InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Salamandra/ 11° Capítulo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Wilson Bernardo

avatar

Idade : 34
Cidade : Santa Isabel

MensagemAssunto: Salamandra/ 11° Capítulo   14.04.14 23:09




Salamandra


11° Capítulo
  1° parte:     
CTA, Externo, Tarde/ Noite, Plano Geral, Interno, Departamento Pessoal. Fundo Musical de: “Perseguição/ Alberto Rosenblit”.


Romano- Esta é a cópia original dos novos modelos que a CTA projetou noutra reunião meses atrás, aqui nesta pasta estão dois CDs e três Pandrive contendo informações secretas de peças importadas para o Brasil e contém o nome também de outra empresa associada a CTA. (Negociador abre a maleta preta e olha para cima percebe que a câmera esta girando este retira sua arma e aponta para Romano).

Negociador- O que significa aquela câmera ligada? Vai fala! (Com este grito de advertência Monica se assusta e chora em baixo da mesa seguranças do negociador rende Romano).

Romano- Epa! Espera ai me solta... Eu desativei as câmeras!

Negociador- E os seguranças? Eu disse e os seguranças?! (Câmera se Mexendo Foco em Negociador, Foco em Romano, Foco em Mônica, cores frias clima de tensão, Negociador faz um gesto para seus seguranças eles soltam Romano que ajusta seu blazer).

Romano- Eu os pago para fazer isso, são tudo gente boa nada como um bom dinheiro para resolver isso... (Mônica atônita a pensar).

Mônica- (Off), Todos os seguranças não acredito? Eles manipulam até os seguranças de Cesar... Meu Deus o seu Gerald vai chegar à minha sala e não vou estar lá, e agora? Vão levantar suspeitas sobre mim. (Zoom In sobre Mônica Corta Para;).
Ponte Passo do Inferno, Externa, Tarde/Noite, Fundo Musical de: Murder Scary Song/ Bernard Herrmann  segue trecho em “02 min.”:


Doze viaturas da policia no local muito tumulto de outros carros no local o carro do delegado Orestes para em frente ao tumulto muitos curiosos Orestes se retira muito calor e este desajusta sua gravata.

Orestes- Pessoal preciso passar, vamos abram caminho! (Muitos curiosos no local abrem espaço para o Delegado que passa este não se intimida com a cena do corpo caído sobre a passagem da ponte, Câmera focando Orestes em Zoom In :

Orestes- Padilha! (Sério chama Padilha que chega correndo):

Padilha- Sim senhor?

Orestes- Quero uma pericia geral nesta ponte, pede para o Eduardo sinalizar os carros se não... Não vamos conseguir dar inicio ao nosso trabalho já esta quase escurecendo eu quero esta ponte livre... (Delegado Orestes agacha e levanta o lençol branco para ver a face do elemento morto).

Padilha- O que acha que aconteceu com ele? Droga? (Carros sinalizados seguem seus caminhos Orestes olha para Padilha).

Orestes- Com certeza queima de arquivo, droga que não é geralmente o elemento vai receber algo tipo dinheiro em troca de alguma informação e acaba sendo vitima de uma cilada sabia de algo e foi morto para não haver problemas, levou dois tiros um no peito e outro na testa.

2° parte:
Mansão Pellegrini Interna Noite Corredor dos Quartos Fundo Musical de: “Maria Bethânia/ É O Amor Outra Vez”, Annetta olha para os lados se aproxima do quarto de Cesar abre a maçaneta da porta lentamente e entra no quarto de Cesar que dorme junto ao filho esta se aproxima e sente o perfume de Cesar, esta fecha os olhos e sem tocá-lo passa a mão sobre o corpo de Cesar, Câmera Detalhe nas mãos de Annetta que percorre o corpo de Cesar sem tocá-lo.

Annetta- (Off)... Como a vida é ingrato Cesar... Se você soubesse como o amo que tenho um carinho não como simplesmente uma tia, mas como mulher a mulher que te deseja, seja na cama, seja no dia a dia, apenas queria que você me tocasse e sentisse meu calor meu corpo, Cesar eu sou louca por você! Se não fosse a maldita Jaca Podre meu caminho estava livre eu preciso me livrar desta vagabunda eu preciso fazer alguma coisa eu preciso deste homem, ele não pode ser de nenhuma pistoleira este casamento foi um erro, um erro! (Câmera Detalhe nos olhos de Annetta que deixa cair uma lágrima que borra sua maquiagem). Corta Para:

Igreja Matriz Arcanjo Gabriel, Noite, Interna/Externa, Fundo Musical de: “James Newton Howard/ School Nurse”.
Roberta faz o sinal da cruz passa um pouco de água benta sobre o rosto e ao sair da Igreja percebe que já é noite...

Roberta- Nossa nem vi a hora passar tudo escuro praticamente... Corta Para:
Mansão Pellegrini, Noite, Interna, Sala de Estar
Roberta sobe as escadas e abre maçaneta da porta encontra Cesar dormindo se aproxima:

Roberta- Cesar? Cesar? (Cesar acorda assustado).

Cesar- Nossa que horas que são?

Roberta- Já esta quase na hora da janta... Você precisa tomar um banho e jantar.

Cesar- Tenho que ligar para Romano e Gerald para saber se a empresa esta tudo bem se os fechamentos estão de acordo se a Mônica atualizou minha agenda... Mas antes de tudo quero um beijo de minha esposa linda... (Beijo apaixonado com muito amor)... Então acorda ele Roberta?

Roberta- Vamos ter que acordar, pois ele não jantou ainda o Lucas... (Corta Para):
Ponte Passo do Inferno, Externa, Noite, Fundo Musical de: “Alberto Rosenblit/ Espionagem e Sabotagem”.

O carro da repórter do Jornal Coluna Prestes chega ao local do crime, Silvia Romani sai com um gravador e uma câmera fotográfica e junto com ela um rapaz Diogo, Delegado Orestes não gosta da presença da jornalista no local:

Silvia Romani- Aqui Diogo pode fotografar, ali também quero que pegue todos os rastros do assassino, tira foto do Delegado de braços cruzados, tira da ponte inteira, da moto também nossa é que moto hein? Gente porque o presunto ta amarrado abre ele tenho que por no jornal? Seu Delegado faça alguma coisa.

(Delegado Orestes continua de braços cruzados e olhando para Silvia Romani Irritado).

Delegado Orestes- Minha senhora pensa você que aqui é algum evento festivo? Ta achando que aqui é festa de tupi nanquim?

Silvia Romani- Não senhor apenas fazendo meu trabalho, sabia que jornalistas criminais fazem também acareações fotográficas? Isso ajuda e muito.

Delegado Orestes- Não sei se a senhora percebeu, mas tenho uma equipe para isso, e se me permite preciso que você se afaste e saia daqui suas reportagens pode atolar toda esta investigação ok?

Silvia Romani- Eu vou ficar e terminar esta reportagem e você não pode me impedir.
Delegado Orestes- Não só posso como posso te prender agora se eu quiser, então sai da frente e tira isso daqui!

Silvia Romani- Blasfêmia! (Enquanto isso Padilha no matagal, liga sua lanterna, afasta os matos com dificuldade, quase desistindo de procurar grita para Orestes).
Padilha- Aqui não tem nada não Delegado!

Delegado Orestes- Para de ser preguiçoso procura direito o cadáver esta aqui em cima não está ai, esta com medo igual ao jornalista ao lado.

Silvia Romani- Ele não é o que você esta pensando, ele é muito mach... (Sem finalizar as fala Padilha interrompe com um grito que assusta nosso jornalista que sai gritando).

Silvia Romani- Macho e...
Diogo- Mamãe! Quero ir embora socorro! (Orestes da muitas risadas).
Padilha- Achei Delegado, achei! (Entusiasmado, Corta Para).

3° parte:

CTA, Externo, Tarde/ Noite, Plano Geral, Interno, Departamento Pessoal. Fundo Musical de: James Newton Howard /Reflection Of Elijah, Romano e seus comparsas saem este apaga a luz e se vão Mônica suada respira fundo, chora transtornada, Câmera se Mexendo.

Mônica- São vários anos dedicados a esta empresa, seu Cesar sempre me ajudou e esses crápulas roubando contrabandeando esta empresa é muito triste, e eu nas minhas condições não posso reagir agora seria inútil fazer isto na só pondo em risco a vida de todos, mas a minha também, eu posso apenas colher informações que pode dar inicio a uma longa investigação... (Esta consegue sair se aproxima da janela vê Romano pagando para o segurança e vê os mafiosos saírem com seus carros, atônita não percebe a presença de Gerald).

Gerald- Onde você estava sua incompetente? (Três Vezes em Câmera Lenta em Mônica que fica apreensiva sob a presença de Gerald). Corta Para:

Mansão Pellegrini Externa / Interna Noite Sala de Jantar, Fundo Musical de: The Contract With Devil (Instrumental)/ Alberto Rosenblit”.


Todos sentados a mesa na sala de jantar Carmela serve, Annetta fica esperando que Carmela o a sirva:

Annetta- Se demorar mais um pouco eu espero até meu braço cair Carmela, porque até as tartarugas conseguem chegar a lugares aonde você nem nunca chegara, “Lesma”!

Carmela- Desculpa Sorella vou servi-la e que são tantas pessoas...

Cesar- O que foi filho não quer comer, depois da janta teremos sobremesa...
Roberta- É filho temos que jantar saco vazio não para em pé... (Risos).

Annetta- Que forma de falar Roberta com seu filho seja mais democrática.

Roberta- De o que?

Cesar- Ela quis dizer mais sociável com nosso filho.

Roberta- Ah ta!

Annetta- Nossa creio eu que se a Carmela fosse servir o ministério publico estaria condenada a pagar para sempre numa cela até porque os porcos iam adorar sua comida SORELLA! (Carmela irônica).

Carmela- Eles nunca reclamaram até agora.

Annetta- É porque vocês vem do mesmo nível, Suíno se é que você me entende?

Lucas- Eu não quero comer esta comida papai, e a sobremesa que a tia Annetta pede fazer é ruim e amargo estou cansado de comer Greco é amargo e eu só como o recheio, eu queria uma torta de chocolate, queria pudim eu não gosto de Caviar na janta e todos os dias a gente só come berinjela gratinada eu queria comer coisas normais... (Todos riem menos Annetta).

Carmela- Ai filho sua tia para fazer sobremesa é um desastre.

Roberta- Então vou preparar uma sobremesa que você vai adorar, que tal um bolo de cenoura com muito chocolate?
Lucas- Oba! Vou lamber até os beiços... (Mais risadas e Roberta abraça seu filho).  
Roberta- Lindo da mãe eu vou cheirar este cangote cheiroso.
(Lucia chega à sala de jantar).

Lucia- Nossa que lindo a família reunida fico até comovida... (Câmera se Mexendo  Cesar fica sem jeito com atitude insinuante de Lucia que o olha com desejo, Annetta o a olha com muita raiva, Carmela para de rir e Roberta é mais sutil).

Roberta- Oi amiga sente- se na mesa venha jantar conosco só estava faltando você.

Lucia- Quanta generosidade Roberta! Fico até comovida... (Lucia abraça Roberta e olha para Annetta sorrindo maquiavelicamente provocando a). ...Eu sempre sonhei em ter uma família assim reunida e hoje só tenho meu filho o Inácio e tem horas, há deixa para lá, me conta amiga como foi seu dia? (Roberta fica comovida com Lucia emocionada a chorar).

Roberta- Você não esta sozinha amiga você tem amigos que a ama eu quero muito seu bem, e aqui em nossa morada você tem uma família.

Annetta- Realmente você é muito carente não é Lucia eu tenho pena de você tão sozinha.

Carmela- Annetta é melhor não dizer nada Cesar esta percebendo que você não esta gostando da presença da Lucia.

Annetta- Me solta Carmela eu odeio estes tipos de ceninhas de pessoas vitimadas! (Lucia fica chorando abraçada com Roberta). Corta Para:

 Ponte Passo do Inferno, Externa, Noite, Fundo Musical de: “Alberto Rosenblit/ Revelação do Mal”.

Padilha- Veja o que eu achei Delegado Orestes! (Câmera Detalhe na mão direita de Padilha segurando com uma espátula uma luva negra que encontrou próximo do rio, Três Vezes em Câmera lenta sobre a luva).

(Encerramento com a música
28 Weeks Later & 28 Days Later theme song by John Murphy”).



 


 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Salamandra/ 11° Capítulo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Novelas :: Salamandra-
Ir para: