InícioWeb SériesWeb NovelasGruposBuscarMembrosFAQGaleriaRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Salamandra/ 14° Capítulo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Wilson Bernardo

avatar

Idade : 34
Cidade : Santa Isabel

MensagemAssunto: Salamandra/ 14° Capítulo   22.04.14 23:56


Salamandra

14° Capítulo

1° parte:

Mansão dos Allamo e Baltarolli, Externa/ Interna, Manhã, Sala de Estar, Fundo Musical de: “James Newton Howard/The Wreck”.
Emanuelle- Mas como assim o que de tão grave ela esta fazendo que esta agravando a convivência dela com todos nos? (Angelina sorri).

Angelina- Ela é perigosa Emanuelle apenas isso, se faz de amiga e coisa e tal, mas só quem a conhece sabe como é sabe o quanto ela representa o perigo para todos nós e você Emanuelle vai ser a próxima dela fica esperta, isso se ela já não anda investigando sua vida! Quando menos você esperar minha cara ela vai aparecer e vai fazer de tudo para destruir tudo que você vem idealizando.

Emanuelle- Nossa, mas assim eu fico assustada, mas será Angelina ela me pareceu no jantar na Mansão tão inofensiva, não me apresentou apesar de que quando ela retirou o Cd que estava tocando e colocou a musica dela percebi que ela estava meio insinuante!

Angelina- Sim Emanuelle ela vai tentar te enganar ela parece o demônio quando seduziu Eva e Adão no paraíso... (Lucia os a observa de longe por entre a janela se esconde). ...Bom era isso que eu queria dizer e proteja suas ações ela esta de olhos nas ações da empresa ela quer 50% de cada membro da família para ocupar a presidência de Cesar no poder da CTA, ela esta desequilibrada nada detém esta mulher.

Emanuelle- Mas o que de tão grave ela o a fez ficar tão assim penalizada?

Angelina- Fatores que apenas a mim me pertence assim como você deve ter o seus fatores íntimos não é amada?

Emanuelle- Bom! Receio que devo ir até porque marquei na relojoaria, fiz uma encomenda de novos relógios para mim e para o Gerald claro se não se incomoda?

Angelina- Imagina querida! Esperava ansiosa pela sua vinda moramos quase tão perto e mal nos vemos! O que foi? Ficou estranha de repente se sente mal?


Emanuelle- Não sei umas vertigens, estou vendo tudo girando.
Angelina- Será que não foi o Drink que você bebeu de mais, eu disse para você ir com calma porque o santo não é de barro, mas você estava morrendo de vontade de tomar meus Drinks, olha o resultado no que deu?

Emanuelle- Não foram os Drinks Angelina... Vai passar preciso sair e tomar um ar na rua. (Angelina percebe que a afeição de Emanuelle pouco a pouco muda). Até mais amada!

Angelina- Emanuelle você não esta em condições de viajar neste estado, fique por aqui!

Emanuelle- Não! Preciso ir, preciso ir... (Câmera se Mexendo Emanuelle se vai meio zonza Angelina balança a cabeça e entra em sua morada, Fundo Musical de: “/ Maldição do Mal”, Emanuelle se aproxima de seu carro com dificuldade, se escora sobre o vidro da porta do passageiro).

Emanuelle- Calma querida vai passar... Tudo vai ficar bem Gerald não pode saber Câmera Detalhe girando, Imagens desfocadas, Emanuelle percebe uma mulher se aproximando com um salto que faz um terrível barulho, Câmera Detalhe nas mãos de uma pessoa misteriosa sobre Emanuelle que ali passa mal ela o a toca, Emanuelle olha para traz.

Lucia- Surpresa queridinha? Parece que viu um fantasma? (Emanuelle o a olha com outra expressão de medo de pavor, Lucia percebe algo anormal na Emanuelle que abre seu carro e entra fechando as portas).

Lucia- Você não pode entrar neste carro sua maldita! Sai daí agora Emanuelle!

Emanuelle- Me larga! Me solta eu preciso sair daqui, ele esta se aproximando, ele vai tentar de novo eu preciso... (Emanuelle empurra Lucia no chão esta então segura o pé direito de Emanuelle).

Lucia- Maldita ta querendo fugir de mim é, você não pode sair assim ilesa maldita! (Emanuelle chuta Lucia que rola sobre a rua esta fecha a porta de seu carro e sai em disparate queimando pneu). ...Monstro! Monstro! Eu vou destruir tudo que já foi projetado, com vocês acabou a moleza, acabou minha paciência! Eu odeio todos vocês!... (Câmera Detalhe no rosto de Lucia, com muito ódio no olhar). ... Chega de brincar, cansei! Agora o jogo é do meu jeito! (Corta Para).

  CTA, Externo, Manhã, Plano Geral, Câmera Aérea passa para Plano Médio, Interno, Departamento Pessoal, Fundo Musical de: “Espionagem e Sabotagem/ Alberto Rosenblit”.

Gerald entra na sala de Romano...

Romano- Sim algum problema? (Gerald se aproxima).

Gerald- Eu acabei de escutar que Cesar esta com outro projeto.

Romano- E qual é o suposto projeto do todo poderoso?

Gerald- Colocando Juca para ministrar os jovens Cesar elaborou o “SOS CTA”...

Romano- SOS o que? O que é isso?

Gerald- São motoboys especializados em fazer reparos e emergências nas companhias aéreas, empresas que contratam os serviços e instalações da CTA, ele aposta em novas contratações dentro do orçamento que a empresa oferece. 

Romano- Gerald você não percebeu nada? Ta muito na cara da gente?

Gerald- O que é que tem?

Romano- Eu já matei a charada meu amigo, se ele esta implantando um novo projeto dentro do orçamento da empresa, isto significa que ele esta ganhando um ótimo bônus de algumas empresas estatais que contrata os serviços da CTA e usando estes lucrativos para investir nos novos projetos!

Gerald- É realmente faz sentido, mas afinal isto ele nunca nos disse, nem sabia que o estado contrata os serviços da CTA.
Romano- Então Gerald? Precisamos achar este documento que comprova quais estados estão ativamente efetuando esses bônus bilionários.

Gerald- Posso pagar em dinheiro para o segurança dos sistemas de câmera interna desliga-las e eu entro na sala dele, procuro este documento.

Romano- E se estiver no cofre? Ficaria muito difícil até porque eu nunca tive acesso ao cofre imperial, como podemos descobrir a senha? (Mônica fica escutando atrás da porta do escritório de Romano esta então percebe que alguns funcionários se aproxima esta retorna a sua mesa).

Mônica- Deus! Mais uma vez eles estão querendo sabotar a CTA, o que posso fazer? Onde fica este documento? Se eles acharem este documento vão flagelar e roubar os bônus estatais fazendo com que a CTA faça uma divida externa elevando com que pouco a pouco a empresa venha a falir! O que eu vou fazer? Não posso envolver ninguém nisso, as câmeras de seguranças? Isso tudo parece uma grande loucura não posso, Mônica não posso me envolver com estes problemas graves da empresa, preciso comer um chocolate, onde estão meus chocolates? (Mônica nervosa abre a gaveta de sua mesa e muito desesperada abre seus bombons deixando alguns cair sobre o chão).

2° parte:
Juca percebe que Mônica come devassamente os bombons este se aproxima preocupado:

Juca- Mônica esta tudo bem?

Mônica- Sim esta sim!

Juca- Você não esta bem percebo de longe que suas atitudes não são normais Mônica?

Mônica- Desculpa Juca até agora venho sendo agradável com você, mas honestamente Juca você já esta ficando desagradável se disse que estou bem é porque estou bem e não há outra razão que implique nas minhas atitudes!

Juca- Nossa! Desculpa-me apenas me preocupo com sua instabilidade tenho um carinho por você não quero que nada de mal aconteça a sua pessoa, mas tudo bem! Já entendi o recado, com licença! (Juca se retirando Mônica se levanta).

Mônica- Juca! Juca! Desculpa foi tudo um mal entendido, volta aqui, por favor. Droga! (Esta então come mais bombons). Corta Para:
Externo, Tarde, câmera sobrevoa sobre a cidade de Gramado ao Fundo Musical de “/ Corações de Metal”, mostrando a belas imagens da colônia gaucha o encanto da cachoeira “Cascata do Caracol”, que banha as rochas num belíssimo vale onde o sol estampa o verde natural desta beleza... E continua sobrevoando em Grande Plano Geral focando em Zoom fechando pela “Rua Coberta”, ponto turístico onde ficam os mais ricos eventos de final de ano em época de natal... Plano Geral foco em Plano Close Up, grandes mansões de madeiras conservando uma cidade de época de castelos, o azul do céu se mistura com verde da relva. Corta Para:

Externa, Dia, Serra do Rio do Rastro, Plano Geral.
 
Câmera Aérea sobrevoa focando um carro Voyage da Volkswagen anos 80 sobre as curvas perigosas da Serra... Corta Para:
Mansão Pellegrini, Externa, Manhã, Fundo Musical de: “James Newton Howard/ Reflection Of Elijah”.
Annetta fica a olhar para Cidinha:
Annetta- As coordenadas ficam por minha conta, levando em consideração que Roberta agiu precipitadamente e foi muito leviana, “Tola”! Terá você duas semanas para provar que realmente é uma empregada a minha exigência caso ao contrario terei o enorme prazer de demiti- lá! (Annetta bate três palmas)... O que esta esperando? Você tem uma pia vasta de louças para lavar, limpe os talheres de ouro cuidadosamente, lave os carpetes e limpe esta escada que vai ao segundo andar dos quartos da Mansão, você tem oito cestos de roupas para lavar e passar e lavar 10 toaletes e duas suítes máster, as piscinas fazer uma drenagem nas águas, podar o jardim são dois jardins o da frente e o de traz, (Annetta olha em seu relógio). ... Exatamente você tem oito horas para finalizar todas esta atividades eu estou marcando você.


Cidinha- É para eu limpar agora?

Annetta- Você é surda ou o quê? Carmela mostre para ela onde estão às ferramentas de trabalho e a faça conhecer a Mansão a não ser que ela não queira a vaga agora na minha suíte apenas eu entro eu fui clara? (Carmela acompanha Cidinha, Annetta olha para Roberta com resignação suspira e sobe as escadas, mas antes para e olha para baixo, diz áspera e seca). ... Quando for fazer algo na Mansão Roberta faça, mas faça direito e é só isso! (Roberta fica olhando para Annetta).

Cidinha- Então um fato intrigante me perturba dona Carmela? Aquela senhora que me acolhera antes aqui.

Carmela- Mas não havia ninguém com você, estava eu e Roberta o avistou de longe percebemos você sozinha.

Cidinha- Será que ela ficou envergonhada pelo fato de ser pobre?

Carmela- Receio que não, honestamente são perguntas que eu não consigo responder, bom aqui é a lavanderia.

Cidinha- Nossa da ate para fazer um churrasco aqui ou fazer outra casa de aluguel! (Após mostrar toda a Mansão Carmela se retira Cidinha olha para um lado e para outro e retira seu Radio e coloca sobre a copa na cozinha).

Cidinha- Olha só que lindo que ficou heim? Agora você pode falar Renato Arruda... (Cidinha liga seu radio e fica com o ouvido encostado sorri entusiasmada).

Renato Arruda- Quinta Feira de sol, e muita sorte para você minha ouvinte, e não fique com medo de fazer aquele faxinão arregace as mangas e mãos a obra seja no trabalho seja em casa o importante é estar sempre de bem com a vida e a dica de hoje é... “O bom livro é aquele que se abre com interesse e se fecha com proveito”, de Amos Alcott... Boa dica não? Musica no ar DJ:
(Então começa a tocar uma musica de “Leandro e Leonardo/ Aqueles Olhos”, enquanto toca a musica Cidinha começa sua faxina, abre as cortinas dando luz a Mansão. Na lavanderia varias tomada).
Cidinha- E agora qual será a tomada certa? Corta Para:

Igreja Matriz Arcanjo Gabriel, Noite, Interna/Externa, Fundo Musical de: “Paul Schwartz
/Horizon”.
 O carro Voyage da Volkswagen anos 80 para em frente à Igreja, porta do motorista abrindo Padre Ottero olha tudo a sua volta e fica paralisado ao ver a Igreja seus olhos se encharcam de água emocionado, Câmera Travelling acompanha cada passo do Padre se escora na porta da Igreja, fecha os olhos, emocionado.

Padre Ottero- Nada mudou! (Sorri)... Nada! Nada!

3° parte:
CTA, Externo, Manhã, Plano Geral, Câmera Aérea passa para Plano Médio, Interno, Departamento Pessoal, Fundo Musical de: “Espionagem e Sabotagem/ Alberto Rosenblit”.
Gerald e Romano saem juntos para o almoço, Mônica os observa descer o elevador esta então segue sentido a sala de câmeras, abre a porta e depara- se com o segurança monitorando as câmeras.

Mônica- Ronaldo tudo bem? Vim trazer estes documentos para você assinar eu preciso levar para o Cesar dar baixa, claro se não atrapalho?

Ronaldo- Não! Tudo bem pode entrar. (Mônica observa tudo a sua volta um mural com uma supertela LCD onde Ronaldo administra todas as localidades da CTA).

Mônica- Nossa nunca entrei nesta sala estou assustada. (Risos).

Ronaldo- É uma sala bem tensa aqui tenho que ministrar todas as salas, sempre o a vejo comer seus bombons... (risos)... É para quem não é habituado, aqui mais parece um presídio fico muito sozinho por aqui sabe, são 15 horas sem parar! (Mônica vê as salas de Gerald e Romano vazias apenas o vazio aguarda enquanto Ronaldo assina os documentos).

Mônica- Nossa fico olhando estes controles e me sinto perdida, Deus, quantos botões como você consegue ministrar tantos botões? Fico imaginando você desativando os botões deve até ter pesadelos durante a noite muitos botões e cores, nossa me dá arrepios... (risos novamente).

Ronaldo- É muito simples apenas escolho a sala que quero desativar o vídeo e pronto ele para de gravar e os vídeos apagam dentro no máximo quinzenal.

Mônica- Em quinze dias, então vermelho apaga?

Ronaldo- Não! O vermelho desativa a sala que eu não quero que filme e a verde ativa, o amarelo que apaga.

Mônica- Nossa quanta loucura, não entendo nada... Nossa mas e quando você precisa resolver alguma coisa e como que faz, você precisa folgar deve ter um foguista no seu lugar? (Esta então joga um verde para colher o maduro ao Fundo Musical de: Espionagem e Sabotagem/ Alberto Rosenblit”).

Ronaldo- Por favor, segredo de Estado heim? Na realidade eu deixo tudo pronto para o outro dia em que eu volto da folga, na grande maioria das vezes eu gravo os vídeos e faço um feedback no dia seguinte, as vezes nem faço o feedback apenas passo os arquivos e mostro os relatórios para o Cesar no dia seguinte, ele me aponta o que precisa ser melhorado e é isso.

Mônica- Nossa quanta informação... (Ronaldo termina de assinar os documentos e entrega a caneta a Mônica).

Ronaldo- Aqui esta! (Esta segura à caneta).

Mônica- Muito obrigada, com licença e saiba não entendi foi nada depois quando tiver um tempo vai lá à minha mesa tomar um café.

Ronaldo- Claro! Sem duvidas, obrigado tudo de bom! (Monica se retira e Ronaldo fecha a porta, Mônica senta em sua cadeira e diz sozinha).

Mônica- O vermelho desliga as câmeras selecionadas e a verde ativa, precisa descobrir onde ficam as chaves gerais de cada setor e descobrir quando será sua próxima folga tendo isto conseguirei abrir a porta desativar as filmagens e entrar na sala do seu Cesar e recuperar este documento para que eu possa guardar em outro lugar mais seguro. (Corta Para);

Shopping Center , Externa, Manhã, Estacionamento, Fundo Musical de: “Alberto Rosenblit/ Maldição do Mal”.
Emanuelle estaciona seu carro retira seu óculos, Lucia também estaciona seu carro e sai em disparate atrás de Emanuelle esta agressivamente segura os braços de Emanuelle, Camera se Mexendo muito suspense muita ação.

Lucia- Aqui você não esta louca não é sua sem vergonha? Fica calada maldita! 

Emanuelle- Lucia você esta machucando meu braço me larga sua louca.

Lucia- Ah! Louca? Sim muito louca de vontade de fazer o mesmo que você fez comigo sua pistoleira o que você achou que eu ia perdoar aquela empurrada na rua?

Emanuelle- Me larga você esta torcendo meu braço, eu vou chamar os seguranças, me solta! (Lucia empurra Emanuelle com tanta força que esta cai sobre o chão em Camera Lenta, Lucia vai para cima e chuta Emanuelle na barriga esta chora, outro chute sobre a barriga de Emanuelle, Lucia sorri descontroladamente).

Emanuelle- Por favor, para esta me... Não! Para! Por favor! Não! Esta doendo, esta doendo, para! (Emanuelle chora com a boca ensanguentada).

Lucia- Levanta agora? Cadê a valentona que me empurrou na rua? Vaca dos infernos! Levanta e chama os seguranças sua praga maldita!
(Encerramento com a música Dead Silence Theme Music”).

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Salamandra/ 14° Capítulo
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Séries de Web | Memória :: Web Novelas :: Salamandra-
Ir para: