADALENA: Beto. Eu...
BETO: Maria, eu... Eu sei que você aiiinda o, o, o ama. E eu vi como ele... Ele sofreeeu muito, depois que, depois que você sumiu, eu vi como – ele tenta segurar não mão dela novamente, mais não consegue.
Maria Madalena segura a mãe de Beto.
MADALENA: Não precisa falar mais, não se canse.
BETO: Não, eu, eu preciso.
LUCAS: Beto, você precisa descansar.
BETO: Maria, eu vi, eu vi como... O Lucas, te procurou, e muito – e suspira. Ele te ama.
MADALENA: Beto não! – disse voltando a chorar.
BETO: Por... Por favor. Me pro-prometam, que vão se perdoar, que vão...
MADALENA: Beto!
BETO: Por-por-fa-vor!
MADALENA: Tudo bem Beto, eu prometo!
Beto com muito esforço olha para Lucas.
LUCAS: Eu prometo!
BETO: Obri-ga-obri-gado! – disse olhando para Maria Madalena uma ultima vez e fechando os olhos.
Um dos aparelhos na sala, sou um alarme.
LUCAS: Beto! Beto!
MADALENA: Beto Não! – disse chorando e apartando a mão dele.
LUCAS: Alguém! Ajudem! – disse saindo da sala buscando ajuda.
Os médicos e enfermeiros entram na sala apressados.
MEDICO: Ele está tendo uma parada.
DR. JORGE: Prepare o desfibrilador em 200.
ENFERMEIRA: A senhora precisa sai. – disse tentando tirar Maria Madalena da sala.
Lucas ajuda a enfermeira.
...

Casa da família Gouveia. Quarto.
EDGAR: O que foi, ficou comedo de que todo mundo saiba o que você fez?
ELIZÂNGELA: Você não teria coragem?
EDGAR: Não teria? Será que depois de todos esses anos, você não me conhece bem?
ELIZÂNGELA: Isso machucaria a Duda, você não teria coragem disso.
EDGAR: Agora você está preocupada com Eduarda, você não se preocupou com ela, quando resolveu dar pro marido dela.
ELIZÂNGELA: A Duda nunca vai nos perdoar se ela souber disso.
EDGAR: Ela nunca vai perdoar você. Foi você quem matou a mãe dela, a minha primeira esposa.
ELIZÂNGELA: Foi um acidente.
EDGAR: Isso é você quem diz! O que eu digo é que você a empurrou escada abaixo depois que ela descobriu que tínhamos um caso.
ELIZÂNGELA: Eu não! Foi um acidente.
EDGAR: E você acha mesmo que a Eduarda vai acreditar nisso. Fora o tato que você abandou uma filha recém nascida para vir morar nessa casa. Para poder ser a senhora Gouveia. As vezes acho que você já tinha tudo planejado quando você veio para essa casa, para ser a baba da minha filha.
ELIZÂNGELA: Não foi assim, eu não...
EDGAR: Você é uma vaca – disse dando um tapa. - Uma vagabunda – disse dando outro tapa.
ELIZÂNGELA: Não! Ai!! Para!
Mas Edgar continuou a bater nela.
...

Rua ao lado do Apartamento de Eduarda/Guilherme.
Uma van branca para na rua ao lado do Edifício onde fica o apartamento de Guilherme.
Alguém abre a porta da van por dentro e joga Guilherme para fora da van.
Guilherme fica jogado no chão, to machucado e sujo de sangue.
...

Hospital São Lourenço.
Do lado de fora da sala, Lucas e Maria Madalena observam os médicos tentando reviver Beto.
DR. JORGE: aumente para 300.
ENFERMEIRO: Pronto.
DR. JORGE: Afastem!
O médico que estava fazendo a massagem cárdia se afastam.
LUCAS: Vamos Beto! Raja.
Madalena abraça Lucas novamente.
LUCAS: Ele vai conseguir sai dessa acredi... – ele para ao vê os Médicos se afastando de Beto.
Maria Madalena se vira para olhar pela porta da sala.
MADALENA: Não! – ela grita.
Lucas a abraça ainda mais forte. Já chorando novamente.
DR. JORGE: Eu sinto muito – disse ao sai da sala.
Lucas só acena que sim com a cabeça.
Lucas e Maria Madalena ficam ali abraçados por mais um tempo.
...

Continua...

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bernado

avatar

Idade : 27
Cidade : São Paulo

MensagemAssunto: Re: Maria Madalena || Capítulo 56   25.01.14 22:21

Mais esse Edgar é um covarde mesmo né. No Guilherme ele não quis bater, colocou os capangas para da uma surra nele.
Mas na esposa, desceu o braço. Eu fiquei foi com vontade de dar porrada nele!!

Já o Beto, atitude bacana a dele, eu não curtia muito ele, por ser uma amigo trairá, mas foi bacana o que ele fez antes de morrer, tentar reaproximar o Lucas e a Maria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
bianca mch

avatar

Idade : 22
Cidade : Brasília

MensagemAssunto: Re: Maria Madalena || Capítulo 56   25.01.14 22:33

Verdade Bernardo, tomara que alguém pegue ele na web e der a maior surra nele. Vai ser super merecido.
Mas a Elizângela bem que mereceu, tendo um casa com o marido da filha, quer dizer nem filha é né, fora que ela foi responsável pela morte da verdadeira mãe da Eduarda, além de ter abandonado uma filha. Quem será que é essa filha em?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
andrehenrique

avatar

Idade : 24
Cidade : Cuiabá

MensagemAssunto: Re: Maria Madalena || Capítulo 56   26.01.14 10:23

A filha da Elizangela só pode ser a Maria Madalenda ou a Ester
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
@teledramaturgia

avatar

Idade : 29
Cidade : Moca

MensagemAssunto: Re: Maria Madalena || Capítulo 56   30.01.14 21:17

O capitulo foi bom! 
Mas trama ta caindo na mesmice! Ta um pouco previsível demais...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Vinícios
Administrador
Administrador
avatar

Idade : 28
Cidade : Americana

MensagemAssunto: Re: Maria Madalena || Capítulo 56   31.01.14 21:18

Pessoal valeu pelos comentários de vocês.

Maria Madalena está entrando na reta final, acaba domingo dia 02 de março. 

Abração.

Vinícios Aguar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Maria Madalena || Capítulo 56   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Maria Madalena || Capítulo 56
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Webs Encerradas :: Finalizadas :: Maria Madalena-
Ir para: